GRCS

27/01/2015

Ministro Aldo Rebelo dará aula inaugural no Isitec dia 23

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, aceitou o convite feito pelo presidente do SEESP, Murilo Celso de Campos Pinheiro, para fazer a aula inaugural no Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), no dia 23 de fevereiro, às 9h, quando iniciam as aulas da graduação em Engenharia de Inovação. O projeto do curso foi apresentado a Rebelo, no dia 26 de janeiro último, em Brasília, pelo presidente do sindicato. Também participaram da audiência com o ministro os representantes da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) Artur Araújo e João Guilherme Vargas Netto, consultor sindical.


Foto: Ascom/MCTI
Reunião com o Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo
Aldo Rebelo recebeu o presidente do SEESP, Murilo Pinheiro, acompanhado de Artur Araújo e
João Guilherme Vargas Netto


"É uma faculdade sem fins lucrativos e a primeira montada por uma entidade sindical no País. É a nossa contribuição para a sociedade brasileira, e o ministro ficou muito entusiasmado com isso", afirmou Pinheiro, que pretende tornar a instituição uma referência para outras faculdades brasileiras, ao inserir uma nova categoria no mercado, voltada à indústria.

"O mercado é extenso e tudo o que se faz em engenharia tem que ser com inovação. Então queremos apresentar ao mercado profissionais que possam trabalhar com inovação", ressaltou Pinheiro, lembrando que a preparação do curso ocorre há pelo menos dois anos, como o treinamento dos professores. "Temos que estimular a inovação e empreendedorismo", completou. Por isso, primeiramente os alunos aprenderão conceitos e experimentações para só então optarem qual o segmento da engenharia que vão atuar e se aprofundar. Com duração de 5 anos, o estudante permanecerá em sala e aula em período integral - somando 4.620 horas.

O processo de seleção para a primeira turma começou em outubro do ano passado. Os inscritos fizeram um exercício de aptidão lógica online e uma prova presencial de expressão. A nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) também contou para a seleção dos estudantes.

Histórico
O Isitec foi criado em 2011 e credenciado pelo Ministério da Educação (MEC) em 2013. A instituição tem como entidade mantenedora o SEESP e conta com o apoio da FNE.

A ideia do curso surgiu da necessidade de se formar profissionais aptos a empreender e buscar soluções para a indústria brasileira e foi desenvolvida durante os debates do "Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento" – projeto articulado pela FNE e seus sindicatos afiliados e por entidades como a Confederação Nacional da Indústria (CNI).



Imprensa SEESP
Com informações da Ascom do MCTI


(matéria atualizada às 13h48 em 27/1/15)



Lido 2870 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda