GRCS

Notícias do Núcleo Jovem Engenheiro

O Núcleo Jovem Engenheiro do SEESP realizou, nos dias 7, 14 e 21 de abril, o curso “Liderança e gestão de pessoas na engenharia”. “Trabalhamos temas que envolvem competências de um líder, comunicação, feedback, tomada de decisão, avaliação situacional, dentre outros”, disse a especialista e professora Alexandra Justo.

 

 Ela explica que é impossível trabalhar essa liderança e gestão “se não pensarmos em nossas empresas e instituições de forma estratégica, considerando também a realidade econômica e social em que estão inseridas”. Para tanto, relata, “nesse curso apresentamos as premissas da liderança, administração estratégica e algumas rotinas da área de gestão de pessoal, como as informações da rotina trabalhista e as vinculadas ao e-Social – novo Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas”.

 

 Segundo Justo, é impossível tratar liderança e trabalho em equipe sem abordar a temática da diversidade, como, por exemplo, geracional e tantas outras. “Temos que atentar à inclusão das diversas idades e experiências no cenário de trabalho, assim como das pessoas com deficiência”, acrescenta. E conclui: “O que se coloca é como um gestor engenheiro consegue incluir todas essas demandas, trazendo as características principais de cada pessoa e que somam ao ganho em equipe e ao resultado da empresa, demonstrando vantagem competitiva.”


Foto: Lucas Gabriel Batista Alves
SIte 515 EngXXI CursoGestãoLiderançaPrimeira turma do curso "Liderança e gestão de pessoas na engenharia", no sindicato.

 

Outro ponto relevante do curso, conforme a especialista, foi “a aplicação de algumas ferramentas de coaching para que os próprios profissionais se enxergassem e pudessem avaliar como está seu perfil enquanto líderes, como são seus processos de comunicação e relacionamentos com os outros pares”. Também foi tratada a inteligência emocional que o engenheiro pode se valer como facilitador em seu papel de líder gestor.

 

A primeira turma, informa a coordenadora do Núcleo Jovem Engenheiro, Marcellie Dessimoni, contou com perfis diferentes, o que gerou uma boa dinâmica nos encontros que foram realizados na sede do sindicato, em São Paulo. “Tivemos aqui com a gente estudantes e engenheiros já no mercado de trabalho, da Capital e do Interior de São Paulo.”

 

Oportunidades na engenharia

Vagas para estágio nas áreas de logística e tecnologia

 

A MRS, operadora logística que administra uma malha ferroviária de 1.643km nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, está com inscrições abertas para o novo ciclo do seu Programa de Estágio 2018/2019. Há vagas abertas para os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Na área de engenharia são as seguintes modalidades: civil, de controle e automação; de materiais; de produção; elétrica; mecânica e mecatrônica. Podem participar estudantes de nível superior e técnico com previsão de formatura entre julho e dezembro de 2020. Inscrições até 20 de maio.

 

 Já a Henkel, líder global em marcas e tecnologias, está com processo seletivo para estágio a estudantes do penúltimo ano em qualquer área da engenharia até 31 de maio. As vagas são para atuação na Capital e em outras três cidades paulistas (Jundiaí, Itapevi e Diadema).

 

 

Fazendo diferente

Startup e consultoria na vida do jovem engenheiro

 

Em agosto de 2016, os engenheiros Renan Galvão Silva e Renato Morettini criaram a startup Modo de casas pré-fabricadas. Como consta da apresentação do site (http://www.modoit.com.br/), a proposta traz “um novo conceito de morar, não mais de construir, mas de montar e desmontar uma casa, flexível, que se adequa sempre às suas necessidades”. A ideia, conta Silva, surgiu dos vários trabalhos que ambos desenvolveram em empresas de construção civil. “Víamos como o setor segue os mesmos padrões e erros em diversos ambientes. Isso nos motivou a montar essa startup para eliminar esses problemas, que vão desde a execução do trabalho até o desperdício de material.”

 

 Aos 24 anos de idade, Silva tem ainda uma empresa de consultoria na parte de Building Information Modeling (BIM) – processo que possibilita representação virtual de características de uma edificação ou qualquer construção, por todo o seu ciclo de vida. “Para mim tem sido vantajoso exercer a profissão assim, porque aprendo com projetos e empresas diferentes”, destaca.

 

Comunicação SEESP*

 

A engenheira Jéssica Trindade, que atua no Núcleo Jovem Engenheiro do SEESP, é a nova integrante do Conselho Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Cades), para o mandado 2018-2020. Trindade foi eleita com 34% dos votos, e teve a posse em cerimônia realizada pela Prefeitura Regional do Itaim Paulista, em conjunto com a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente, no último dia 18.

Em seu discurso, a jovem profissional ressaltou o importante trabalho do SEESP, por meio do núcleo, na elaboração do projeto Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento – Itaim Paulista. Ela destacou a relevância da iniciativa para o bairro, que carece de políticas públicas de qualidade. Trindade mencionou, como fonte primordial para que o poder público, junto à sociedade civil, alcance as metas estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU), até 2030, o documento Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

“Irei me empenhar para desenvolver um papel eficiente e responsável, buscando trabalhar a educação ambiental nas escolas públicas do bairro, a zeladoria dos parques da região, e enviar as demandas dos moradores à prefeitura regional”, atestou a nova conselheira. E finalizou salientando a responsabilidade do Cades, e da PMSP, “para que juntos possamos trabalhar a sustentabilidade em todas as suas formas”.

 

Foto: Núcleo Jovem Engenheiro
850 JéssicaJovemEng 180418
O prefeito regional, José Denycio Pontes Agostinho, a diretora técnica de gerenciamento do Cades, Rute Cremonini de Melo e a engenheira do Núcleo Jovem, Jéssica Trindade na posse dos conselheiros.

 

 

 

 

*Com informações do Núcleo Jovem Engenheiro

 

 

 

 

Oportunidades na Engenharia


A MRS, operadora logística que administra uma malha ferroviária de 1.643 km nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, está com inscrições abertas para o novo ciclo do seu Programa de Estágio 2018/19. Há vagas abertas para os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. As inscrições podem ser feitas até 20 de maio próximo e podem participar estudantes de nível superior e técnico com previsão de formatura entre julho e dezembro de 2020. Inscrição em https://goo.gl/DfFn3u. Especificamente na área de engenharia são as seguintes modalidades: Civil, de Controle e Automação; de Materiais; de Produção; Elétrica; Mecânica e Mecatrônica.

 

Já a Henkel, líder global em marcas e tecnologias, está com o processo seletivo para estágio para estudantes do penúltimo ano em qualquer área da engenharia, até 31 de maio em https://goo.gl/R3qwF7. As vagas são para quatro cidades paulistas – São Paulo, Jundiaí, Itapevi e Diadema.

CPMO EstágioCPMO abre vagas para estagiários na área de engenharia agronômica.

O Centro de Pesquisa Mokiti Okada (CPMO), localizado em Ipeúna (SP), abre o Edital do Programa de Estágio Supervisionado. As atividades iniciam no segundo semestre de 2018. As vagas disponíveis são para estudantes de graduação em Agronomia, Agroecologia, Biologia, Veterinária e Zootecnia interessados em adquirir experiência profissional em tecnologias sustentáveis. O candidato deve enviar o currículo para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., conforme o modelo padrão do CPMO, que consta no site: www.cpmo.org.br, até 4 de junho próximo. O estágio tem início em 1º de agosto.

 

O processo de seleção, o período de estágio, a remuneração, os benefícios oferecidos e as atividades a serem desenvolvidas estão disponíveis no edital em https://goo.gl/wPa2qF. Mais informações em www.cpmo.org.br ou junto à Secretaria de Apoio à Pesquisa do CPMO pelo telefone (19) 3576-1588 ramal 206.

 

 

 

Oportunidades na Engenharia

Jovens TalentosIlustração captada no Pixabay.

 

A Minerva Foods abriu dez vagas, no seu Programa Trainee 2018, para estudantes das engenharias de Produção, Alimentos, Mecânica e Elétrica. A empresa é do setor de alimentos.

>> Confira todas as informações sobre essa vaga e inscrição aqui

 

O Programa Jovens Profissionais Bunge 2018 está com seleção aberta, até 20 de abril. Ao todo são 18 vagas distribuídas em diversos estados onde a companhia possui unidades. Há a necessidade de total mobilidade de residir em diferentes localidades, pois a alocação será decidida posteriormente. Para participar do processo seletivo é necessário os seguintes pré-requisitos: ter até dois anos de formado ou estar cursando o último semestre das engenharias Agronômica, Agrícola, de Produção, Mecânica, Química, de Automação; domínio do idioma inglês e Espanhol (desejável).

 

>> Confira outras informações e inscrição aqui

 

A Timac Agro, fabricante e comercializante de fertilizantes de alta tecnologia, tem o seu programa de trainee “Safra de Talentos” com inscrições abertas até 17 de maio próximo. Pré-requisito: profissionais formados entre junho 2015 e junho 2018, com graduação em Agronomia; mobilidade e fluência em segundo idioma desejáveis.

 

>> Confira a oportunidade aqui

 

 

Oportunidades na Engenharia

A empresa de comésticos brasileira Natura está lançando um programa de aceleração de startups, dentro de seu programa iniciado em 2016. A iniciativa tem parceria com a Cesar, centro privado de inovação que cria produtos, serviços e negócios com Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). A empresa tem como propósito  fomentar a cultura inovadora e incentivar o empreendedorismo e o ecossistema de startups envolvidos com a Natura. As inscrições serão recebidas no portal www.natura.com.br/startups até o dia 31 de maio. 

Na chamada pública para participação, as startups terão que propor soluções para desafios estratégicos da Natura, já mapeados para o programa e comunicados no portal.  “A Natura acredita que é fundamental se manter na vanguarda tecnológica, com inovação disruptiva que traga transformações para o negócio, como a possibilidade de fornecer instrumentos para que nossas Consultoras de Beleza Natura recomendem produtos de forma cada vez mais personalizada, pelo uso de dados, um dos desafios que estamos propondo para as empresas participantes do processo seletivo do Programa”, explica Erasmo Toledo, vice-presidente de venda direta da empresa. 

As startups pré-selecionadas passarão por um Comitê de Investimentos, realizado em parceria com o Cesar.Labs -  programa de aceleração de empresas do centro -, no qual serão avaliados as necessidades das empresas selecionadas e o aporte de recursos financeiros, em parceria com investidores-anjo. A partir da assinatura do contrato, serão nove meses de aceleração, no qual a Natura irá contribuir para o desenvolvimento dessas empresas por meio da proposição de desafios, apoio e execução do programa e mentorias com executivos ao longo da duração do programa.  Ao fim do ciclo, as startups poderão ser contratadas pela Natura como parceiras.

 

Oportunidades na Engenharia

 

O setor de Oportunidades na Engenharia compilou, em mais de 60 editais de concursos públicos que estão em processo de inscrição aberto, vagas para os profissionais da área representada pelo SEESP. Levou-se em conta nessa seleção, principalmente, o respeito ao piso salarial da categoria, estabelecido pela Lei 4.950-A/66. Disponibilizamos, a seguir, de forma prática e objetiva as informações das vagas com link para o edital.

** Região Sul e Sudeste

Rio de Janeiro
Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região

concurso trt rjSão 16 vagas de nível médio e superior. Há oportunidades para analista judiciário nas áreas jurídica, na especialidade oficial de justiça, área administrativa, na área de engenharia e de psicologia. O salário máximo pode chegar a R$ 15.164,03. As inscrições devem ser feitas até 19 de abril pelo site do Instituto AOCP.

>> Edital na íntegra

Cargo - Analista Judiciário - Área Apoio Especializado – Especialidade: Engenharia Civil

Atribuições: Elaborar projetos relativos a construção, conservação e reforma dos prédios do Tribunal; acompanhar e fiscalizar obras e serviços; realizar exames técnicos de expedientes relativos a execução de obras; prestar assistência em assuntos técnicos relacionados a projetos de obras de instalações prediais e de estruturas; executar desenho técnico; emitir pareceres técnicos e elaborar especificações técnicas e relatórios sobre assuntos relativos à sua área de atuação; acompanhar a manutenção de instalações hidráulicas dos prédios do Tribunal; acompanhar manutenção de instalações elétricas de baixa tensão; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Cargo - Analista Judiciário - Área Apoio Especializado – Especialidade: Engenharia Elétrica

Atribuições: Elaborar projetos relativos a construção, conservação e reforma dos prédios do Tribunal; acompanhar e fiscalizar obras e serviços; realizar exames técnicos de expedientes relativos a execução de obras; prestar assistência em assuntos técnicos relacionados a projetos de obras de instalações prediais e de estruturas; executar desenho técnico; emitir pareceres técnicos e elaborar especificações técnicas e relatórios sobre assuntos relativos à sua área de atuação; acompanhar a manutenção das centrais e aparelhos de ar condicionado e das instalações elétricas dos prédios do Tribunal; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Cargo - Analista Judiciário - Área Apoio Especializado – Especialidade: Engenharia Mecânica

Atribuições: Elaborar projetos relativos à construção, conservação e reforma de estruturas e equipamentos componentes ou complementares das edificações do Tribunal; acompanhar e fiscalizar obras e serviços relativos a esses sistemas; realizar exames técnicos de expedientes relativos à execução de obras ou montagem de sistemas mecânicos; prestar assistência em assuntos técnicos relacionados a obras que contenham ou interfiram em equipamentos e estruturas mecânicas; executar desenho técnico de sistemas e equipamentos mecânicos; emitir pareceres técnicos e elaborar especificações técnicas e relatórios sobre assuntos relativos à sua área de atuação; acompanhar a manutenção preventiva e corretiva de estruturas e equipamentos hidráulicos e mecânicos dos prédios do Tribunal; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Paraná
Prefeitura de Goioxim

Na área são duas vagas ao todo, uma para engenheiro agrônomo e outro para civil, com jornada semanal, respectivamente, de 30 horas e 20 horas. Inscrições: até 19 de abril no site do Instituto Saber.

>> Edital na íntegra

** Norte e Nordeste

Sergipe
Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado

São 13 vagas para nível superior, o que inclui a engenharia, para trabalhar como especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental. Jornada semanal de 30 horas e salário inicial de R$ 7.714,29. Inscrições até 8 de maio pelo site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

>> Edital na íntegra

Maranhão
Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap)

Emap ItaquiSão 18 vagas ao todo (ampla concorrência, pessoas com deficiência e negros) para o cargo de especialista portuário com formação em Engenharia Civil; e 15 vagas totais para especialista portuário com formação em Engenharia Mecânica. Salário inicial para ambos os cargos de R$ 8.586,00. Inscrições até 9 de maio pelo site Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe), da Universidade de Brasília (UnB).

>> Edital da íntegra

Cargo – Especialista portuário – Engenharia civil
Descrição sumária das atividades: atuar na fiscalização, implantação e controle de obras; elaborar e monitorar o planejamento de obras; elaborar e liberar medições; desenvolver as atividades de elaboração de projetos conceitual, básico e executivo de Engenharia e seus complementares; acompanhar e monitorar os projetos de engenharia; elaborar orçamento de obras e realizar outras atribuições correlatas ao cargo.

Cargo – Especialista portuário – Engenharia mecânica
Descrição suma das atividades: fiscalizar e acompanhar as atividades de manutenção mecânica, monitorando a realização das manutenções corretivas e preventivas; atuar no planejamento, fiscalização, implantação e controle de serviços de manutenção; elaborar e liberar medições; desenvolver as atividades de elaboração de projetos conceitual, básico e executivo de manutenção mecânica e seus complementos; elaborar orçamento de serviços de manutenção e realizar outras atribuições correlatas ao cargo.

 

 

 

Comunicação SEESP*

O Núcleo Jovem Engenheiro do SEESP participou, no dia 18 último, da 25ª Semana de Engenharia, Arquitetura e Tecnologia da Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens). Estiveram presentes também a presidente e o diretor da delegacia sindical do SEESP em Sorocaba, Fátima Aparecida Blockwitz e Ronie Lefloch Barbosa respectivamente.

A coordenadora do núcleo jovem, Marcellie Dessimoni, falou em palestra aos estudantes sobre os desafios dos engenheiros frente às exigências do mercado de trabalho; informou também sobre a legislação profissional, direitos e deveres, e abordou o papel das entidades de classe, conselhos e associações, motivando a participação e contribuição dos alunos a essas instituições.

 

Foto: Núcleo Jovem Engenheiro
JovemEngSorocaba 1
Dessimoni destacou a importância do sindicato aos estudantes da Facens.

 

Dessimoni conclui sua fala incentivando a criação de um núcleo jovem na região, para que os universitários possam, conforme ela exemplificou, “obter experiências e propor ideias e soluções aos problemas da sociedade”. Blockwitz falou aos jovens sobre visão de sindicato e a importância da união em prol da defesa da categoria, e colocou-se a disposição para atendê-los.

“Agradecemos a Facens pela oportunidade e pelo convite de expor as ações, projetos e programas que o SEESP vem desenvolvendo ao longo dos anos, visando contribuir com o profissional e com a sociedade”, aprovou Dessimoni.

 

 

*Com informações do Núcleo Jovem Engenheiro

 

 

 

 

Oportunidades na Engenharia*

Empreendedores têm até 30 de abril  próximo (segunda-feira) para inscrever projetos de monitoramento, controle e análise de dados em tempo real para a área de óleo e gás na chamada da Shell no Edital de Inovação para a Indústria. Cada selecionado vai receber até R$ 830 mil para desenvolver a ideia até o estágio de prova de conceito. As propostas podem ser apresentadas por startups, micro e pequenas empresas (MPE) e microempreendedores individuais (MEI) no site do Edital de Inovação.

As empresas não precisam ser, necessariamente, da área de óleo e gás, mas devem apresentar competências que as permitam desenvolver soluções para o segmento, em conjunto com a Shell e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

As propostas inscritas passarão por uma primeira fase de seleção, da qual serão escolhidas até 20 startups, MEI, micro ou pequenas empresas que receberão treinamento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para que passem pela etapa final. No dia 21 de junho, no Rio de Janeiro, os selecionados terão a oportunidade de defender presencialmente seu projeto, durante cinco minutos, em inglês, a uma banca formada por especialistas globais da Shell e dos Institutos Senai de Inovação.

Ao final do processo, serão escolhidas até três propostas, com investimento total de até R$ 2,5 milhões. Os projetos serão desenvolvidos, durante 12 meses, em conjunto com a rede de Institutos Senai de Inovação. Ao final desse prazo, a Shell vai definir se irá incluí-los no seu portfólio de tecnologia para continuidade do desenvolvimento.

Para a coordenadora do Núcleo Jovem Engenheiro do SEESP, a engenharia ambiental e sanitarista Marcellie Dessimoni, “eventos e competições como essas estimulam e abrem espaço para os jovens da nossa área, principalmente. Mas é um campo que pode e deve ser explorado por todos os profissionais da engenharia.”


* Com informações da Agência de Notícias da CNI


Comunicação SEESP*

A Delegacia Sindical de Campinas firmou convênio com o Instituto Brasileiro de Educação Continuada (Inbec), que está com inscrições abertas para a pós-graduação lato-senso em Engenharia Geotécnica, Fundações e Obras de Terra, em Campinas, no interior de São Paulo. Para associados SEESP, o desconto na matrícula (R$ 295) é de 30% e na mensalidade é de 10%, concedidos para o profissional que pagar até a data do vencimento (sempre no dia 10).

 

Engenharia Geotecnica Inbec home


Com carga horária de 400 horas, totalizando 20 meses, as aulas ocorrerão sempre em um final de semana no mês - sexta, das 18h às 23h, sábado das 8h às 19h e domingo das 8h às 13h. O início está previsto para 1º de junho. A equipe de professores é composta por pós-doutores, doutores e mestres, com coordenação d
o professor Marcos Fábio Porto de Aguiar, doutor em Geotecnia pela COPPE/UFRJ, mestre em Infraestrutura, pela Universidade de Hannover, na Alemanha.
O certificado é emitido pela Universidade Paulista (Unip). 

Além de capacitar e desenvolver habilidades e conhecimentos no setor,ligado diretamente à Engenharia Civil, para atuação em empresas privadas e órgãos públicos, o objetivo do curso é desenvolver o senso crítico e conhecimento necessário para análise de problemas em fundações e obras de terra.


A formação é voltada para engenheiros, mas também para geólogos, geógrafos, gerentes, executivos e profissionais graduados que atuam com infraestrutura.

Para efetuar a inscrição, é preciso preencher um formulário, acompanhado de: diploma de curso superior, histórico da graduação, carteira de identidade e CPF, certidão de nascimento ou casamento, curriculum vitae, 2 fotos 3x4, pagamento da taxa de Inscrição, assinatura de contrato educacional. Os diplomas expedidos por instituições estrangeiras serão aceitos somente após a respectiva convalidação por universidade pública autorizada.

O Inbec Campinas está localizado na Avenida Orosimbo Maia, 360, sala 414, Vila Itapura. Mais informações pelo telefone (19) 3368-0170, Celular/Whatsapp (19) 98254-0836 ou email
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .



Agência Fapesp

Duas oportunidades de pós-doutorado com bolsa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) estão disponíveis na Universidade Federal de São Carlos (UFScar) para o Projeto Temático “Da Fábrica Celular à Biorrefinaria Integrada Biodiesel-Bioetanol: uma Abordagem Sistêmica Aplicada a Problemas Complexos em Micro e Macroescalas”, que integra o programa Bioen-Fapesp. O coordenador do projeto é o professor Roberto de Campos Giordano. O prazo de inscrição termina em 6 de abril de 2018.

Uma das vagas tem como tema “Produção, Caracterização e Aplicação de Nanocelulose Integrada à Biorrefinaria Biodiesel-Bioetanol”. O pós-doutorando desenvolverá protocolos para obtenção de nanocelulose por meio de rota enzimática em combinação com rotas químicas e/ou mecânicas. Também participará de atividades como aplicação de nanomateriais para obtenção de novos produtos na linha de embalagens, suportes catalíticos e/ou filtros.

Os candidatos devem ter experiência em: processos químicos/bioquímicos/mecânicos de obtenção e extração de nanoceluloses; técnicas de caracterização físico-química de nanomateriais (difração de raio X, espectroscopia, microscopias eletrônicas e análises térmicas); processamento de compósitos poliméricos (extrusão, injeção,solution blow spinning e/ou eletrospinning); e aplicação de nanomateriais para desenvolvimento de novos produtos.

As inscrições devem ser feitas por e-mail para a professora supervisora da oportunidade, Cristiane Sanchez Farinas (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.), incluindo currículo resumido em formato pdf. O título do e-mail deve incluir o texto “PD - Nanocelulose 01-2018”.

A segunda vaga tem como tema “Avaliação e Otimização de Reator de Fluxo em Vórtices na Produção Enzimática de Biodiesel”. O pós-doutorando trabalhará em atividades como modificação química de superfícies (proteínas e suportes sólidos) e avaliação e otimização de reator de fluxo em vórtices para produção de biodiesel em sistemas aquoso/orgânico.

O programa de pesquisa requer que os candidatos comprovem experiência em tecnologia enzimática, sendo desejável experiência em técnicas de imobilização/estabilização de enzimas, cinética e catálise em reatores heterogêneos, operação de reatores enzimáticos e técnicas analíticas (HPLC, GC, espectroscopia de massas, eletroforese, espectrofotometria etc.).

Os candidatos devem enviar e-mail com currículo resumido para o professor supervisor da vaga, Paulo Waldir Tardiolli (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.). Mais informações sobre as vagas em www.fapesp.br/oportunidades/1975 e www.fapesp.br/oportunidades/1976.

As vagas estão abertas a brasileiros e estrangeiros. Os selecionados receberão Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.174,80 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa. Mais informações sobre a bolsa de Pós-Doutorado da Fapesp estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

 

Comunicação SEESP

O Núcleo Jovem Engenheiro do SEESP vai promover um minicurso de capacitação para profissionais e estudantes da área sobre “Liderança e gestão de pessoas na engenharia”, nos dias 7, 14 e 21 de abril próximo, das 8h às 16h. As inscrições devem ser feita até o dia 2 – aqui.

A coordenadora do núcleo, Marcellie Dessimoni, explica que a atividade está sendo pensada a partir dos impactos do progresso tecnológico, com a inteligência artificial, a automação, a chamada revolução 4.0. “Esses novos saberes exigem profissionais cada vez mais preparados para assumir papéis de liderança”, salienta. Para ela, tal cenário, apesar de altamente tecnológico, também tem interface com o desenvolvimento de habilidades humanas, como gestão de equipes, comunicação eficiente, administração estratégica, entre outras.

Com essa preocupação é que o núcleo lança esse primeiro curso, com carga total de 21 horas, durante três sábados no mês de abril, com emissão de certificado ao final. “O desafio dos engenheiros diante de tantas mudanças, inovações e a produtividade cada vez mais elevada é ainda maior e requer um papel eficaz na liderança de equipes que traga mais resultados às corporações”, destaca Dessimoni.

As inscrições são limitadas e devem ser feitas até 2 de abril. Profissionais e estudantes associados ao SEESP pagam R$ 80,00; público em geral, R$ 160,00. O curso será na sede do sindicato, na capital paulista (Rua Genebra, 25, Bela Vista).

>> Mais informações e inscrições aqui

 

Da Agência FespSP

Fruto do Projeto de Territórios de Interesse da Cultural da Paisagem/TICP, o Território Cultural da Consolação – no qual instituições, movimentos sociais, Ongs e sociedade são partes integrantes – emergiu o curso de extensão “A cidade como experiência: território nômade”.

Ele será oferecido pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FespSP) e pela Escola da Cidade, propondo um canal inédito de colaboração entre instituições de Ensino que pertencem ao território, refletindo sobre questões relacionadas à cidade. Articulando ideias advindas da Arte, História da Cultura Arquitetura, Urbanismo e Ciências Sociais.

No total serão 32h/aula divididas em oito encontros com início em 7 de abril, aos sábados, pela manhã, ministradas nas duas instituições. A ideia é unir a teoria com a prática, permitindo diferentes leituras e linguagens sobre relações entre: sujeitos, bens culturais, espaço público, educação, história, patrimônios materiais e imateriais.

Mais informação e inscrição em https://goo.gl/nN9ugR. Local das aulas, confira em https://goo.gl/nN9ugR.

 

Comunicação SEESP*

No dia 13 de março, o diretor do SEESP Gley Rosa realizou uma palestra para os engenheiros do nono semestre da Universidade de Guarulhos (UNG), a convite do coordenador do curso de Engenharia Civil, professor Cláudio Ferreira. Ele explanou sobre atualização dos requisitos e formas de acesso ao mercado de trabalho, orientação sobre oportunidades e benefícios oferecidos pelo sindicato, assim como o registro junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) e a emissão da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).

Foto: Núcleo Jovem Engenheiro
Diretor Gley Rosa faz palestra na UNG.

Rosa, que também é conselheiro do Crea-SP, ficou satisfeito em identificar nos alunos da UNG atitudes responsáveis, empenho e participação, bem como o interesse do coordenador na formação de um Núcleo Jovem Engenheiro, a exemplo do constituído pelo sindicato em 2015, na universidade. Sem dúvida será um diferencial no desenvolvimento dos estudantes e da cidade de Guarulhos.

* Com informações do Núcleo Jovem Engenheiro do SEESP

 

agenda