logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

Editorial - Mais um ano de luta

Avalie este item
(0 votos)

    Em 21 de setembro, o Sindicato dos Engenheiros completou 74 anos de vida, comemorados em uma belíssima festa de confraternização da categoria no dia 19. Cerca de mil convidados, entre associados, dirigentes, colaboradores e autoridades, reuniram-se para celebrar uma história de luta em defesa dos profissionais e da tecnologia nacional, repleta de conquistas e desafios, sempre superados com união e mobilização.
     Ano após ano, o SEESP vem, de forma determinada, trabalhando para garantir os direitos e ampliar as conquistas dos cerca de 100 mil engenheiros abrangidos por dezenas de acordos e convenções coletivas. Também se dedica a prestar bons serviços aos seus filiados, que já se aproximam dos 50 mil. Esses contam com o atendimento da área de Oportunidades e Desenvolvimento Profissional, o Plano de Saúde do Engenheiro, o SEESPPrev, o fundo de pensão dos engenheiros, além de inúmeros convênios nas áreas de saúde, educação, lazer, turismo etc.
     Numa terceira e também essencial frente de atuação, a entidade tem militado de maneira efetiva pela melhoria das condições de vida da população brasileira, o que, no nosso entendimento, passa pela retomada do crescimento econômico, única forma de garantir os empregos e oportunidades necessárias aos jovens que entram no mercado de trabalho e que, por duas décadas, enfrentaram um cenário de incertezas e falta de perspectivas. Tal esforço se deu pelo engajamento inequívoco do SEESP ao projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, lançado em 2006 pela FNE (Federação Nacional dos Engenheiros), que hoje já consideramos absolutamente bem-sucedido. E essa é sem dúvida uma das razões essenciais para que este aniversário seja comemorado com sabor de vitória.
     Nascido da compreensão de que sem crescimento, obras e avanço não há espaço para o engenheiro na sociedade, o “Cresce Brasil” é, por outro lado, uma iniciativa generosa, que visa beneficiar as maiorias historicamente excluídas e dar chance de atuar a quem tem compromisso com o País e não simplesmente com a banca internacional. Daí a proposta – que em 2006 parecia excessivamente ousada – de 6% ao ano de expansão do PIB (Produto Interno Bruto), com investimentos em infra-estrutura e redução de juros. Semeado com cuidado e cultivado com zelo, o projeto repercutiu na sociedade, inclusive junto ao Governo Federal, e já gera frutos, pois não resta dúvida que a voz dos engenheiros foi fundamental para dar força ao coro que pedia uma mudança de rumos no País.
     Assim, o bom desempenho da economia, que nos garante inclusive melhores condições para enfrentar a crise internacional, traz a sensação de dever cumprido ao SEESP e renova nossa garra para continuar lutando por um futuro melhor, para nossa categoria e para todos os trabalhadores. Ao completar mais um ano de realizações, preparamo-nos para mais um período de muito trabalho e vitórias, ainda que haja dificuldades pelo caminho.

Eng. Murilo Celso de Campos Pinheiro
Presidente

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda