GRCS

21/06/2012

Paulistano gasta até 4 horas por dia no trajeto casa-trabalho

Quem usa transporte público em São Paulo gasta até quatro horas por dia para ir ao trabalho e voltar para casa. A informação é da gerente-executiva da ANPTrilhos (Associação Nacional dos Transportes sobre Trilhos), Roberta Marchesi, que participou, na terça-feira (19/06), de audiência pública da Comissão de Desenvolvimento Urbano sobre as greves no transporte público do País. “O tempo que muitos brasileiros gastam no trajeto casa-trabalho é desumano”, declarou.

Segundo a dirigente, a solução para o problema está, em parte, no investimento em transporte de alta capacidade, como o metrô. “Dados do Ipea [Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada] de 2005 revelam que o transporte individual representava 49% da nossa matriz, o que gera o aumento da poluição e dos congestionamentos. É necessário mudar esse quadro”, destacou.

Outro estudo citado por Roberta mostra que, nas 20 maiores cidades do mundo, muita gente trabalharia mais se gastasse menos tempo no trajeto casa-trabalho. Em São Paulo, 14% dos pesquisados afirmaram estar dispostos a trabalhar mais; em Nova Deli, o número chegou a 40% da população.

 

Imprensa – SEESP
* Informação da Agência Câmara

 

Leia também
Transporte coletivo é o caminho para a mobilidade urbana
Brasil precisa de transporte público de qualidade
Jurandir Fernandes: "O metrô de São Paulo não está em colapso"
Valorizar os engenheiros brasileiros
Brasil está na contramão da mobilidade urbana
“Cidades podem parar em 2020”, alerta presidente da NTU
Brasil está aprendendo a valorizar transporte sobre trilhos
Mobilidade Urbana no contexto do Plano Estratégico SP2040


Lido 2106 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda