GRCS

24/05/2012

Conheça o terceiro balanço das obras da Copa do Mundo

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, apresentou, na quarta-feira (23/05), o 3º Balanço da Copa, destacando o esforço de preparação para realizar a Copa do Mundo de 2014 como nacional. Destacou, ainda, que o documento sobre a atualização das obras referentes ao Mundial é um trabalho coletivo que envolve os governos municipais, estaduais e os diversos ministérios.

* Leia aqui o 3º Balanço das Ações do Governo para a Copa 2014

O ministro observa que o evento é uma grande oportunidade para o desenvolvimento do Brasil. “Nesse aspecto, a Copa já é uma realidade no Brasil, e já gerou 300 mil empregos e ainda vai gerar outros 300 mil temporários. E também será uma grande oportunidade para os estados. Tínhamos, em dezembro de 2010, 20 obras; no segundo balanço, em setembro de 2011, 34 obras; e agora temos 60. A maioria dos empreendimentos será entregue em 2013, o que antecipa o legado para as cidades-sede do Mundial”, disse.

Avanços

Desde setembro de 2011, quando o Governo Federal apresentou o último balanço dos preparativos para o evento da Fifa, houve aumento de 76% do número de obras em andamento. Hoje, 60 intervenções acontecem nas 12 cidades-sede. O balanço mostra ainda que o volume de investimentos previstos – R$ 27,1 bilhões – permanece o mesmo.

As construções ou reformas dos 12 estádios seguem dentro do cronograma previsto, tanto para atender os jogos da Copa das Confederações, no próximo ano, como da Copa do Mundo, em 2014. As obras de mobilidade urbana e infraestrutura aeroportuária avançaram e vão se configurar como legado importante para a sociedade brasileira.

Os dados apresentados no balanço se referem a abril de 2012, quando foi finalizada a rodada de verificação com as 12 cidades-sede.

Obras por setor

Estádios

As obras dos 12 estádios estão dentro do cronograma estabelecido, e empregam 19.043 trabalhadores. Fortaleza, Salvador, Brasília e Belo Horizonte já ultrapassaram 50% de realização dos empreendimentos. Todas as arenas que têm financiamento contratado com o BNDES já receberam recursos do banco – os desembolsos somam mais de R$ 1 bilhão.

Aeroportos

Dez dos 13 aeroportos considerados prioritários para a Copa já estão com obras em andamento. Cinco já foram entregues (uma em Cuiabá, uma em Porto Alegre, duas em São Paulo e uma em Campinas). A entrega de 26 dos 31 empreendimentos tem previsão para 2013, e cinco deles para o primeiro semestre de 2014.

Mobilidade urbana

Nove das 12 cidades-sede estão com obras de mobilidade urbana em andamento. São, ao todo, 51 empreendimentos, que contam com financiamento do governo federal e cuja execução é de responsabilidade dos municípios ou governos estaduais. Desse conjunto, 28 empreendimentos (55%) estão em obras e sete (14%) com a licitação concluída. A maior parte dos projetos – 41, ou 81% - ficará pronta até o segundo semestre de 2013; e dez devem ser entregues no primeiro semestre de 2014.

Portos

As intervenções já começaram nos portos de Fortaleza, Recife, Natal e Salvador. Em Santos e Rio de Janeiro, o processo está na fase de licitação. A de Manaus ainda está em elaboração de projeto.

 

Imprensa – SEESP
* Com informação do Ministério do Esporte

 

Leia também
* FNE promove seminário sobre a Copa 2014, no dia 30, em Manaus
* Copa 2014 terá obras concluídas no prazo, diz consultor da FNE
* Engenheiros aprovam Carta de Manaus
* 
FNE fará acompanhamento técnico das obras da Copa
* Presidente da FNE afirma que obras da Copa de 2014 em Manaus serão entregues dentro do prazo
* FNE e Ministério do Esporte assinam termo técnico sobre Copa 2014


Lido 1840 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda