logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

18/11/2022

Aprovada fusão dos planos de previdência da Mútua Nacional e SEESP

Comunicação SEESP / Fotos: Rita Casaro

 

Os engenheiros Francisco Almeida e Carlos Vilhena, respectivamente presidente e diretor de Benefícios da Mútua Nacional – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea, participaram nesta quinta-feira (17/11) das reuniões de Diretoria Executiva e Coletiva do SEESP, em formato híbrido, na sede da entidade na Capital e com ampla participação virtual.

 

Reuniões de Diretoria Executiva e Coletiva do SEESP. À mesa, da esq. para a dir., Murilo Pinheiro, Carlos Vilhena, Francisco Almeida, Flávio Brízida e o também diretor do sindicato Edilson Reis. 

O presidente do sindicato, engenheiro Murilo Pinheiro, conduziu as reuniões, com a presença de mais de 100 dirigentes. Eles aprovaram a proposta de fusão dos Planos de Previdência da Mútua e do SEESP apresentada na ocasião, a qual ampliará os benefícios aos milhares de associados e dependentes.

 

Dirigentes do SEESP aprovam fusão dos planos SEESPPrev e Tecnoprev.  

No ensejo, Murilo lembrou que o SEESP foi pioneiro na criação do plano na modalidade instituidor do Brasil há cerca de 20 anos, o SEESPPrev, administrado pela Previ. “A Mútua também criou o seu plano e teve um crescimento importante, com a inclusão de todos os sócios. Conversamos e chegamos à conclusão que seria ótimo uni-los, o que traz redução das taxas e fortalece [a iniciativa]”, completou.

 

Murilo Pinheiro: unir os planos traz redução de taxas e fortalecimento. 

 

Flávio Brízida, diretor do sindicato responsável pela gestão do SEESPPrev, atestou: “O objetivo é o crescimento.” Francisco Almeida, conhecido como Chico Rico, concordou e frisou: “A fusão é uma proposta de Estado, não de governo. Estou aqui junto com o Murilo pensando no benefício dos profissionais. Temos uma responsabilidade.”

 

Francisco Almeida: responsabilidade com a categoria. 

Gerente de Previdência da Mútua, Rodrigo Castilho comemorou: “Considero histórica essa união, para que ofereçam o melhor produto aos seus associados. Um plano de qualidade, com vários benefícios, mantendo todos os direitos e garantias dos que estão associados ao SEESPPrev.” Ele destacou ainda que a fusão será feita sob total fiscalização da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). 

 

Rodrigo Castilho: união histórica.

 

O Tecnoprev

 

O plano da Mútua, denominado Tecnoprev, conta 122 mil participantes ativos, e a meta é triplicar esse número em um ano. O patrimônio é de R$ 315 milhões. Todos os sócios da caixa de assistência são incluídos automaticamente – da anuidade paga, R$ 50,00 são destinados ao Tecnoprev.

 

O Plano de Previdência é administrado pelo BB Previdência, com investimentos e custódia do BB DTVM, em uma parceria de longa data. Engenheiros na carteira do SEESPPrev não precisarão se associar à Mútua nessa fusão e não terão qualquer perda. Pelo contrário, a incorporação ampliará o rol de benefícios. Com taxa zero de carregamento, a contribuição é flexível, a partir de R$ 50,00. Podem ser incluídos no plano de previdência familiares e empregados dos engenheiros.

 

No portal do Tecnoprev (www.tecnoprev.com.br) profissionais têm as informações e atendimento por chat, além da possibilidade de agendar a consultoria presencial e obter todos os esclarecimentos necessários.

 

Os engenheiros que tiverem interesse em participar do Plano de Previdência podem também entrar em contato com o SEESP pelo telefone (11) 3113-2600, ramal 2620, ou e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

 

Confira aqui a proposta de incorporação apresentada por Rodrigo Carvalho e aprovada na reunião.

 

 

Lido 696 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda