GRCS

01/10/2021

Adeus a Carlos Neder

 

Comunicação SEESP

 

O SEESP lamenta a morte do ex-deputado estadual Carlos Neder aos 67 anos, no dia 25 de setembro último, em função de complicações causadas pela Covid-19 e se solidariza com amigos, companheiros e familiares, entre os quais seu filho, o engenheiro ambiental Eduardo Alves Neder, conselheiro consultivo da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU). Neder estava internado desde o dia 8 de agosto, mas infelizmente não resistiu.

 

O sindicato, ao lado da CNTU e de diversas organizações, se soma a homenagem dos trabalhadores da área de Ciência e Tecnologia a Carlos Neder, que lhe dedicam placa de reconhecimento, lembrança e agradecimento por sua parceria no enfrentamento dos desafios rumo à “construção de dias melhores”.

 

 

A história de Neder é marcada pela atuação junto aos movimentos sociais em defesa do segmento, dos trabalhadores e das universidades públicas, bem como luta por saúde pública, democracia, justiça social, igualdade, desenvolvimento e direitos humanos.

 

Carlos Neder: parceiro dos profissionais da área de ciência e tecnologia. Foto: Divulgação AlespNascido em Campo Grande (MS) e tendo se mudado para a capital paulista nos anos 1970, formou-se em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP) e obteve o título de mestre em Saúde Pública pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Também era conselheiro consultivo da CNTU.

 

Um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT), ocupou diversos cargos públicos, como vereador por quatro mandatos a partir de 1996 e secretário municipal da Saúde (1990-1992). Na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) foi parlamentar por três mandatos, até 2018, tendo assumido a cadeira pela primeira vez como suplente em exercício no ano de 2005. Nessa Casa apresentou mais de 60 projetos de lei.

 

“Neder, um companheiro eterno. Um exemplo inspirador. Uma causa de todos. Uma perda insubstituível. Uma chama que arde”, homenageia o diretor do SEESP e da CNTU, Allen Habert. Seu legado segue vivo.

 

 

Lido 182 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda