GRCS

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 69

26/08/2016

Setenta e oito parlamentares são candidatos às eleições de 2016

Levantamento preliminar do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), com as candidaturas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dá conta que 78 parlamentares — deputados e senadores — concorrem a eleição municipal de 2016, número abaixo da média histórica, que é de 89 nomes. Dos que concorrem este ano, 76 são deputados federais, sendo 68 candidatos a prefeito e oito a vice-prefeito, e os dois senadores (Marta Suplicy, em São Paulo; e Marcelo Crivella, no Rio de Janeiro) concorrem ao cargo de prefeito.

A redução do número de candidato, na avaliação do DIAP, decorre basicamente de três fatores: 1) o fim do financiamento empresarial de campanha; 2) o desgaste da imagem dos parlamentares em função das investigações da Operação Lava-Jato; e 3) a difícil situação financeira dos municípios.

Entre os deputados, os partidos com maior número de postulante são o PMDB, com 12, seguido do PT, com nove, e do PSDB, com oito candidatos. O PCdoB está na disputa com seis deputados, enquanto PSB, PTB, PRB e PR, com cinco cada. O PSOL tem quatro candidatos e DEM e PSD, três. PP, PPS, SD, PDT e REDE com dois e PSC, PTdoB, PROS e PHS com apenas um candidato cada. Por região registra-se que cerca de metade (39) das candidaturas se concentra na região sudeste, seguida pela região nordeste (24), norte (6), sul (6) e centro-oeste (3).

Capitais
As prefeituras do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte são as mais disputadas, sendo cinco congressistas concorrentes em cada. No Rio de Janeiro disputam o senador Marcelo Crivella (PRB) e os deputados Pedro Paulo (PMDB), Jandira Feghali (PCdoB), Alessandro Molon (REDE), e Índio da Costa (PSD); o deputado Hugo Leal (PSB) é candidato a vice da chapa deste último. Por sua vez, concorrem em Belo Horizonte os deputados Rodrigo Pacheco (PMDB), Reginaldo Lopes (PT), Eros Biondini (PROS), Marcelo Álvaro Antônio (PR) e Luis Tibé (PTdoB). A deputada Jô Moraes (PCdoB) é a candidata a vice-prefeita na chapa de Reginaldo Lopes.

Já a paulistana é disputada por quatro parlamentares: a senadora Marta Suplicy (PMDB) e os deputados Major Olímpio (SD), Luiza Erundina (PSOL) e Celso Russomano (PRB). Além disso, concorrem à vice-prefeitura de São Paulo os deputados Ivan Valente (PSOL), na chapa da deputada Erundina, e Bruno Covas (PSDB), na chapa de João Dória Jr. (PSDB). Em Maceió também se enfrentam quatro parlamentares: Givaldo Carimbão (PHS), Paulão (PT), Cícero Almeida (PMDB) e JHC (PSB).

Em Belém, dois deputados disputam: Éder Mauro, pelo PSD, e Edmilson Rodrigues, pelo PSOL. Em Fortaleza, a disputa conta com a participação dos deputados Ronaldo Martins (PRB) e Luizianne Lins (PT), sendo que o deputado Moroni Torgan (DEM) é candidato a vice na chapa de Roberto Cláudio (PDT). De maneira semelhante, na capital amazonense concorrem os deputados Silas Câmara (PRB) e Hissa Abrahão (PDT), sendo que o deputado Marcos Rotta (PMDB) é candidato a vice na chapa de Arthur Virgílio Neto (PSDB).

Em outras sete capitais haverá candidatura de um deputado. Em Porto Alegre concorre Nelson Marquezan Jr. (PSDB); em Salvador, a deputada Alice Portugal (PCdoB); em Vitória, Lelo Coimbra (PMDB); em São Luis, Eliziane Gama (PPS); em Recife, Daniel Coelho (PSDB); em Goiânia, delegado Waldir (PR); e em Boa Vista, Abel Mesquita (DEM).

Em João Pessoa, por sua vez, nenhum deputado pleiteia a vaga de prefeito, todavia, os deputados Manoel Junior (PMDB) e Wilson Filho (PTB) disputam pela vaga de vice-prefeito; o peemedebista na chapa de Luciano Cartaxo (PSD) e o petebista na de Cida Ramos (PSB).

 

 

Fonte: Site do Diap

 

 

 

 

 

 

 

Lido 1612 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda