GRCS

24/05/2016

Odontologistas e farmacêuticos defendem SUS e trabalhadores da Saúde

O diretor da Federação Interestadual dos Odontologistas (FIO), Welington Mello, coordenou o primeiro dia de trabalhos da 73ª Reunião Ordinária da Mesa Nacional de Negociação Permanente do SUS (MNNP-SUS) realizada nos dias 3 e 4 de maio, em Brasília.

Gestores públicos, prestadores de serviços privados da saúde e entidades sindicais nacionais da saúde debateram o atual momento político que o país vive e as implicações da crise política e financeira para os trabalhadores da Saúde. 

De acordo com Melo, há uma grande preocupação dos trabalhadores da Saúde frente as ameaças representadas por projetos e medidas em discussão no Congresso Nacional e que foram tema tema da mesa “Ameaças da Conjuntura Legislativa para os Trabalhadores da Saúde e a Negociação Coletiva no Setor Público”.  Os temas foram tratados pelos debatedores Antônio Augusto de Queiroz, o Toninho do DIAP, Nelson de Chueri Karan e Lílian Arruda Marques, ambos do Dieese, com grande interesse dos presentes.

De acordo com a FIO, em uma das reuniões com maior número de participantes, a sala ficou pequena para acolher tantas pessoas que queriam participar dos temas em debate nos dois dias de trabalho na Mesa de Trabalho.

O presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e da Fenafar, Ronald Ferreira dos Santos, participou do segundo dia, debatendo "O SUS e a Democracia n os tempos atuais”. Participaram o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde – SGTES, Hêider Aurélio Pinto, e o representante do Dieese Reginaldo Muniz Barreto. No período da tarde, a professora Maria Helena Machado, pesquisadora titular da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz, apresentou os resultados da pesquisa sobre o perfil da Enfermagem no Brasil.

 

 

Fonte: FIO e CNTU

 

 

 

 

 

 

 

Lido 1305 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda