Logos

GRCS

06/06/2019

CET apresenta nova proposta com maior índice de reajuste

Avalie este item
(0 votos)

Comunicação SEESP

 

Em nova rodada de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2019 dos engenheiros da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), realizada na terça-feira, 4/6, a companhia acatou a posição firme do SEESP, em não aceitar índices inferiores à inflação, e apresentou a seguinte proposta:

• reajuste salarial: 4,99% (IPC Fipe) na data-base de 1º de maio; 
• benefícios: reajuste de 4% para vale-alimentação, vale-refeição, auxílio transporte, auxílio creche e auxílio filho especial; 
• PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários) da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET/SP): 0,5% para o SGD (Sistema da Gestão do Desempenho); e
• PPR (Programa de Participação nos Resultados): manutenção do valor pago em 2018.

Como aspecto positivo, a melhora no índice de reajuste e o retorno do percentual para o PCCS, garantindo a manutenção da avaliação de mérito, o que possibilita o crescimento profissional, conforme se caracteriza a especificidade do critério de mérito no plano de carreira.

 

O SEESP já deixou claro que falta melhorar o PCCS, incluindo a carreira de engenharia, para que os engenheiros da CET possam evoluir na sua área de conhecimento.

 

Como aspecto negativo, o fato de que não há qualquer justificativa para que a correção dos benefícios seja abaixo da inflação.

 

A empresa, ainda, pretende avaliar a aplicação do vale-alimentação sobre o 13º salário, questão já discutida anteriormente, sendo uma conquista do trabalhador. Discutir esse item é um retrocesso na qualidade de vida do empregado.

 

Foi proposta, também, em relação à cláusula 20.1 do ACT 2018/2020, a correção da redação do item “Indenização Peculiar” para evitar interpretações equivocadas.

 

A companhia não acatou até o momento nossa solicitação de fornecimento do vale-alimentação e do vale-refeição sem ônus para o empregado.

 

Diante desse quadro, o sindicato solicita aos engenheiros serenidade, mas mobilização no sentido de que não sejam aceitas propostas que retirem direitos ardua­mente conquistados.

 

O SEESP não pode aceitar sacrifícios incompatíveis com o profissionalismo e a dedicação que os engenheiros têm pela empresa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lido 305 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp