Logos

GRCS

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 69

16/12/2015

Engenheiros da Telefônica/Vivo aprovam acordo salarial

Após uma negociação difícil e com ameaça de greve, os engenheiros da Telefônica/Vivo aprovaram a última proposta da empresa para o Acordo Coletivo de Trabalho 2015, em assembleia no dia 11 de dezembro último. Entre outros itens, a categoria terá  reajuste salarial de 7%, retroativo a data-base (1º de setembro), sem limitação de faixa salarial; antecipação de 70%, em 23 de dezembro de 2015, das diferenças salariais (salário-base), retroativas a setembro de 2015; pagamento da segunda parcela do 13º salário, sem reajuste, em 15 de dezembro de 2015; piso salarial de R$ 7.092,00, em conformidade com a lei que estabelece o Salário Mínimo Profissional do engenheiro; reajuste do auxílio-creche/babá em 30,3%, que passa a ser de R$ 505,00; e manutenção das demais cláusulas de caráter social.

O sindicato avalia que o acordo obteve avanços significativos devido à pressão da categoria e à firmeza na mesa de negociação. Entre esses, destaque para a melhora da proposta da empresa em relação ao processo de implantação do Be-Flex (adiado para maio de 2016 com garantia de participação dos sindicatos em comissão de análise e ajuste do mesmo) e própria previsão da comissão empresa/sindicatos de acompanhamento da implantação do Be-Flex; concordância pela empresa de que todos os benefícios negociados serão explicitados no ACT 2015; e inclusão, já no acordo de 2015, da figura do delegado sindical eleito (um para cada diretoria da companhia) em fortalecimento à organização sindical da categoria.

 

 

Imprensa SEESP








Lido 2181 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda