logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

Canteiro

Avalie este item
(0 votos)

Propostas ao novo “Cresce Brasil”

Temas que deverão compor a próxima etapa do projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento – Novos desafios” foram apresentados à diretoria da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) em reunião realizada no dia 18 de março, na sede do SEESP, na Capital. Iniciativa lançada pela federação em 2006 e objeto de atualização desde então, para 2014, o “Cresce Brasil” deve focar na industrialização e na necessidade de desenvolver uma cadeia produtiva que gere riqueza e oportunidades internamente. A ser entregue aos candidatos nas eleições deste ano, o documento a ser elaborado trará propostas nesse sentido.

Contribuição para o desenvolvimento das cadeias produtivas no setor aeronáutico foi feita por Eduardo Sanovics, presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). Segundo ele, em 2002, 30 milhões de pessoas realizaram viagens de avião; já em 2013, foram 100 milhões. Ele concluiu: “Trouxemos a rodoviária para o aeroporto, e esse é um dos grandes orgulhos que temos. Agora, temos que promover as adequações para atender a esse estágio.” Consultor do “Cresce Brasil”, Artur Araujo complementou: “O desafio é aprofundar o desenvolvimento das cadeias produtivas e assegurar a reindustrialização. A terceira maior produtora de aeronaves do mundo é a Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica), e boa parte da manutenção desses equipamentos é feita fora. É preciso inovação.”

Marco Aurélio Cabral Pinto, também consultor do projeto, destacou: “O Brasil atraiu muitos investimentos externos industriais nos últimos anos, mas muitos trazem junto seus fornecedores. Falta apoio público, acesso a financiamento para garantir competitividade às pequenas e médias empresas, ao que é preciso criar mecanismos legais.”

Já Antonio Octaviano, diretor-geral do Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), enfatizou que a concepção de contribuir ao incremento da produtividade e, assim, ao desenvolvimento nacional sustentável norteou a criação dessa instituição de ensino. Mantido pelo SEESP, o Isitec, sob essa ótica, oferecerá em caráter pioneiro o curso de graduação em engenharia de inovação.

Também foram apresentados temas essenciais ao desenvolvimento como saneamento, transporte ferroviário e energia, respectivamente por João Sergio Cordeiro, professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar); Clarice Soraggi, diretora Regional Sudeste da FNE; e Carlos Monte, coordenador técnico do “Cresce Brasil”. Além de segurança pública e defesa nacional, por Fernando Araújo-Moreira. Participou ainda da reunião Eduar­do Berkovitz Ferreira, representante da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).


CNTU debate valorização do Ministério do Trabalho

A Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU) promove, em 14 de abril, na sede do SEESP, na Capital, a partir das 9h, seminário para discutir a necessidade de valorização do Ministério do Trabalho. A atividade terá à abertura a presença do titular dessa pasta, Manoel Dias, e contará ainda com a participação de ex-ministros. Além deles, Clemente Ganz Lúcio, diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), João Franzin, da Agência Sindical, e um representante do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) são presença confirmada. Mais informações pelo telefone (61) 3225-2288 e e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..


Copa 2014: perspectivas para a realização do mundial de futebol no Brasil

Esse é o tema de evento a se realizar no dia 11 de abril, às 15h, na sede do SEESP, na Capital. Organizado pela Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), contará com a presença do presidente dessa entidade, Murilo Celso de Campos Pinheiro, dos ministros Aldo Rebelo (Esporte) e Wellington Moreira Franco (Aviação Civil), além dos consultores do Ministério do Esporte, Richard Dubois, e do projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, Artur Araujo. Informações e inscrições pelos telefones (11) 3113-2640 e (61) 3225-2288 e e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..


Engenheiros da Prefeitura realizam ato

Cerca de 200 servidores municipais, entre engenheiros e arquitetos, realizaram manifestação em 18 de março, no centro da Capital. Encerrando o ato em frente à Câmara dos Vereadores, eles foram recebidos por parlamentares em uma reunião do Colégio de Líderes. No ensejo, apresentaram suas reivindicações e relataram o difícil processo de negociação com a Prefeitura. Os trabalhadores estão em campanha e pleiteiam alteração da Lei Salarial (13.303/03), que impede reposição anual da inflação – em discordância com o artigo 92 da Lei Orgânica do Município.

Desde 2003, os servidores do município, incluindo os engenheiros, acumulam perdas salariais por conta da inflação do período.  Além da reposição, a categoria reivindica, entre outros itens, o pagamento do piso conforme a Lei 4.950-A/66 e fixação de data-base em 1º de maio. Atualmente, o salário inicial da categoria na Capital é de R$ 2.481,93.

Mais nesta categoria: « Maringoni Benefícios »

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda