logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

Opinião - Conselho Tecnológico de Rio Claro já é realidade

Avalie este item
(0 votos)

     Lançado no dia 2 de outubro de 2007, o Conselho Tecnológico de Rio Claro está em pleno funcionamento. Foram criados sete comitês: emprego e relacionamento empresa-universidade; inovação e produtividade; qualificação e requalificação profissional; agricultura e soberania alimentar; energia, comunicação e transporte; urbano e da memória da engenharia e arquitetura; saneamento, meio ambiente e mudanças climáticas.
      Cada um deles está sendo coordenado por dois representantes da cidade, que se destacaram no seu ramo de atuação.
O modelo adotado foi o de promover a discussão dos temas em sete seminários, para os quais são convidados dois especialistas para a apresentação de palestras. Após essas, é feito um debate entre platéia, autoridades do poder público, técnicos do assunto e mesa diretora dos trabalhos. Ao final dessas jornadas de trabalho, é constituída uma equipe para a elaboração de nota técnica pertinente ao tema, que conterá os pontos fracos e fortes da região em relação à questão. É elaborado ainda um plano de ação que deverá contemplar iniciativas que poderão ser implementadas pelo poder público (municipal, estadual e federal), pelo empresariado local e pela sociedade organizada da região.
     Já ocorreram três dos sete seminários previstos, sobre emprego, inovação e requalificação profissional, realizados em 26 de novembro, 10 de dezembro e 25 de fevereiro, respectivamente. Os resultados até agora foram surpreendentes e tem ficado claro que os temas não são estanques, mas transversais. Um fator a se destacar é a importância de envolver nessas discussões as universidades e entidades de fomento à ciência e tecnologia. Com isso, temos conseguido uma importante interação na qual o SEESP tem a oportunidade de demonstrar sua preocupação e seu compromisso não só com as questões corporativas e conquistas salariais, mas também com um modelo de desenvolvimento para o Brasil, que gere emprego e renda.
     Assim, o Conselho Tecnológico conta com a participação de inúmeras instituições, como Unesp (Universidade Estadual Paulista), Faculdades Claretianas, Faculdades CBTA, Faculdades Anhanguera, Faculdade de Tecnologia de Rio Claro, Faculdades Asser, Sesi (Serviço Social da Indústria), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Aspacer (Associação Paulista de Cerâmicas de Revestimentos) e Associação Comercial e Industrial de Rio Claro. Entre as empresas, figuram Tigre, Elektro, Owens Corning, Whirlpool (Brastemp), Edra do Brasil, Citropoli. No âmbito do poder público, estão as prefeituras municipais de Rio Claro, Santa Gertrudes e Ipeúna.
     O produto final desse projeto deverá estar disponível no início de junho deste ano.


Francesco Rotolo é diretor da Delegacia Sindical do SEESP em Rio Claro e
coordenador do Conselho Tecnológico da cidade


 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda