logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

Editorial – Fortalecer as entidades sindicais

Avalie este item
(0 votos)

A CNTU (Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados), à qual o SEESP está filiado por meio da FNE (Federação Nacional dos Engenheiros), vem se consolidando como uma importante organização de representação das categorias de classe média. Uma das vertentes de sua atuação é o apoio ao fortalecimento da ação das entidades ligadas a ela. Nos dias 19 e 20 de março, em Brasília, foi realizada uma fundamental atividade nesse sentido: o seu primeiro curso de formação. Nessa edição inaugural, denominada “Organização, mobilização e expressão”, entraram em pauta temas essenciais da organização sindical no dia a dia e da compreensão desse universo.

Contando com a participação de lideranças das seis categorias ligadas à CNTU (engenheiros, médicos, farmacêuticos, odontologistas, economistas e nutricionistas), oriundas de todas as regiões do País, foi uma rica experiência que demonstrou a pertinência dos temas escolhidos. Compuseram a programação assuntos como desafios e obrigações sindicais, conjuntura política, econômica e sindical, Justiça do Trabalho, exercício jurídico no dia a dia, abordando contribuição e registro, os interesses dos trabalhadores na pauta do Congresso Nacional e no Governo, conjuntura econômica, mídia, democracia e o papel da imprensa sindical nesse contexto, além do trabalho de comunicação desenvolvido pela CNTU.

O projeto terá ainda continuidade por meio de uma mesa-redonda de avaliação, que debaterá sugestões de aprimoramento na formatação e conteúdo, visando a sistematização de um curso que possa ser levado às mais diversas localidades brasileiras, possibilitando a disseminação da informação e da qualificação dos nossos dirigentes. Ainda com esse objetivo, serão produzidos, a partir dos conteúdos abordados, um DVD com a íntegra das palestras e uma cartilha com as principais questões levantadas. Ambos os materiais ficarão disponíveis no site da CNTU e serão distribuídos às entidades ligadas à confederação.

Tal esforço, conforme pontuado durante o curso de formação, tem um objetivo claro e de sentido prático que é o de associar qualificação do dirigente com capacidade de intervenção na sociedade.  Ou seja, levar as lideranças à ação eficaz com o fim último de bem representar as nossas categorias e lutar por seus direitos e por novas conquistas. É com esse norte que trabalha a CNTU.


FNE Outro evento de grande importância aconteceu em Brasília, no dia 20 de março. Tomou posse a diretoria da FNE, que ficará à frente da entidade na gestão 2013-2016. Composta por uma equipe de diretores extremamente qualificada, a federação inicia essa nova jornada com duas prioridades: a defesa da categoria e sua valorização profissional e a continuidade da luta pelo desenvolvimento nacional, por meio do projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”.


Eng. Murilo Celso de Campos Pinheiro
Presidente

Mais nesta categoria: « Opinião – Quem é palhaço?

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda