logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

ELEIÇÕES 2011 - Amaury Hernandes é candidato para transformar o Crea-SP

Avalie este item
(0 votos)

Lucélia Barbosa


       Mudança. Essa foi a tônica da atividade que lotou, na noite de 20 de setembro, o auditório do SEESP, na Capital, para o lançamento da candidatura de Amaury Hernandes à Presidência do Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Paulo), nas eleições que ocorrem em 8 de novembro próximo.
Prestigiado por lideranças políticas, acadêmicas, empresariais, sindicais e da área tecnológica, o evento repercutiu ao longo das falas dos participantes o anseio dos profissionais paulistas por um conselho sério e atuante.

       Para Murilo Celso de Campos Pinheiro, presidente do sindicato e da FNE (Federação Nacional dos Engenheiros), é esse o espírito traduzido pela candidatura de Hernandes: “Representa a mudança e a esperança de um novo conselho regional, órgão que deve discutir as questões nacionais, participar da vida da sociedade e trabalhar para que a profissão seja cada vez mais valorizada.”

       O presidente do Confea (Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia), Marcos Túlio de Melo, afirmou não haver dúvida quanto a quem é o melhor candidato ao Crea-SP. “Apesar da crise internacional que novamente assombra o mundo, vivemos um momento mágico no Brasil do ponto de vista das nossas profissões e da perspectiva de construir um país da forma que sempre sonhamos. Nesse sentido, é fundamental termos lideranças com um posicionamento firme, como o Amaury”, declarou.

       Na mesma linha, Nivaldo Santana, vice-presidente e secretário de relações sindicais da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), explicitou o seu apoio ao candidato do SEESP. Na sua visão, a engenharia tem papel estratégico no desenvolvimento do Brasil, e instituições como o Crea devem se somar a esse projeto.
Discorrendo também sobre a importância das entidades de classe no contexto do crescimento nacional, o vereador paulistano Eliseu Gabriel (PSB) elogiou a atuação do SEESP e sugeriu que os conselhos regional e federal passem a cumprir papel semelhante. “As atividades do Crea e do Confea são decisivas não só para esse boom de desenvolvimento, como também para o futuro do País. Portanto, o Brasil precisa da vitória de Amaury e de Cabrini”, concluiu. Na ótica do vereador Martim César (DEM), da cidade de Pindamonhangaba, a candidatura de Hernandes tem a função de mudar a mesmice que é o processo eleitoral do Crea-SP, que mantém há anos as mesmas pessoas no poder. Na opinião do vereador de Olímpia (PP) e diretor do SEESP, Luiz Antônio Salata, o que vale numa campanha é o currículo do candidato e, nesse sentido, Hernandes tem grandes vantagens. “Ele tem uma conduta impecável, ou seja, respeito com os profissionais, dedicação à causa pública e determinação para a mudança, características que farão desse conselho regional o melhor do Brasil”, afirmou.


Dar lugar ao novo
       Representando os ex-presidentes do SEESP, Antonio Octaviano mencionou que essa eleição demonstra claramente o embate entre o passado e o futuro. “O que os profissionais de São Paulo e do Brasil esperam é a prevalência daquilo que pode significar de fato o nosso passaporte para o futuro nos conselhos regional e federal. Portanto, se queremos a mudança, é essencial eleger Amaury Hernandes e Álvaro Cabrini, que representam o que há de melhor”, destacou.

       José Roberto Cardoso, diretor da Poli/USP (Escola Politécnica da Universidade de São Paulo) e coordenador do Conselho Tecnológico do Sindicato dos Engenheiros, ressaltou a necessidade de o Crea ouvir os anseios das universidades. “Está na hora de a academia ter uma participação mais efetiva no Crea-SP. A questão da formação precisa ser discutida nas instituições que representam os engenheiros”, cobrou.

       Aplaudido e apoiado por todas as autoridades, entidades e profissionais presentes no ato, Álvaro Cabrini, que concorre à Presidência do Confea, agradeceu e disse ter convicção de que o projeto defendido por ele é o melhor para o País. “Temos um plano ousado e inovador que pensa no Brasil de daqui a 50 anos, nas oportunidades que vamos criar”, destacou.

       Além disso, ele criticou a atual gestão do Crea-SP, que não está à altura do Estado que representa. “São Paulo sempre foi o motor da economia brasileira e não pode ter um conselho regional que não forneça sequer uma certidão online. Temos que nos apropriar das tecnologias criadas pela engenharia e trazer o Crea-SP para o século XXI. Tenho certeza de que Amaury fará muito bem esse trabalho”, acredita.

       Para finalizar, o candidato apoiado pelo Seesp ratificou o compromisso de transformar o órgão de modo a fazê-lo atender as necessidades dos profissionais da área tecnológica e da sociedade. “Quero deixar claro que essa é uma candidatura de oposição à atual gestão. Vamos mudar tudo, implantar um sistema de tecnologia da informação para facilitar os serviços, valorizar os profissionais e entidades, administrar de forma transparente, fiscalizar com rigor o exercício ilegal da profissão e melhorar o atendimento precário que temos hoje. Para tanto, precisamos do apoio de todos os profissionais nas urnas em 8 de novembro”, convocou.


Amaury é o candidato que tem as atribuições necessárias para fazer a transformação urgente que o Crea-SP precisa nas áreas de gestão, fiscalização e trabalho pela efetiva valorização das profissões.
Álvaro Cabrini, candidato a presidente do Confea


Esperei muito para ter um novo Crea-SP, em que seu presidente respeite as entidades de classe, com transparência, e valorize o trabalho. Esse é o perfil de Amaury.
João Oliva, candidato a diretor-geral da Mútua-SP


Amaury revela séria preocupação com o exercício profissional e se dispõe a enfrentar a tarefa de promover o aperfeiçoamento da regulamentação e fiscalização. É o candidato ideal.
Edgar Horny, presidente da Associação de Engenheiros Brasil-Alemanha


Juntamente com a FNE e o SEESP, entendemos que Amaury Hernandes, com sua postura leal, capaz e competente, é o melhor candidato a presidente do Crea-SP.
Carlos Roberto Bittencourt, presidente da Fisenge (Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros)


Amaury Hernandes é o único candidato que vem para mudar o estado de coisas que o profissional deseja.
Celso Atienza, presidente da Apaest (Associação Paulista de Engenheiros de Segurança do Trabalho)


Com Amaury, a comunidade acadêmica se fortalecerá no conselho.
José Roberto Cardoso, diretor da Poli-USP (Escola Politécnica da Universidade de São Paulo) e coordenador do Conselho Tecnológico Estadual do SEESP


Profissional capaz, sério, ético e leal, Amaury é a melhor opção para que os interesses dos profissionais sejam respeitados.
José Eduardo de Paula Alonso, ex-presidente do Crea-SP


Pelo bem dos profissionais vinculados ao Crea-SP é que eu apóio Amaury.
Carlos Eduardo José, ex-presidente Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Itatiba


Ex-presidentes do SEESP
Amaury é a melhor opção para o Crea-SP, capaz tanto de empreender uma gestão mais eficiente e efetiva da instituição como de reposicionar o conselho.
Antonio Octaviano


Amaury presidente é a garantia de uma instituição séria, transparente e democrática. Voto com orgulho e com a certeza que somos milhares com consciência crítica.
Allen Habert


Amaury, você representa o novo nessa eleição. Conte com meu voto e meu apoio. Sua vitória é a da maioria que se esforça para exercer a função de engenheiro.
Esdras Magalhães dos Santos Filho, ex-presidente do Confea


Queremos o Crea sintonizado com as exigências da nossa época, com força, reconhecido pela sociedade civil e respeitado. Por tudo isso, apoiamos a candidatura de Amaury Hernandes.
Ubirajara Tannuri Felix


Conheço Amaury há 30 anos e sei da sua integridade e dedicação aos profissionais da área tecnológica. É a pessoa que pode nos ajudar a mudar esse Crea.
Paulo Tromboni de Souza Nascimento


Delegacias Sindicais
Amaury é a garantia de um conselho atuante na fiscalização e na defesa do mercado tecnológico paulista, de uma gestão transparente e dignificante para os profissionais.
Nelson Costa, presidente — Alta Mogiana


Amaury, confiamos na sua integridade, competência e disposição para lutar com afinco pelo engrandecimento da profissão de engenheiros.
Mário Edison Picchi Gallego, presidente — Alto Tietê


Temos a oportunidade de fazer valer o que entendemos ser o melhor para todos nós que militamos na área tecnológica: elegermos Amaury.
José Maria Morandini Paoliello, presidente — Araçatuba 


O Amaury é colega nosso, já o conhecemos. O apoio é total e irrestrito. Uma possível vitória sua será um grande mérito.
Darci Roberto Alves Rossi, 1º diretor-tesoureiro — Araraquara


No dia 8 de novembro temos de votar no candidato comprometido com as mudanças que os profissionais almejam. Por isso, meu voto é no Amaury.
Newton Güenaga Filho, presidente Baixada Santista


Além de ser um grande e dedicado profissional da engenharia, Amaury é um homem talhado para a vida pública. É o melhor candidato ao Crea.
Luiz Antônio Moreira Salata, presidente — Barretos


Amaury representa mudança, respeito, dignidade, ética e trabalho. Qualidades fundamentais para exercer com competência o cargo de presidente do Crea-SP.
Nivaldo José Cruz, presidente — Botucatu


Amaury Hernandes é certamente o melhor candidato para promover as mudanças necessárias ao Crea-SP e terá um excelente desempenho como presidente do órgão.
Delegacia Sindical do SEESP em Campinas


Amaury é um grande profissional que sempre lutou para a melhoria de nossa categoria.
José Chozem Kochi, presidente — Franca


Amaury, o Grande ABC está com você na luta por um Crea transparente, democrático, moderno e atuante.
Silvana Guarnieri, presidente — Grande ABC


Amaury, sua candidatura é a mais pura renovação dos últimos 20 anos no Sistema.
Roberto Benedito Requena Juvele, presidente — Jacareí


Temos uma candidatura de consenso muito importante para o avanço que queremos no Crea-SP.
Luiz Antônio Pellegrini Bandini, presidente — Jundiaí


Apoiamos Amaury, pois sua vitória representará o fortalecimento e união da classe.
Juliano Munhoz Beltani, presidente — Lins


Amaury, presença e atitude para fazer diferente. Que a conquista do Crea seja sinal de vitória e compromisso.
Luiz Fernando Napoleone, presidente — Marília


Voto e trabalho pela vitória de Amaury. Uma candidatura séria, ética e comprometida com a participação dos profissionais nas mudanças necessárias no nosso conselho.
André Sierra Filho, presidente Pindamonhangaba


Votar Amaury é ter certeza da renovação, de uma gestão séria, transparente e comprometida com os avanços tecnológicos do século XXI.
Walter Antonio Becari, presidente — Piracicaba


Amaury sabe do que o Crea precisa, está atuando como engenheiro. Por isso tem nosso apoio.
Manoel Carlos de Moraes Guerra, presidente — Presidente Prudente


Por um Crea com foco nos profissionais de engenharia e na sua valorização, votamos mudança, votamos Amaury.
Francesco Rotolo, vice-presidente — Rio Claro


Talvez o que mais tenha me impelido a apoiar Amaury seja sua honradez e sua capacidade agregadora, que utilizará para efetuar a gestão que desejamos no Crea.
Miguel Guzzardi Filho, presidente — São Carlos


Voto no Amaury para presidente do Crea-SP porque ele representa a vontade de mudança. Com um choque de gestão e inovação, colocará definitivamente o Crea no século 21.
Odair Bucci, presidente São José dos Campos


Nosso apoio irrestrito e total envolvimento na campanha vitoriosa do colega Amaury.
Paulo Henrique de C. Fogaça, presidente — São José do Rio Preto


Voto no Amaury, por um Crea da sociedade!
Breno Gurgel, presidente — Taubaté



Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda