GRCS

Canteiro – Mais um passo rumo à criminalização do exercício ilegal da profissão

Avalie este item
(0 votos)

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou em 13 de dezembro último, por 293 votos a sete, regime de urgência para o Projeto de Lei 6.699/2002. De autoria do então deputado José Carlos Coutinho (PFL-RJ), esse inclui como crime contra a saúde pública o exercício ilegal das profissões de engenharia, arquitetura e agronomia.

Autor do requerimento de regime de urgência, o presidente da Frente Parlamentar Mista da Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento Nacional, deputado federal Ronaldo Lessa (PDT-AL), destacou que a matéria não serve apenas para o engenheiro defender justamente seu mercado de trabalho, mas, sobretudo, é uma proteção à sociedade.

O regime de urgência dispensa exigências, interstícios e formalidades regimentais (salvo a publicação, o quórum e os pareceres) para que uma proposição seja apreciada pela Câmara de forma mais célere. Lessa informa que logo no início de fevereiro próximo, no retorno do recesso parlamentar, “poderemos aprimorar a matéria na forma de um substitutivo para fazer as atualizações necessárias. Mas manteremos o caráter final e definitivo para coibir o exercício ilegal da profissão”.



Engenheiros da Telefônica Vivo aprovam acordo salarial

Em quatro assembleias gerais extraordinárias realizadas em 5 de dezembro último nas principais sedes da empresa em São Paulo, os engenheiros aprovaram aditivo de 2017 ao Acordo Coletivo de Trabalho 2016-2018 e o Programa de Participação nos Resultados (PPR) para o biênio 2018-2019. Entre outros itens, o acordo prevê: manutenção da data-base em 1º de setembro; reajuste salarial e sobre o piso da categoria de 1,73% em agosto de 2018, este último totalizando R$ 8.057,02; abono indenizatório, pago em 15 de dezembro último, correspondente a 40% do salário atual; correção dos vales alimentação e refeição em 1,73% neste mês de janeiro; e manutenção das cláusulas preexistentes.



Eleitos delegados sindicais no Metrô e na CPTM

Com expressiva participação, ocorreram pela internet as eleições dos delegados sindicais do SEESP no Metrô e na CPTM para o mandato de 2018 a 2021. No Metrô, o pleito transcorreu entre os dias 20 e 24 de novembro último, sendo escolhidos, por área de atuação, Antonio Fioravanti e Renato Bassili José (Centro); Alberto Francisco dos Santos Filho, Mara Silvana Siqueira e Ricardo Cerquiaro da Silva (Pátio Jabaquara); Epaminondas Duarte Júnior e Sílvia Cristina Silva (Edifício Metrô I); Evaristo Fernandes Goes Filho, George Allan Cavalcanti Valdez, Hissam Eldin Moussa e Mario de Mieri (Edifício CCO). Na CPTM, cujo pleito ocorreu de 11 a 13 de dezembro, foram eleitos por local de trabalho Elcio Kazuaki Niwa (Sede Boa Vista ), Odail Cardoso – Titular e Everson Leati Luque – Suplente (Presidente Altino).



Dia do Engenheiro no Interior

Em 9 de dezembro último realizou-se a inauguração da nova sede da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Sorocaba (Aeas) e um culto ecumênico no local para celebrar o Dia do Engenheiro – 11 do mesmo mês. A presidente da Delegacia Sindical do SEESP em Sorocaba, Fátima Aparecida Blockwitz, prestigiou o evento, que reuniu profissionais da categoria, além do presidente da Aeas, José Carlos Carneiro, e demais dirigentes.

Também em Marília a Delegacia Sindical do SEESP esteve representada por seus dirigentes em jantar por ocasião do Dia do Engenheiro, no dia 24 de novembro último, na Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos local, que promoveu o evento e concedeu um prêmio de reconhecimento a profissionais da região.

Já a Delegacia Sindical em Jundiaí comemorou a data com a IV Mostra de Engenharia da cidade, entre 11 e 15 de dezembro, no saguão anexo da Câmara Municipal. Foram expostos trabalhos dos alunos do 8º semestre de Engenharia Química e concluintes de Engenharia Ambiental e Sanitária da Universidade Anchieta da região, sob a supervisão do professor Flávio Gramolelli. À abertura, foi feita homenagem póstuma ao ex-presidente do Legislativo local, engenheiro Jorge Nassif Haddad.



Nova diretoria do SEESP inicia mandato

Eleita entre 6 e 10 de abril de 2017 por ampla maioria (96,6% dos votos válidos), assume neste mês a diretoria do SEESP para o próximo quadriênio (2018-2021), encabeçada por Murilo Pinheiro. Conheça a nova diretoria eleita.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda