logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

SINDICAL - Diretoria da CNTU toma posse com agenda voltada ao desenvolvimento

Avalie este item
(0 votos)

Rita Casaro

        Mais uma etapa na história da CNTU (Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados) foi marcada na noite de 23 de março, quando aconteceu, no Memorial JK, em Brasília, a solenidade de posse da equipe que comandará a entidade na gestão 2011-2014. Eleita em novembro de 2010, a diretoria tem à frente o engenheiro Murilo Celso de Campos Pinheiro, também presidente do SEESP.

        Na cerimônia, ele reafirmou o compromisso de defender os profissionais liberais, lutar pela construção de uma sociedade mais justa e o engajamento às bandeiras do conjunto do movimento sindical. “Para que ocupemos digna e merecidamente um lugar entre as cinco maiores potências mundiais nas próximas décadas, é necessário que continuemos atentos aos acontecimentos, à globalização, às inovações tecnológicas, mas, muito mais do que isso, precisamos olhar para dentro, educar nosso povo, dar condições de saúde e saneamento, evitar as catástrofes a cada período de chuvas, colocar fim à corrupção e aos interesses individuais em detrimento dos coletivos”, ressaltou.

        “No esforço de se constituir uma sociedade mais justa é que podemos entender a importância de uma entidade como a CNTU, que extrapola o interesse dos seus representados e pensa no bem do País”, afirmou o deputado federal Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB/SP). Na avaliação do deputado Paulo Teixeira (PT/SP), a confederação está apta a enfrentar os grandes desafios que Brasil vive no momento. O potencial da CNTU para contribuir para que as transformações necessárias aconteçam foi destacado pelo senador Casildo Maldaner (PMDB/SC). “Os profissionais liberais organizados têm força para fazer movimentar o Congresso, são a classe média formadora de opinião.”

 

Representatividade
        A secretária Nacional das Relações do Trabalho, Zilmara Alencar, salientou a importância da confederação a partir das federações que a compõem – economistas, engenheiros, farmacêuticos, médicos e odontologistas – e para a sociedade. Apontou ainda seu respaldo sindical. “Essa massa faz a diferença. Nós aprendemos que temos que ter um lado e o nosso é o daqueles que são combativos e defendem um ideal coletivo. Vemos tudo isso na CNTU, uma entidade legítima e representativa”, asseverou.

        Na mesma linha, o deputado federal André Figueiredo (PDT/CE) lembrou o esforço de criação da CNTU, acompanhado por ele como secretário executivo do Ministério do Trabalho. “Nasceu essa grande confederação, que hoje congrega cinco das profissões mais importantes”, comemorou.

        Dada a importância desse contingente, o deputado Izalci Lucas (PR/DF) declarou seu apoio à formação de uma frente parlamentar em defesa dos profissionais liberais.

        Participaram ainda da cerimônia o deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB/SP), diversos presidentes e diretores de conselhos profissionais, de associações profissionais, sindicatos e federações.

 

I Encontro Nacional 
        Antecedendo a cerimônia de posse, em 23 de março aconteceu também reunião da diretoria da CNTU (Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados), na qual foi aprovada a realização do I Encontro Nacional da entidade, marcado para os dias 24 e 25 de novembro em São Paulo. Denominado “Os profissionais universitários, o desenvolvimento do País e a política”, esse será antecedido por cinco eventos regionais, que tratarão de temas específicos. O primeiro ocorrerá em 20 de maio em Maceió (AL), abordando “Emprego, trabalho e qualificação profissional”. Em 9 de junho, será a vez de Florianópolis (SC), onde entrará em pauta “Reforma da administração pública e melhoria dos serviços públicos”. Em 5 de agosto, em Vitória (ES), o assunto será “Aposentadoria pública, aposentadoria suplementar e complementar”. Em 23 de setembro, em Goiânia (GO), será discutido “Desenvolvimento e infraestrutura logística e urbana”. Por fim, em 21 de outubro, em Porto Alegre (RS), “Democracia, comunicação e cultura”.

 

Gestão 2011-2014
Diretoria efetiva
Presidente
Murilo Celso de Campos Pinheiro – engenheiros

Vice-presidente
Gilda Almeida de Souza – farmacêuticos

Diretor Administrativo
José Erivalder G. de Oliveira – médicos

Diretor de Finanças
Wellington Moreira Mello – odontologistas

Diretor de Finanças Adjunto
Maria Maruza Carlesso – farmacêuticos

Diretor de Relações Sindicais
Cláudio da Costa Manso – economistas

Diretor de Articulação Nacional
Allen Habert – engenheiros

 

Suplentes
1º Suplente
Marcos Cintra – economistas

2º Suplente
José Carrijo Brom – odontologistas

3º Suplente
Clóvis Abrahim Cavalcanti – médicos

4º Suplente
Fernando Palmezan Neto – engenheiros

5º Suplente
Waltovanio C. de Vasconcelos – farmacêuticos

6º Suplente
Cláudia Beatriz C. de Andrade – médicos

7º Suplente
José Carlos Ferreira Rauen – engenheiros

 

Conselho fiscal
Titulares
Wilson Roberto Villas Boas Antunes “Betinho” – economistas
Carlos Alberto Grandini Izzo – médicos
José Ailton Ferreira Pacheco – engenheiros

Suplentes
José Campos Sobrinho – odontologistas
Maria Rita de Assis Brasil – médicos
Edson Kiyoshi Shimabukuro – engenheiros

 

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda