logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 69

28/05/2014

Museu Brasileiro do Transporte em captação de recursos

Grandioso e singular em sua proposta de representar todos os modais - rodoviário, aeroviário, ferroviário e aquaviário - o Museu Brasileiro do Transporte está orçado em R$ 120 milhões. Desde abril do ano passado, o projeto conta com a aprovação junto ao Ministério da Cultura para captação de recursos nos moldes da Lei Rouanet, lei federal de incentivo à cultura, sob a gestão do MinC.


Foto: Divulgação
Museu Transporte dentro Parte externa do Museu Brasileiro do Transporte


 A aprovação é um certificado da qualidade do projeto e um aval aos patrocinadores interessados em alinhar sua marca a um grande e relevante Museu, utilizando parte de seu imposto de renda. Dessa forma, pessoas jurídicas podem destinar até 4% de seu IR devido à cultura; e pessoas físicas, 6%.

"Até o momento, o projeto já captou R$ 761 mil a partir do apoio das empresas Scania Latin America, Patrus Transportes Urgentes, Randon S.A. Implementos e Participações, Jost Brasil Sistemas Automotivos, Multieixo Implementos Rodoviários (verba de marketing) e PPW Brasil", explica Elza Lúcia Panzan, presidente da Fundação Memória do Transporte (FuMtran) e gestora do projeto do Museu Brasileiro do Transporte. "Os trabalhos avançam a cada momento. Recentemente, tivemos a confirmação de que já está previsto o acesso para o empreendimento pela Marginal da Rodovia D. Pedro I, no plano da Rota das Bandeiras", acrescenta.

Nessa primeira fase, está prevista a construção e implantação do Museu Brasileiro do Transporte, com orçamento aprovado da ordem de R$ 10 milhões. Isso permitirá a execução de todos os projetos preliminares de arquitetura e engenharia, a limpeza e preparação do terreno (terraplanagem), montagem do canteiro de obras, obtenção dos alvarás e licenças necessárias à obra, administração, segurança, além da pré-produção de toda a dinâmica de exposição de suas obras (museologia, expografia e museografia).

Nova linguagem
O Museu adotará um modelo inédito de exposição, com a interatividade das obras expostas com o público frequentador, por meio de recursos de multimídia de alta tecnologia. Valorizando a acessibilidade do público em todas às suas dependências, na parte externa haverá um moderno projeto de paisagismo e com total conforto para receber os futuros frequentadores. Também adotará as atuais normas de sustentabilidade e certificação, com valorização e preservação do meio ambiente de seu entorno.

O Museu será erguido em terreno próprio da FuMtran, com quase 19 mil metros quadrados, às margens da rodovia Dom Pedro I – km 143, na cidade de Campinas (SP), próximo a importantes rodovias da malha viária do Estado de São Paulo.


 

Imprensa SEESP
Informação da 
Di Fatto Comunicação Integrada

 









Lido 2365 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda