GRCS

14/08/2012

A história de três operários que trabalham nas obras do Rodoanel Leste

Nas obras do trecho leste do rodoanel foram realizadas até o momento 582 contratações. A estimativa é atingir 3.500 colaboradores diretos, priorizando utilização de mão de obra local, ou seja, dos municípios a serem beneficiados com esta parte do complexo viário, que são: Ribeirão Pires, Mauá, Suzano, Poá, Itaquaquecetuba e Arujá. A expectativa é que sejam gerados também 14.000 empregos indiretos, com participação de empresas na contratação de bens e serviços, como no ramo de alimentação, por exemplo.

Desses quase 600 trabalhadores já contratados no trecho leste, Genivaldo Gonçalves dos Santos, Mauro Domingues Silva, e Pedro Souza de Oliveira ajudam a contar o que é o Rodoanel e do que significa na carreira deles trabalhar para uma obra que será marcada como a maior do país. Os três trabalham na fábrica que constrói as peças que são levadas ao canteiro e já se sentem orgulhosos de participar de algo dessa magnitude.

O investimento para a construção do rodoanel leste é de R$ 2,8 bilhões. É a terceira via a ser construída e ligará o trecho Sul no entroncamento das rodovias Anchieta e Imigrantes, com a Rodovia Presidente Dutra. Contará com 43,5 Km de extensão e, quando concluída, auxiliará a desafogar o tráfego da Zona Leste da Capital à região do ABC, além de fazer a ligação entre o maior porto do Brasil, o de Santos, ao maior aeroporto do Brasil, o de Cumbica, em Guarulhos.

Veja o vídeo:

 

Imprensa – SEESP
Informação do Governo do Estado de SP



Lido 2905 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda