logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

03/12/2009

Construção civil deve criar 180 mil empregos em 2010

      O emprego na construção civil deve crescer 8% em 2010. Isso significa que serão criadas 180 mil vagas com carteira assinada em todo Brasil, 52 mil delas no Estado de São Paulo. Assim, o setor encerrará o ano que vem com mais 2,4 milhões de trabalhadores contratados, 700 mil atuando nas obras paulistas, estima o Sinduscon-SP (Sindicato das Indústrias da Construção Civil). “O crescimento da construção em 2010 será comandado pela ampliação dos investimentos públicos e privados”, afirma o presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe. As obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), o programa governamental ‘Minha Casa, Minha Vida’, a construção de infraestrutura para o País sediar a Copa do Mundo em 2014 e, principalmente, a perspectiva de expansão do mercado imobiliário garantirão um bom ano para os trabalhadores do setor.
       Melhor até que 2009. O emprego no ramo foi um dos mais atingidos pela crise, mas também um dos primeiros a reagir. Numa demonstração de força, bateu recorde na criação de vagas: 212 mil pessoas foram contratadas nos primeiros nove meses do ano. O número de trabalhadores que atuam hoje na construção civil (2.296.899) nunca foi tão alto. Por tudo isso, a projeção de crescimento de 8% para 2010 pode até ser considerada tímida.
       “Eu acho que podemos superar essa estimativa”, avalia Antonio Ramalho, presidente do Sintracon-SP (Sindicato dos trabalhadores da construção civil). “Haverá vagas para todo tipo de profissional, do pedreiro ao engenheiro, porque a cadeia toda vai se movimentar.”

 

Jornal da Tarde
3/12/2009
http://www.jt.com.br

 

 

Lido 4033 vezes
Gostou deste conteúdo? Compartilhe e comente:
Adicionar comentário

Receba o SEESP Notícias *

agenda