GRCS

23/06/2021

Servidores fazem manifestação nacional contra a PEC 32

Agência Sindical

 

Nesta quarta-feira (23/6), servidores de todo o País se manifestam contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32, da Reforma Administrativa. Na liderança, o Movimento Basta!, que reúne centenas de entidades de servidores de todas as esferas e poderes.

 

A PEC 32, encaminhada pelo governo ao Congresso, em março de 2020, prevê o fim da estabilidade do funcionalismo, além de ampliar a participação da iniciativa privada na prestação de serviços como saúde, educação e segurança, cabendo ao Estado papel complementar. Isso tudo em meio à pandemia da Covid-19.

 

Antonio Carlos Fernandes Junior, presidente da Confederação Nacional das Carreiras e Atividades Típicas de Estado​ (Conacate) e coordenador nacional do Basta!, alerta que a PEC  concentra no Poder Executivo prerrogativas pra mudar a estrutura da Administração Pública de acordo com sua vontade política e pessoal. “São perigos reais, que afetam todo o Brasil”, ele afirma.

 

Contra a PEC 32 criou-se uma articulação inédita entre setores público e privado, além de reunir entidades da segurança pública civil e militar (municipal, estadual e federal).

 

Em diversas regiões haverá tuitaços, atos e carreatas para chamar atenção sobre a gravidade de se aprovar a Reforma sem diálogo com a sociedade e as entidades. Os sindicalistas também farão atos em Câmaras Municipais, Prefeituras e Assembleias Legislativas.

 

“É fundamental que todos lutem contra a PEC 32 que desmantela o Estado brasileiro. Sofrerão Servidores e a população que mais precisa dos serviços públicos”, convoca Fernandes.

 

Atos – Em São Paulo, a concentração será às 8h, na Praça Charles Miller, em frente ao Pacaembu; às 14h, servidores realizam carreata com ato em frente à Assembleia Legislativa. Em Brasília, o movimento se reúne às 14h no estacionamento do Mané Garrincha. Belo Horizonte, manifestação acontece às 9h, na Praça 7 de Setembro.

 

ManifestoClique aqui e leia o Alerta Geral à Nação sobre a PEC 32.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

Lido 74 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda