logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

12/09/2011

Conscientização contra mudanças climáticas

        Combater as mudanças climáticas não é uma questão de resposabilidade apenas de governos, mas também dos indivíduos. Quem afirma é o professor titular do Instituto Astronômico e Geofísico da USP e um dos coordenadores do C40 São Paulo Climate Summit 2011, Oswaldo Massambani. Um dos palestrantes do 3º Encontro Regional da CNTU, que acontecerá em Goiânia, no próximo dia 23, ele falará sobre “Os desafios das megacidades frente às mudanças climáticas”.

        O especialista afirma que há um reconhecimento crescente de que o aquecimento global não é apenas um problema para gerações futuras. Segundo ele, a ação individual é relevante. “As megacidades no mundo estão lançando campanhas públicas que visam conscientizar e incentivar os residentes, empresas e organizações da comunidade para participar de soluções climáticas". Na sua opinião, tal esforço pedagógico é crucial: "É dependente do cidadão e da cidadã e de seu envolvimento comunitário propositivo e deve ter uma profunda ação no ambiente educacional no fortalecimento das estruturas curriculares que promovam a educação para o desenvolvimento sustentável de forma transversal em todas suas disciplinas. É fundamental que esse tema penetre a capilaridade do sistema educacional brasileiro”, destaca.

        O professor lembra que a cidade de São Paulo é pioneira na elaboração de uma política municipal de combate às mudanças climáticas, possível graças a uma parceria entre órgãos municipais, profissionais especializados, sociedade civil e institutos. A iniciativa estabelece metas e diretrizes para o plano de ação da capital paulista para a mitigação e adaptação às mudanças climáticas, apontando estratégias nas diversas áreas de atuação da prefeitura. “A Prefeitura de Belo Horizonte também já fez isso. Outras também estão fazendo o mesmo. Seja o município grande ou pequeno, uma política ‘clima-consciente’ deve ser implantada. É fundamental que o engajamento público se dê em todos os mais de 5.500 municípios brasileiros”, conclui.


Encontro regional
        A palestra de Massabani integrará a programação do seminário que terá por tema “Desenvolvimento e a infraestrutura” e será o terceiro encontro regional de uma série que a CNTU promove no Brasil, com o objetivo de incentivar a participação dos profissionais de formação universitária no debate sobre o desenvolvimento e as políticas públicas.

        Participam também do encontro em Goiânia o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Marcio Pochmann; o engenheiro civil Edson Melo, da Saneamento de Goiás S.A. (Saneago); e o engenheiro e professor da USP Marcelo Knörich Zuffo.

        O evento é preparatório ao encontro nacional, agendado para o dia 18 de novembro, em São Paulo, sob o tema “Os profissionais universitários, o desenvolvimento do País e a política”. O encontro regional da CNTU será promovido na sede do Crea-GO (Rua 239, nº 585 - Setor Universitário), das 9 às 18 horas. Informações e inscrições pelo telefone (62) 3251-8181 ou e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Confira a programação


www.cntu.org.br




Lido 1790 vezes
Gostou deste conteúdo? Compartilhe e comente:
Adicionar comentário

Receba o SEESP Notícias *

agenda