logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

06/05/2011

Zarattini apresenta emenda para reajuste maior do IR

 

        Em março último, o governo publicou uma medida provisória estabelecendo a correção da tabela do IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física) em 4,5% até 2014.

        Contrário a decisão, o deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP) apresentou uma emenda à MP reajustando a tabela em 5,5% para 2011 e suprimindo as previsões para os próximos anos. “Não tem como determinar os valores para 2012, 2013 e 2014 se não sabemos como ficará a inflação nesse período. Em 2010, por exemplo, o índice foi de 5,9%”, esclareceu.

        Para Zarattini, o ideal seria votar a correção da tabela ano a ano para manter coerência entre os reajustes.

        Ainda segundo ele, a medida precisa ser reavaliada para tornar mais justa a contribuição tributária para o trabalhador brasileiro. “Em 2011, o índice da inflação deve chegar a 6,5%, ou seja, haverá perda de 2% e as pessoas pagarão mais imposto”, concluiu.

        A votação da emenda deve ocorrer em julho. 

Tabela vigente
        Se não sofrer alterações, a medida provisória determina que para o ano calendário 2011, será obrigado a declarar o imposto de renda quem recebeu acima de 1.566,61. Em 2012, esse valor sobe para 1.637,11. Já em 2013, o limite de isenção avançará para 1.710,78. Em 2014, o valor subirá para R$ 1.787,77.

 

www.cntu.org.br

 

 

Lido 1796 vezes
Gostou deste conteúdo? Compartilhe e comente:
Adicionar comentário

Receba o SEESP Notícias *

agenda