GRCS

18/06/2010

Manifesto pede mais ciência nos países em desenvolvimento

       Um manifesto lançado nesta quarta-feira (16/6) pelo Centro de Rumos Sociais, Tecnológicos e Ambientais para a Sustentabilidade da Universidade de Sussex, Inglaterra, defende uma ciência mais voltada para o cidadão e que possa ser democraticamente compartilhada.
       O documento, denominado "Inovação, Sustentabilidade e Desenvolvimento: um novo manifesto" defende a busca por resultados sustentáveis e critica o atual quadro científico. Segundo os signatários, o foco dos pesquisadores têm sido o tamanho do investimento e o grau de inovação tecnológica proporcionada.
       O manifesto defende, então, uma metodologia 3D - diversidade, direção e distribuição. Os países também deveriam estabelecer órgãos que revisassem as políticas científicas de modo que os recursos possam ser mais bem distribuídos.
       O documento pode ser lido no link http://anewmanifesto.org/wp-content/uploads/steps-manifesto_small-file.pdf
       O texto é uma renovação de manifesto lançado há 40 anos pela mesma universidade a pedido das Nações Unidas.

 

www.cntu.org.br

 

 

Lido 2502 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda