Logos

GRCS

25/05/2010

Fórum internacional vai discutir desenvolvimento e preservação da Amazônia Sul-Americana

Avalie este item
(0 votos)

 

       Brasil, Peru e Bolívia se unirão em torno da discussão acerca da preservação da Amazônia, em evento promovido pela Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) e a ONG Engenheiros Solidários. O II Fórum Internacional de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Sul-Americana tem abertura oficial hoje em Arequipa, no Peru, e vai até 6 de junho, com programação prevista nos três países. No Brasil, o Acre será o primeiro estado visitado e o encerramento será em Porto Velho, Rondônia.
       O objetivo do fórum, que permite a integração regional dos países que compõem a Amazônia Sul-Americana, é discutir o crescimento socioeconômico da região, apresentando soluções à preservação ambiental. Essa iniciativa consta no documento “Cresce Brasil+Engenharia+Desenvolvimento”, elaborado pela FNE, no qual diversos especialistas colaboraram com análises técnicas que trazem diretrizes e sugestões em áreas estratégicas de crescimento sustentável, para que sirva de subsídio para a construção de novas leis e marcos regulatórios que possibilitem o crescimento do país.
       A ideia central das discussões serão direcionadas à geração de energia, produção sustentável, ciência, tecnologia e meio ambiente, considerando o cenário de todos os países que compõem a Amazônia Sul-Americana: Brasil, Bolívia, Peru, Colômbia, Equador, Guiana, Suriname e Venezuela. Para isso, além de palestras, visitas técnicas serão realizadas nas obras da Estrada do Pacífico e nas usinas hidrelétricas do Rio Madeira, Jirau e Santo Antônio.
       Várias autoridades estarão presentes nas palestras propostas pelo fórum. O ex-ministro do Meio-Ambiente, Carlos Minc e o ex-ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, fazem parte da lista, juntamente com os deputadosmfederais Ciro Gomes (PSB-CE) e Aldo Rebelo (PCdoB-SP), e o senador Tião Viana (PT-AC). Além desses, profissionais da área tecnológica, acadêmicos e estudantes vão participar da caravana de visitas técnicas e das palestras.
       Entre os palestrantes, destacam-se os presidentes do Instituto de Pesquisa econômica Aplicada (IPEA), Márcio Pochman, e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Marco Antônio Raupp. Sebastião Fonseca, presidente da ONG Engenheiros Solidários destaca a importância da realização das visitas técnicas. “A Estrada do Pacífico, ao longo de seus mais de 2 mil quilômetros, tem soluções inovadoras de engenharia e está em sua fase final de acabamento. É importante acompanhar de perto a construção estratégica ao desenvolvimento da região”, enfatiza.
       Para Murilo Pinheiro, presidente da Federação Nacional dos Engenheiros a realização deste segundo fórum de desenvolvimento sustentável é fundamental para acompanhar o impacto do crescimento sócio econômico e ambiental de cada região. “Precisamos estar atentos a cada parte do país e colaborar para o seu desenvolvimento sustentável. A região Amazônica encontra-se em processo de crescimento intenso e, por isso, precisa de acompanhamento para que aconteça de forma sustentável e com inclusão social”, finaliza.
       Mais informações sobre o Fórum podem ser obtidas no site do evento ou pelo telefone: (68) 3223-5825.

 

www.fne.org.br

 

 

Lido 1702 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp