GRCS

24/11/2014

Arquitetos e engenheiros da PMSP têm nova reunião nesta terça

Arquitetos e engenheiros da Prefeitura Municipal de São Paulo (PMSP) realizam uma reunião nesta terça-feira (25/11), às 10h, no auditório do SEESP. Na pauta: os próximos passos da Campanha Salarial 2014, como a mobilização pela garantia da reposição salarial ainda neste ano. A sede do sindicato fica no centro da capital paulista - na Rua Genebra, 25, Bela Vista.

Após ampla pressão das duas categorias na Câmara Municipal de São Paulo, o governo municipal retirou oficialmente, na quarta-feira (19), as categorias do Projeto de Lei 312/14, enviado pelo Executivo à Câmara Municipal de São Paulo, que propõe uma nova remuneração dos servidores a partir do chamado subsídio. O anúncio foi feito pelo líder do governo na Casa, vereador Arselino tatto (PT), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Tanto engenheiros, quanto arquitetos são contrários ao pagamento por susídio, que congela os salários de todo o funcionalismo municipal. Agora, a expectativa é que o prefeito Fernando Haddad (PT) encaminhe um novo projeto específico para ambas categorias, com carreira própria.

De acordo com a proposta do governo, o pagamento por subsídio somará o piso e gratificações adicionais, acabando com a incorporação de futuras gratificações. De acordo com os delegados sindicais do SEESP, na Prefeitura, os servidores em início de carreira agora defendem o subsídio. Mas, após 5 anos, começarão a sentir as perdas. Além disso, quem está no final da carreira terá o salário congelado até 2017. Os servidores públicos municipais recebem desde 2007 0,01% de reajuste, previstos na Lei Salarial 13.303/02.

Nova carreira
No início de novembro, na terça (4/11), o presidente da Câmara Municipal, o vereador José Américo (PT), já havia anunciado, durante reunião no Colégio de Líderes, que a prefeitura enviará um projeto específico para as carreiras de engenheiros e arquitetos, em caráter de urgência. "O governo no momento oportuno irá se manifestar dizendo que se compromete a mandar o projeto específico para eles, mais ou menos o que eles (engenheiros e arquitetos) solicitaram. Então, já existe isso e já bem avançado", afirmou Zé Américo.

Deborah Moreira
Imprensa SEESP






Lido 1992 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda