Logos

GRCS

01/03/2019

Diretor do SEESP convida Poli-USP ao projeto "Brasil 2022"

Avalie este item
(0 votos)

Comunicação CNTU

 

O diretor de articulação nacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU) e também diretor do SEESP, Allen Habert, participou de reunião com a Congregação – órgão de lideranças – da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), realizada em 21/2 último, na capital paulista.

 

Na ocasião, Habert convidou a Poli a integrar o projeto da CNTU, Brasil 2022, criando a iniciativa “Poli Brasil 2022”. “Daqui a três anos teremos a comemoração do Bicentenário da Independência e dos 100 anos da Semana de Arte Moderna. Toda a vez que tem o 22 na história do Brasil, o País muda de pele. Foi em 1822, em 1922 e será em 2022”, expressou o engenheiro.

 

A iniciativa visa a atuação da Poli na sociedade frente aos novos desafios como a quarta revolução industrial, com inovações tecnológicas que alteram os padrões de produção, gestão e sociabilidade. O País, na visão de Habert, precisa com urgência de um programa nacional de avanço industrial e tecnológico em direção à economia digitalizada e à manufatura avançada. “Penso que a Poli, especificamente, deve unir esforços para diminuir as distâncias e as desigualdades”, afirmou.

 

 

Allen Poli

 

Reinterpretar a missão da Poli de servir a sociedade é também um aspecto da ideia, segundo o diretor. Em sua fala, concluiu: “Estimular os 6.500 alunos, 430 professores, 400 funcionários, o Grêmio Politécnico e os centrinhos (escolas de lideranças), os engenheiros politécnicos já formados conectando-os através da AEP (Associação dos Engenheiros Politécnicos), e os crescentes 3.500 Amigos da Poli, a abraçarem uma área dentro de um amplo espectro de possibilidades, vai criar um onda de força irreversível e contagiante. Isto é a Poli Brasil 2022.”

 

 

 

 

 

 

 

Lido 131 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp