Logos

GRCS

06/12/2018

Conheça as Personalidades da Tecnologia 2018

Avalie este item
(0 votos)

 

Confira a trajetória dos agraciados pelo SEESP nesta sexta-feira (dia 7) com o prêmio Personalidade da Tecnologia 2018 – entregue desde 1987 aos destaques do ano em suas áreas de atuação, por ocasião do Dia do Engenheiro (11 de dezembro). Nesta edição ainda, homenagem póstuma especial ao engenheiro José Carlos de Figueiredo Ferraz (1918-1994). Entre outras realizações, ele foi responsável, juntamente com sua equipe, pelo projeto e soluções inovadoras que tornaram possível a construção do Museu de Arte de São Paulo (Masp) há 50 anos (leia no JE 522).

 

 

AEROESPACIAL

Mauricio Pazini Brandão

Engenheiro aeronáutico e mestre pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), doutor pela Universidade de Stanford (EUA), tem MBA em Gestão Institucional Estratégica pela Universidade Federal Fluminense (UFF). É professor do ITA desde 1979. Foi chefe da Divisão de Sistemas Aeronáuticos do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), diretor do Instituto de Estudos Avançados (IEAv), bem como subdiretor de Patrimônio da Diretoria de Engenharia da Aeronáutica e chefe do Subdepartamento de Administração do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial. Membro do American Institute of Aeronautics and Astronautics (Aiaa) e da American Helicopter Society (AHS), é piloto privado, com experiência em ensaios em voo em aviões e helicópteros, além de brigadeiro engenheiro. Atua em engenharia aeroespacial, aeroelasticidade, aeroacústica, aerodinâmica, dinâmica estrutural, projeto de aeronaves, gestão em CT&I, empreendedorismo, indústria e defesa nacional.

 

AGRICULTURA

Vania Beatriz Rodrigues Castiglioni

Engenheira agrônoma formada pela Universidade Federal do Espírito Santo em 1982, mestre em Genética e Melhoramento pela Universidade Federal de Viçosa em 1985, tem especialização MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getulio Vargas. Iniciou sua trajetória profissional como pesquisadora da Empresa Capixaba de Pesquisa (Emcapa), atualmente Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). Foi docente na Universidade Estadual de Londrina e hoje é pesquisadora da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Sua atuação em PD&I nessa instituição se deu através da participação em vários projetos, com ênfase em melhoramento genético de girassol. Assumiu ao longo de sua carreira cargos de chefia e diretoria. Substituiu o presidente da Embrapa em suas ausências e impedimento oficial no período de abril de 2011 a julho de 2017. Atualmente atua como gerente da Gestão Integrada de Qualidade.

 

ENERGIA

Roberto Zilles

Físico formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, mestre em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, doutor em Engenharia pela Universidade Politécnica de Madri na especialidade de sistemas fotovoltaicos. Livre-docente em Energias Renováveis e professor titular do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (USP), iniciou sua trajetória acadêmica em 1994, tendo fundado o Laboratório de Sistemas Fotovoltaicos na instituição – o qual coordena. Implantou a infraestrutura para qualificação de equipamentos fotovoltaicos para o Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro). É chefe da Divisão Científica de Planejamento, Análise e Desenvolvimento Energético do Instituto de Eletrotécnica e Energia (IEE/USP). Sua atividade de extensão destaca-se, dentre outras ações, por levar eletrificação rural para comunidades ribeirinhas da Amazônia. Autor de várias publicações, tem atuação inclusive internacional.

 

RECURSOS HÍDRICOS

Ricardo Daruiz Borsari

Engenheiro civil e mestre em Engenharia Hidráulica e Sanitária pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), foi professor nessa e em diversas outras instituições. De janeiro de 2015 a maio de 2018 assumiu pela segunda vez a Superintendência do Departamento de Águas e Energia Elétrica de São Paulo (Daee), órgão com que tem ligação profissional desde 1978. Ocupou vários cargos no Centro Tecnológico de Hidráulica, inclusive a presidência da Fundação CTH. Também esteve à frente da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae) e da Pirapora Energia S.A.. Entre as obras que acompanhou na Região Metropolitana de São Paulo estão o aprofundamento e alargamento do Rio Tietê, as barragens no Alto Tietê e da Penha, o Piscinão do Guamiranga (o maior da Capital), o Parque Ecológico do Tietê e ainda a criação do Programa Água Limpa de apoio ao saneamento no interior do Estado. Participou da implantação de inovações em termos de tecnologia e regulamentação.

 

TELECOMUNICAÇÕES E TI

Jon "Maddog" Hall

Engenheiro de software, empresário e diretor executivo norte-americano, desenvolveu o sistema operacional Linux, mundialmente adotado. É diretor do Conselho do Linux Professional Institute, diretor executivo da empresa OptDyn, professor colaborador da Universidade de São Paulo (USP) e conselheiro do Programa CaninosLoucos. O apelido "cachorro louco" (do inglês maddog) lhe foi dado por alunos da Hartford State Technical College quando era chefe do Departamento de Ciência da Computação.

Com atuação na área de informática desde 1969, trabalhou em diversas empresas, entre elas Digital Equipment Corporation, na qual iniciou seu engajamento no sistema Linux. “Maddog” é um defensor incansável das tecnologias abertas e da empregabilidade de engenheiros em regiões menos desenvolvidas. No Brasil participa há décadas da Campus Party, do Fórum Internacional Software Livre e do Congresso Latino-Americano de Software Livre e Tecnologias Abertas (LatinoWare).

 

VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL

Paula Carvalho Benevides

Vice-presidente de Desenvolvimento Humano Organizacional da Raízen, possui vasta experiência em gestão de pessoas, cultura e transformações organizacionais. Formada em Psicologia, com MBA em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e MBA em Gestão Empresarial pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Possui experiência profissional de mais de 18 anos em empresas multinacionais, instituições financeiras, tendo também atuado em consultoria para empresas como Vale, Unilever, Nestlé, entre outras. No grupo Cosan atuou como head de Recursos Humanos na Rumo, Cosan Alimentos, Moove, Radar e Comgás.

 

HOMENAGEM ESPECIAL

José Carlos de Figueiredo Ferraz

Engenheiro civil formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo em 1940, Figueiredo Ferraz faleceu em 1994, aos 75 anos, deixando amplo legado à profissão. Doutor em Ciências Físicas e Matemáticas e em Filosofia pela Faculdade de Filosofia de São Bento, mais tarde integrada à Pontifícia Universidade Católica, foi docente em várias instituições. Professor emérito da USP, criou a disciplina de pós-graduação em Engenharia Urbana junto ao Departamento de Construção da Poli e contribuiu para a consolidação de outras faculdades da área. Em 1941, fundou o Escritório de Projeto de Estruturas que anos mais tarde viria a ser a Figueiredo Ferraz Consultoria e Engenharia de Projeto. Entre as inúmeras contribuições ao desenvolvimento da engenharia brasileira, foi responsável, juntamente com sua equipe, pelos projetos e soluções inovadoras que tornaram possível a construção do Museu de Arte de São Paulo (Masp), que em 2018 celebra 50 anos.

 

 

 

 

 

Lido 111 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

vagas estagio

agenda

art creasp