GRCS

A Prefeitura de Diadema informa que, a partir deste mês de março, serão iniciadas obras de infraestrutura urbana e saneamento ambiental na cidade, cujos recursos totalizam mais de R$105 milhões. O programa “Diadema de Cara Nova” prevê a revitalização de 26 núcleos habitacionais e a reforma de três centros comerciais, praças, pontos de táxi e ônibus, além do asfaltamento de 184 km de vias. As obras, segundo a administração municipal, serão executadas em até 12 meses.


Foto: Prefeitura de Diadema
Diadema caranova 
Programa prevê revitalização de conjuntos habitacionais e asfaltamento de vias
 

A revitalização também chegará aos centros comerciais Serraria, Piraporinha e Centro. O pacote para recuperação de vias e galerias começa na Vila São José com a Praça Miosótis, seguido pelo Jardim ABC com recuperação do pavimento.

Quinze mil famílias dos núcleos e vielas serão beneficiadas com as obras de infraestrutura como impermeabilização de asfalto, corrimão de escadarias, obras de drenagem e acessibilidade. O Núcleo Habitacional 18 de Agosto, no bairro Taboão, será o primeiro a receber intervenção. Também estão previstas obras nos núcleos Núcleo Itália, Inglaterra, Vila Olinda, Vila Oriental, Amuade, Santa Cândida, Parque Real, Inamar, Imbauva, Cidade de Deus, Cidade do Alto Irapuru, Maria Teresa, Dom João VI, Nações, Berlim, Vila Odete, Vila Alice, Bosque Real, Santa Luzia, Santo Ivo e Portinari.


 

Com informações da Prefeitura Municipal de Diadema








Foi criada em 21 de julho a Associação dos Engenheiros, Agrônomos, Arquitetos, Geógrafos, Geólogos, Tecnólogos e Técnicos Industriais e Agrícolas do Município de Diadema, tendo à frente Silvana Guarnieri, que é vice-prefeita da cidade e preside a Delegacia Sindical do SEESP no Grande ABC. Segundo ela, a nova entidade é um projeto acalentado há anos, sem fins lucrativos e com o intuito de congregar os profissionais realizando atividades técnicas, culturais, esportivas e sociais.


Foto: Ada Gomide
ABC JUL2015 editada 
Diretoria da nova associação 




Imprensa SEESP








Para garantir a qualidade dos alimentos distribuídos a 85 entidades socioassistenciais cadastradas pela Prefeitura de Diadema, a Secretaria de Segurança Alimentar adquire frutas, legumes e verduras do Banco de Alimentos. Neste ano, por exemplo, já foram compradas mais de 11 mil toneladas, quantidade suficiente para alimentar 15 mil pessoas por mês. A previsão é de chegar a 100 mil toneladas ao longo de 2015.

As compras acontecem por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), cujos preços são calculados de acordo com a tabela da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB). O PAA beneficia pequenos agricultores que vendem parte de sua produção, de acordo com o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Os interessados em participar do PAA devem se inscrever na Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). O programa leva em conta alguns critérios, como tamanho da terra, renda salarial específica etc. Os aprovados são indicados à Prefeitura, para análise e posterior contato para aquisição de alimentos.

Cada agricultor recebe uma cota anual para vender seus produtos, que passou de R$ 5.500 para R$ 6.500, em 2015. O aumento na verba permitiu que a Prefeitura adquirisse alimentos de qualidade de um número maior de pequenos produtores. Após a aquisição, o agricultor emite uma nota, a qual é encaminhada ao Governo Federal, que repassa o dinheiro diretamente ao produtor.

O Banco de Alimentos, que existe desde 2003, é uma maneira dos pequenos agricultores custearem as despesas ou investirem em épocas de colheitas.


 

Fonte: Prefeitura Municipal de Diadema








A Prefeitura de Diadema está realizando chamada pública, até o dia 16 próximo, para agricultores familiares locais apresentarem propostas de fornecimento de alimentos ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Poderão participar apenas produtores de alimentos cadastrados no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e suas organizações econômicas como cooperativas e associações.

Entre os itens a serem adquiridos estão frutas, hortaliças, legumes, tubérculos e produtos beneficiados ou transformados como alimentos embalados, descascados, separados em porções, congelados, pasteurizados, entre outros. Os interessados deverão comparecer à Secretaria de Segurança Alimentar, munidos da proposta de fornecimento de alimentos e outros documentos, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

A relação completa de documentos, critérios de classificação e outras informações podem ser consultados no edital (confira neste link). Os alimentos adquiridos pelo PAA poderão ser incluídos em programas como o Restaurante Popular e o Banco de Alimentos, que realiza doações a entidades sociais e pessoas em vulnerabilidade social no município.


 

Imprensa SEESP
Fonte: Prefeitura Municipal de Diadema










Para o biênio 2014/2015, a cidade de Diadema terá mais ações voltadas para as mulheres nas áreas de educação, saúde, trabalho e combate a violência doméstica. Os programas a serem implantados neste período foram discutidos e aprovados na “V Conferência Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres”, que aconteceu no dia 19 de outubro passado. O evento contou com a participação de mais de 200 mulheres, dos diversos setores sociais do município.

Grupos de trabalho
Para fazer a Conferência, foram realizados antes quatro pré-encontros nas regiões Norte, Sul, Leste e Centro-Oeste da cidade para levantamento das propostas. Segundo a coordenadora municipal, Auzair Guimarães, os eventos ocorreram com base no Plano Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, sobre os eixos Educação; Saúde da Mulher; Trabalho e Geração de Renda e Enfrentamento à Violência Doméstica. 


Fonte: Prefeitura de Diadema




A ampliação da malha metroviária pautou as discussões da assembleia do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, realizada no dia 6 último, com presença do secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes. Na ocasião, o titular assumiu o compromisso de estudar a extensão da Linha 18 (Bronze) do Metrô até Diadema. A demanda foi sugerida a partir do terminal de partida do Corredor Leste/Oeste de São Bernardo, que será construído dentro do município administrado por Lauro Michels (PV). O Estado analisará a possibilidade de uma das linhas do Metrô (Lilás ou Azul) sair desse ponto.

De acordo com a coordenadora do GT de Mobilidade do Consórcio, Andrea Brisida, outro ponto de destaque em relação ao Metrô foi o pleito do prefeito Luiz Marinho, para que a primeira fase de obras - que ligará a Estação Tamanduateí ao Paço de São Bernardo - seja estendida até a Estação Djalma Dutra, na Avenida Faria Lima. "Isso certamente causará impacto financeiro e de tempo, porque essa estação estava prevista para a segunda fase do projeto. Mas o secretário [Jurandir Fernandes] entendeu que se houver atraso na obra, será para o bem. O Estado se demonstrou sensível a tentar solucionar o problema na integração Leste-Oeste", afirmou a coordenadora.

O prefeito de São Caetano, Paulo Pinheiro, por sua vez, comemorou o sinal positivo do secretário estadual para duas solicitações de mudanças de estações da futura Linha 18. A sugestão é que as paradas projetadas para a Avenida Goiás e Praça Mauá sejam transferidas para as redondezas da Avenida Presidente Wilson e Guido Aliberti, respectivamente.

A Linha 18 do Metrô passará por Santo André, São Caetano e São Bernardo, totalizando 20 km de extensão, 19 estações, 25 trens, 2 pátios e 4 terminais integrados, atendendo aproximadamente 400 mil usuários por dia. A projeção é de o intervalo entre os trens ser de menos de três minutos. O orçamento total gira em torno de R$ 4 bilhões.

Revitalização
Os projetos de revitalização nas estações do Expresso ABC, incluindo a nova estação Pirelli, também esteve em foco durante a reunião. O secretário Jurandir Fernandes anunciou que todas as estações da Linha 10 (Turquesa) da CPTM serão reestruturadas até 2014. Três lotes de edital, em julho, agosto e outubro, iniciarão o processo de obras, exceto na estação Tamanduateí, já transformada quando da sua interligação com o Metrô. Os detalhes desse processo de revitalização serão tratados pela equipe técnica da secretaria em uma reunião no Consórcio a ser agendada nos próximos dias.

Integração tarifária
Outra demanda regional, a integração de tarifas com participação da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) e da CPTM também foi discutida durante a assembleia de prefeitos. De acordo com Andrea Brisida, a EMTU elabora um estudo que deve ser compactuado com o projeto desenvolvido pelo Consórcio como parte integrante do Plano de Mobilidade. "O nosso estudo ficará pronto em julho. O Estado tem avançado nessa questão, mas não sabemos quando estará completo", comentou.

O Conselho de Desenvolvimento Metropolitano deve debater as questões apresentadas pelo Consórcio em reunião que será realizada no dia 26 de junho.


Fonte: Repórter Diário




A cidade de Diadema, no Grande ABC, receberá o repasse de R$ 1,761 milhão, do governo do Estado, referente aos certificados aprovados para a Lei Paulista de Incentivo do Esporte e Inclusão Social.  Com a verba, serão desenvolvidos três projetos na cidade: R$ 860 mil para obras no Estádio do Taperinha, localizado na Vila Nogueira, e para as escolas de formação de jogadores de futebol do CAD (Clube Atlético Diadema), que disputará a Segunda Divisão do Campeonato Paulista a partir do dia 27 de abril - hoje Diadema cede o local para treinamentos do CAD; R$ 341 mil para o Instituto Olga Kos, que oferecerá aulas de taek won do para deficientes mentais; e R$ 560 mil para o Programa Passe de Mágica (da ex-jogadora Magic Paula).

O prefeito de Diadema agradeceu o apoio do governo estadual pelo repasse dos valores aos projetos aprovados. “Este é o resultado efetivo do primeiro contato que tivemos com o governo estadual na área do esporte que se concretiza de forma muito positiva”, afirmou o prefeito Lauro Michels Sobrinho.


Imprensa – SEESP
Fonte: Prefeitura de Diadema




agenda