GRCS

Mostrando itens por marcador: JE na TV

Comunicação SEESP

O JE na TV desta semana, que foi ao ar inicialmente na segunda-feira (11/12), na programação da TV Aberta, destaca o 4º Encontro Nacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), que ocorreu no dia 1º de dezembro último, no auditório do SEESP e reuniu profissionais da engenharia, economia, farmácia, nutrição,  odontologia, além de convidados como o ex-ministro da Defesa, Celso Amorim.

Na Entrevista, Carlos Mingione, novo presidente do Sindicato das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco), eleito neste ano para o mandato 2018-2019, fala sobre o panorama atual para os profissionais que não é favorável em relação à qualidade dos projetos. "Nosso setor da engenharia consultiva está sentindo um desgaste há algum tempo com reclamações acerca da qualdiade do projeto, do nível de detalhamento insuficiente e que tem gerado problemas em relação a aditivos de prazos e valores. As ações para tentar mitigar esses problemas paresse que vem no sentido contrário. Eu sinto que a engenheria está sofrendo realmente grandes desafios", afirmou Mingione.

Ele lembrou que, atualmente, se contrata um serviço a partir de um projeto preponderantemente pelo menor preço, em detrimento da qualidade e da boa técnica. Isso se tornou uma prática generalizada em todo país. Um dos exemplos citados por ele é a recém aprovada Lei das Estatais que define como as empresas públcias de economia mista devem contratar. E, ao invés de preconizar que a contratação seja baseada na qualdiade, permite a contratação tendo como critério o menor preço. E isso, segundo ele, traz graves problemas do ponto de vista da qualidade e da ética.

O JE na TV vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo, ao vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESP no Youtube.

 

Assista a íntegra do programa, abaixo.

 

https://www.youtube.com/watch?v=1hP7kfiN094

 




O Jornal do Engenheiro na TV, o JE na TV, deu início nesta semana a série especial de entrevistas do 4º Encontro Nacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), ocorrido na sexta última (1º). A primeira entrevistada é a economista e consultora em Cidadania e Participação para o Desenvolvimento Econômico e Social, Esther Albuquerque.

"Precisamos criar espaços inclusivos de debates onde todos sejam acolhidos, sem construir hierarquias desses conhecimentos. Diversas pessoas estão fazendo isso, e a CNTU também com o Projeto Brasil 2022. Temos que ampliar as mesas de diáglogo, para que as pessoas voltem a ter esperança sobre o futuro do País", afirma a especialista em participação social, que atuou em iniciativas governamentais, como o Orçamento Participativo em Belém.

A cobertura completa sobre o evento você encontra no site www.cntu.org.br .

Na Reportagem, as fortes chuvas de verão acendem um alerta na cidade e a previsão é de muitos problemas como vias alagadas, enchentes, quedas de árvores e desmoronamento de morros. Neste último ano, o primeiro da administração João Doria, a prefeitura gastou somente 21% do seu orçamento de combate a enchentes. O assessor especial do SEESP, Carlos Hanickel, lembra que a escassez de engenheiros nos organismos como Defesa Civil, principalmente nas periferias, é um dos fatores: "É a população mais simples e mais necessitada é quem sofre mais, onde existem muitos corregos que não foram feitos limpezas, desassoreamentos, bem com limpeza nas galerias pluviais".  

Para o engenheiros da Prefeitura, Carlos Eduardo de Lacerda, além de aumentar o o corpo técnico bastante reduzido nas últimas administrações, é preciso que haja cursos de atualização. "É ideal cursos de atualização como em geoprocessamento e planejamento. As esquipes terceirizadas sem acompanhamento da administração, não vão fazer um bom trabalho. Então é muito importante que, além de aumentar a equipe, é preciso que ela seja bem distribuída e tenha formação adequada", explica Lacerda. 

O JE na TV vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo, ao vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESPl do SEESP no Youtube.

A edição que foi ao ar primeiramente na segunda-feira (27/11) pode ser vista abaixo.


https://www.youtube.com/watch?v=9BA89n1elYE



Comunicação SEESP

O JE na TV desta semana, que foi ao ar na segunda-feira (20/11), traz uma matéria sobre a quinta geração de banda larga móvel, que também está sendo desenvolvida no Brasil por engenheiros do Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel). Com a tecnologia, será possível colocar em prática projetos de carros autonomos, robôs domésticos e inserir milhares de eletrodomésticos com a Internet das Coisas. Além disso, regiões remotas do interior do País receberão pela primeira vez o sinal da banda larga. A previsão é que o 5G chegue em 2020 e se popularize em 2025.

O entrevistado desta edição é Sérgio Bacci, vice-presidente executivo do Sindicato da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval), que falou sobre a situação difícil por que passa a indústria naval brasileira. Dos 40 estaleiros no País, 12 estão com suas atividades paralisadas e os demais operam bem abaixo da capacidade. "Hoje infelizmente passamos por um momento de crise, como todo o País. Históricamente, a indústria naval no Brasil vive de soluços. Ou seja, dez anos com obras e outros dez sem, como no momento atual", comenta.

O JE na TV vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo, ao vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESP no Youtube.

Assista a edição completa:

https://www.youtube.com/watch?v=4jC6K0hoPA4

 

Comunicação SEESP

Luiz Carlos de Miranda Júnior, gerente da área de Segurança e Saúde da Fundação Coge, que reúne cerca de 70 empresas do setor elétrico brasileiro, é o entrevistado do JE na TV desta semana, que foi ao ar inicialmente na segunda-feira (13/11). O profissional coordena o Seminário Nacional de Segurança e Saúde no Setor Elétrico Brasileiro, realizado a cada dois anos. Neste ano, ocorrerá a 9ª edição na capital paulista, entre quarta (22/11) e sexta (24) da próxima semana.

"O seminário é mais focado para engenherios, técnicos e médicos do trabalho e segurança e ocorrerá na USP, no Instituto de Energia e Ambiente, em função de algumas questões que julgamos interessantes. Em 2016 foi inagurado o Lev, Laboratório de Ensaios de Vestimentas que vai permitir que o setor realize diversos testes que antes só eram possíveis no exterior, Estados Unidos, Canadá e Europa. Temos também o lamboratório de têxteis, no IPT, que tem condições de realizar outros tipos de ensaios de vestimentas para garantir qualidade aos profissionais. Então, achamos bastante oportuni realizar o evento em parceria com IEE da USP", comentou Miranda Júnior. Mais informações e inscrições podem ser feitas neste link.

Na Reportagem da Semana, os diversos aplicativos que contribuem para a agricultura. Confira:

https://www.youtube.com/watch?v=C-s2FvWhf3M&t=21s

O JE na TV vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo, ao vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESP no Youtube.



Comunicação SEESP

O JE na TV desta semana, exibido em primeira mão na segunda-feira (30/10), na TV Aberta, traz uma entrevista que ajuda o telespectador a entender um pouco mais sobre o transporte público. O presidente da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), Ailton Brasiliense Pires, conversa com o apresentador Fabio Pereira sobre estudos recentes sobre o tema e faz reflexões como o enfoque da mobilidade no componente humano.

Ele lembra que a ausência de um planejamento urbano a médio e longo prazo, mais eficiente, é que gerou o caus a usuários que moram em regiões mais afastadas, como zona leste, regiões que foram entregues aos interesses privados, de curto prazo, ocupadas por loteamentos pavimentados sem perspectiva de desenvolvimento local. Em 1950, o tempo médio de deslocamento, era de 10 minutos, com dois milhões de habitantes na cidade. Atualmente, são 70 minutos.

"O tamanho da população combinada com o volume da frota de ônibus, na cidade, se houvesse um outro arranjo do desenho urbano, certamente teríamos uma tarifa próxima da metade. Igualmente os tempos de viagem, o numero de acidntes e índices de poluição. Ou seja, nós seguimos pelo pior caminho. Parece até que escolhemos quais seriam as piores condições para construirmos uma cidade", lamenta Pires.

A ANTP publicou recentemente uma planilha atualizada sobre os Custos dos Serviços de Transporte Público, dividida em dois cadernos: o primeiro com o "Método de Cálculo" e o segundo com as "Instruções Práticas". O último documento de referência nacional nesse segmento havia sido produzido pelo GEIPOT e publicado em 1996. A Planilha da ANTP retrata, dentre outras novidades, as mudanças tecnológicas em veículos e sistemas inteligentes de controle, as novas regulamentações ambientais e as diretrizes da Lei de Mobilidade Urbana (Lei 12.587, de 2012). Incorpora novos elementos introduzidos nos processos de contratação ocorridas no período, como a integração, terminais e infraestrutura, bem como traz uma importante inovação, distinguindo claramente o cálculo do lucro das empresas da remuneração do capital.

Outro estudo divulgado recentemente, em forma de livro, é "Mobilidade Humana para um Brasil Urbano" que traz vários motivos para a acentuada perda de passageiros no sistema de ônibus. Além das causas bem conhecidas pelos usuários, que vão desde problemas de superlotação, tempo de espera e outros, uma delas, sem dúvida, é a disparidade dos tempos de locomoção entre os modos motorizados de transporte individual e o sistema de ônibus nas cidades brasileiras.

A Reportagem da Semana dá dicas sobre como se proteger de raios, que ocorrem muito mais neste período, entre as estações Primavera e Verão. Assista abaixo a edição na íntegra do JE na TV.

 

https://www.youtube.com/watch?v=gtfbEZLoHDs&feature=youtu.be




O Jornal do Engenheiro na TV (JE na TV) é uma produção da Comunicação do SEESP e vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo, ao vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESP no Youtube.



Comunicação SEESP

Quer construir ou reformar sem ajuda de um profissional habilitado? A edição do Jornal do Engenheiro na TV, que foi ao ar primeiramente na segunda-feira (23/10), produzido pela Comunicação do SEESP, alerta, em matéria, sobre os perigos da autoconstrução. Engenheiros e cidadãos que passaram por situações difíceis alertam: o barato sai caro.


Na Entrevista deste semana, o engenheiro de minas Ricardo Deguti, do Departamento Nacional de Perodução MIneral (DNPM),  fala sobre o novo Código da Mineração, que está em discussão no Congresso. Três medidas provisórias que mudam regras no setor da mineração foram publicadas no Diário Oficial da União no dia 26 de julho último.

As MPs alteram 23 pontos no Código de Mineração. Entre as principais medidas, estão o aumento nas alíquotas da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (Cfem) e a transformação do Departamento Nacional de Mineração em uma agência reguladora, a Agência Nacional de Mineração (ANM).

As MPs 789, 790 e 791 serão analisadas, separadamente, em comissões mistas de deputados e senadores. Depois, passarão por votações nos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado. O assunto foi objeto de matéria publicada na versão impressa do Jornal do Engenheiro e pode ser conferida aqui.

Confira:


https://www.youtube.com/watch?v=2u3ykuOCf_s

 

O Jornal do Engenheiro na TV (JE na TV) é uma produção da Comunicação do SEESP e vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo, ao vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESP no Youtube.





Comunicação SEESP

O JE na TV traz uma edição especial nesta semana sobre mudanças climáticas. O que são essas mudanças? Quais efeitos? Existe aquecimento global? E o que devemos fazer? O apresentador Fabio Pereira mediou o debate entre os especialistas Antonio Carlos Zuffo, mestre e doutor em hidráulica e sanemaneto e professor de recursos hídricos da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), e Magno Botelho Castelo Branco, professor de biologia e mudanças climáticas da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Castelo Branco ressalta que o planeta está sofrendo um aquecimento maior desde a revolução industraial, inclusive os últimos 15 anos são considerados os anos mais quentes da superficie do planeta, na média, desde que começou-se a medir a temperatura por instrumentos. "O planeta está sofrendo mudanças desiguais de temperatura.;O hemisfério norte está aquecendo mais e no hemisfério sul há uma queda de temperatura, o que faz sentido porque o degelo nesse polo não ocorre de maneira acelerada", disse.

Para Zuffo, que é engenheiro civil, existe aquecimento e esfriamento global. "Eu acredito na varieabilidade natural do clima. Pelo que estudo com dados historicos, de preciptação e vazão, verifica-se que existe uma certa recorrência desses eventos. A TErra já foi mais quente, a Terra ja foi mais friae esta sempre mudando. Existe uma correlação com a emissão de energia do sol, que não emite uma quantidade constatnte de energia, tem ciclos diferentes e alemdisso, a terra  percorre o sol em uma elipse e não em uma esfera. Entao tem periodos que o planeta fica mais próximo do sol e outros que fica mais distante. Isso para mim é um dos motivos principais pela variação do clima", justifca.

O Jornal do Engenheiro na TV (JE na TV) é uma produção da Comunicação do SEESP e vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo, ao vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESP no Youtube.


Confira o debate na íntegra abaixo:


https://www.youtube.com/watch?v=8JPdjN0fvpI



Comunicação SEESP

A memória sobre os fatos históricos é fundamental para compreender os acontecimentos do presente e planejar um futuro melhor. Para garntir que as informações sobre o universo sindical seja mantidas, foi criado o Centro de Memória Sindical. Sua coordenadora, a jornalista Carolina Ruy, conversa com Fábio Pereira, na Entrevista do Je na TV desta semana, que foi ao ar em primeira mão na segunda-feira (9/10), sobre um dos momentos mais marcantes do sindicalismo brasileiro: a greve geral  de 1917, que começou numa fábrica têxtil na Mooca e em poucas semanas se espalhou por São Paulo e, rapidamente, para outros estados do Brasil.


À época, em junho daquele ano, os trabalhadores cruzaram os braços para exigir redução da jornada de trabalho, melhores condições dentro das fábricas, aumento dos salários, espaços de convivência, entre outras pautas.  No mês seguinte, a paralisação já havia atingido cerca de 15 mil operários, de vários setores. No dia 9 de julho, uma passeata organizada pelos grevistas foi violentamente reprimida pela polícia. Antonio Martinez, um sapateiro, morreu, o que deixou a classe trabalhadora,  ainda mais indignada atraindo novas adesões.

Foi graças a essa greve, comandada pelo movimento anarquista, que foi desencadeada uma onda de greves no País, trazendo à tona a necessidade de uma organização maior dos trabalhadores, fortalecendo os sindicatos e, na década de 1940, a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). "A CLT é importante para a garantia de direitos e, ao mesmo tempo, tutelou o movimento sindical sob o estado. Mas, sso foi sendo burilado ao longo do tempo, e na Constituição de 1988 os sindicatos já foram considerados representantes legítimos dos trabalhadores. Hoje, nos deparamos com essa reforma trabalhista, que tem como um dos principais problemas o de enfraquecer o poder dos sindicatos", sintetisa Carolina Ruy.

Na Reportagem da Semana, saiba o que mobilizou os engenheiros no Estado de São Paulo a criarem o Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), que lançou a primeira graduação em Engenheira de Inovação, em 2015.

Confira:

https://www.youtube.com/watch?v=xKKIdJ2P3kE



JE na TV vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo, ao vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESPl do SEESP no Youtube.

 

Comunicação SEESP

Você sabe como trabalham as empresas voltadas ao desenvolvimento de tecnologias da construção? O JE na TV desta semana traz uma entrevista com a diretora da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Construção Civil, Paula Baillot Lacerda.

A Reportagem da Semana é sobre a primeira Maratona de Inovação do Isitec, onde alunos encararam mais de 30 horas no desenvolvimento de soluções inovadoras. O assunto também é tema da matéria de capa do Jornal do Engenheiro, publicação impressa que é disponibilizado no site do sindicato e você pode conferir aqui.

JE na TV vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo, ao vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESPl do SEESP no Youtube.

A edição que foi ao ar primeiramente na segunda-feira (2/10) pode ser vista abaixo:


https://www.youtube.com/watch?v=BUgQvSbIUBA




Comunicação SEESP

Inteligência artificial, realidade aumentada, digitalização dos processos, carros autônomos, maior interatividade entre diversos setores. Tecnologias que compõem a chamada Indústria 4.0. Para falar um pouco sobre o tema e apontar quais os caminhos para a formação do profissional que precisa se integrar a esse novo cenário, sujeito à mudanças radicais e rápidas, o JE na TV desta semana entrevistou Maurício Muramoto, vice-presidente da VDI Brasil - Associação de Engenheiros Brasil-Alemanha.


Na Reportagem da Semana, a mobilização nacional dos metalúrgicos ocorrida no último dia 14 de setembro para protestar contra as reformas trabalhista e previdenciária.

O JE na TV vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo, ao vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESPl do SEESP no Youtube.

A edição que foi ao ar primeiramente na segunda-feira (18/9) pode ser vista abaixo.


https://www.youtube.com/watch?v=2OfUSLu3o7M




 

 

Comunicação SEESP

A matéria de destaque desta edição do JE na TV, programa de televisão produzido pela Comunicação do SEESP, que foi ao ar inicialmente na segunda-feira (4/9), fala sobre a competição Baja SAE Brasil – Etapa Sudeste, organizada pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade (SAE Brasil) e realizada na Escola de Engenharia de Piracicaba da Fundação Municipal de Ensino da cidade (EEP/Fumep), que reúne mais de 600 estudantes de engenharia.

O tema também foi tratado numa matéria publicada no Jornal do Engenheiro, edição de setembro (número 507), que pode ser lida aqui.


Na entrevista, o cientista social e diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Clemente Ganz Lúcio, fala sobre situação política-econômica do País que enfrenta neste momento um acirramento do do desemprego e a precarização das relações trabalhistas, diante da reforma trabalhista aprovada.

O JE na TV vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo Ao Vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESP no Youtube. Assista a íntegra da edição, que foi ao ar primeiramente na segunda-feira (28/8), na TV Aberta.

 

https://www.youtube.com/watch?v=vGkkCWbJXR4





Tag

Comunicação SEESP

O JE na TV desta semana traz a cobertura da 11ª Jornada Brasil Inteligente, promovida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), que ocorreu no dia 18 de agosto último, no auditório do SEESP. Na Entrevista, o apresentador Fábio Pereira conversa com o auditor fiscal do Trabalho, Gianfranco Pampalon, sobre normas regulamentadoras, em especial a Norma Regulamentadora 10, que estipula requisitos de segurança para serviços em eletricidade. Um dos pontos abordados foram as contribuições do SEESP para seu aprimoramento.

O JE na TV vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo Ao Vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESP no Youtube.

Assista a íntegra da edição, que foi ao ar primeiramente na segunda-feira (28/8), na TV Aberta.





https://www.youtube.com/watch?v=5rp9Ueyiz6A





O Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec) está com nova turma para a pós-graduação BIM Master Modelador a partir de setembro próximo. "BIM nada mais é que um modelo construído virtualmente, onde é possível colocar todas as informações de um projeto para a construção civil, inclusive informações de prazo, garantias e manutenção", explica o engenheiro civil Renan Galvão Silva, construtor de BIM, um dos temas tratados na Reportagem da edição do JE na TV desta semana, que foi ao ar inicialmente na segunda-feira (14/8), na programação ao vivo da TV Aberta.

"Com o BIM, é possível antecipar alterações e decisões o que traz muitas vantagens, já que essas mudanças feitas ainda na fase de planejamento do projeto não trará nenhum gasto a mais durante a execução da obra", completa Galvão Silva.

Na Entrevista, o vereador de Mogi das Cruzes, Claudio Miyake, falou sobre a atuação da engenharia na mobilidade urbana daquele município. O vereador preside a Comissão Permanente de Transportes da Câmara Municipal que recentemente recebeu Jurandir Fernandes, coordenador  do Conselho Assessor de Transporte do SEESP, para falar sobre o tema. Miyake contou como foi o encontro, que contou com o apoio da Delegacia Sindical Alto Tietê, localizada em Mogi das Cruzes. Atualmente, o município conta com cerca de 1.100  vagas de estacionamento controlado na região central por meio do parquímetros com a utilização de moedas ou cartões recarregáveis. Conta, ainda, com um aplicativo que oferece informações completas sobre linhas de ônibus. As ciclovias também estão em plena expansão devido a um movimento promovido pela sociedade civil que é bastante organizada nesse segmento.

Confira:

https://www.youtube.com/watch?v=P2UF5SEKQzc&feature=youtu.be


O JE na TV vai ao ar toda segunda-feira pela TV Aberta São Paulo Ao Vivo e em mais de 40 cidades do Estado, sempre tratando de assuntos relevantes à engenharia. Todas as edições ficam também disponíveis no canal do SEESP no Youtube.

Mais informações sobre a pós em BIM aqui.

Comunicação SEESP
(publicado por Deborah Moreira)



O Jornal do Engenheiro na TV desta semana acompanhou o seminário “Inovação, segurança alimentar e logística”, promovido pela Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), em conjunto com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e com a Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU).

O evento realizado na sede do SEESP, no último dia 4 de agosto, teve a presença de especialistas do assunto que colocaram em debate a agricultura com ciência, inovação e sustentabilidade e a importância da logística no agronegócio.

Na entrevista, o professor de Engenharia Ambiental e Oceanografia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Felipe Gusmão, fala das micropartículas de plástico presentes no meio ambiente e o quão danoso elas são para o ecossistema. Segundo Gusmão, é através do uso demasiado do plástico e da destinação errada do lixo que se propagam no ar os pequenos contaminantes.

No Ponto, Murilo Pinheiro, presidente do SEESP, fala sobre os prejuízos da "deforma" trabalhista (Lei nº 13.467/2017). É informação, é engenharia.

 

Confira:

 

https://www.youtube.com/watch?v=OJLcKMaQPO0

 

Essa e as demais edições do semanal JE na TV estão disponíveis no canal do SEESP no Youtube.

 

 

 

Comunicação SEESP

 

 

 

 

Engenharia e tecnologia de ponta estão na pauta da entrevista do Jornal do Engenheiro na TV desta semana. O coordenador do curso de Engenharia Elétrica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Alexandre Barbosa de Lima, falou sobre o que há de mais moderno no campo da tecnologia.

Ele abordou em sua fala o chamado sistema ciberfísico, que, segundo explicou, é a convergência de ramificações da engenharia como computação, automação e controle, mecânica e telecomunicações. “A gente entrou na área da cibernética”, disse Barbosa, considerando os avanços da computação. Sistemas embarcados, internet das coisas, internet pública e acessibilidade também estiveram em pauta.

A reportagem da semana mostra a situação dos semáforos na cidade de São Paulo. Segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), somente neste ano já foram registradas mais de 5 mil falhas do sistema de trânsito, essencial para o convívio sadio de carros e pedestres. Para Eduardo Mario Dias , professor titular da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), boa parte dos problemas seria resolvida se houvesse uma atualização na tecnologia semafórica.

Confira esse debate no JE na TV e também a fala do presidente do SEESP, Murilo Pinheiro, na seção No Ponto:


https://www.youtube.com/watch?v=lbmeLhdM6_k

 

Acesse as demais edições do programa semanal produzido pela Comunicação do SEESP no canal do sindicato no Youtube.

 

 

Comunicação SEESP

 

 

 

 

agenda