logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 69

19/05/2016

Desafio à consolidação da robótica na indústria brasileira

De tão escassos, os profissionais robotistas bem qualificados escolhem onde querem trabalhar e quanto querem ganhar hoje no mercado brasileiro, afirma Sérgio Coca, gerente de Desenvolvimento de Negócios do Instituto Avançado de Robótica (IAR).

Criado a partir da necessidade de qualificar mão de obra para a robótica no Brasil, o instituto tenta suprir a demanda de conhecimento específico nessa área no País. Em apenas um ano de existência, formaram cerca de 40 profissionais, o que pode parecer pouco, mas todos os alunos ocupam cargos em empresas líderes do setor, e chegam a ser disputados por empresas de países como Alemanha e Estados Unidos, que têm cerca de 1,5 milhões de vagas não preenchidas para profissionais da área, explica Coca.

Hoje, tecnicamente, a profissão de robotista, profissional especialista em programação, operação e manutenção de robôs não existe no Brasil, já que não é regulamentada junto ao Ministério do Trabalho. Nem mesmo curso superior de Engenharia Robótica está disponível nas universidades. “Quando eu estava na universidade, gostaria de ter tido acesso a conhecimentos específicos na área de robótica”, diz Rogério Vitalli, criador do IAR e desenvolvedor da metodologia própria de ensino do instituto.

O investimento de R$ 1 milhão permitiu outra ousada iniciativa do instituto, a Unidade Móvel de Ensino. Trata-se de uma carreta com os mais variados equipamentos e softwares de robótica existentes no mercado, para dar suporte aos 44 diferentes cursos do portfólio, com 40 horas de duração, dos quais 80% são constituídos de treinamentos práticos.

Além da carreta, em exposição na Mecânica 2016, o IAR trabalha hoje em parceria com três universidades: Universidade Positivo, Universidade Metodista de Piracicaba e Universidade SATC, de Santa Catarina.


 

Fonte: Fator Brasil








Lido 2136 vezes
Gostou deste conteúdo? Compartilhe e comente:
Adicionar comentário

Receba o SEESP Notícias *

agenda