logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

29/11/2023

Engenheiros debatem estratégias e investimentos na produção de chips

Comunicação SEESP

 

O potencial do País e os caminhos para solidificar a atuação nacional foram destacados no seminário intitulado “Como estabelecer uma indústria de semicondutores no Brasil”, promovido pela Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), patrocinado pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e pela caixa de assistência Mútua, na tarde dessa terça-feira (28/11), na sede do SEESP.

 

A mesa temática “Estratégias empreendedoras, investimentos públicos e privados” da atividade foi mediada pelo diretor do sindicato e coordenador do projeto da federação “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, Fernando Palmezan Neto. “Esse seminário faz parte do projeto, que aborda temas que de alguma forma a engenharia possa ajudar a desenvolver”, afirmou Palmezan abrindo as falas. “Temos todas as condições de apresentar propostas factíveis, que vamos levar para autoridades políticas e quem mais quiser avançar nessa direção”, frisou o diretor.

 

Expuseram sobre o tema o coordenador do Conselho Tecnológico do SEESP e professor titular da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), José Roberto Cardoso; e Antonio Corrêa de Lacerda, professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

 

O debate contou também com representantes do setor industrial com Nilton Morimoto, membro da Associação Brasileira da Indústria de Semicondutores (Abisemi), e Fernando Momesso Pelai, especialista do Departamento de Competitividade e Tecnologia da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

 

Assista:

 

 

 

Apresentações em arquivo:

• Antonio Corrêa de Larcerda / PUC-SP

• Nilton Morimoto / Abisemi

• Fernando Momesso Pelai / Fiesp

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

Lido 249 vezes
Gostou deste conteúdo? Compartilhe e comente:
Adicionar comentário

Receba o SEESP Notícias *

agenda