logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

28/11/2022

Livro sobre desmonte da Petrobras e premência de resgatá-la será lançado nesta quinta-feira (1º/12)

Comunicação SEESP

 

Com o apoio da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) e do SEESP, será lançado nesta quinta-feira (1º./12), na sede do sindicato, na capital paulista (Rua Genebra, 25, Bela Vista), às 19h, o livro “A Petrobrás fatiada – prejuízos para a engenharia e soberania nacionais” (volume I). O evento será transmitido online pelo Facebook e Youtube do SEESP.

 

 

Os organizadores são Patrícia Laier, vice-diretora de Comunicação da Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet Nacional), e Francisco Gonçalves, delegado dessa entidade na Grande São Paulo; além de Orildo Lima e Silva, presidente da Associação dos Geólogos do Rio Grande do Norte (Agern). Fruto de parceria entre essas duas entidades, bem como do Sindicato dos Geólogos de São Paulo (Sigesp) e da Federação Brasileira de Geólogos (Febrageo), a obra contou com o patrocínio do Sistema Confea/Crea, da Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea e da própria Aepet, dentre outras. O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva foi convidado para o lançamento.

 

A publicação desmascara e sugere ações contra as ilegalidades que ora promovem o desmonte do Sistema Petrobras e que comprometem a soberania nacional; debate a evolução dos preços dos combustíveis entre 2010 e 2021 e demonstra que é possível uma política de preços capaz de induzir o crescimento econômico do Brasil, que favoreça a transição energética, com geração de riqueza, mas sem penalizar a sociedade, sobretudo os mais pobres; discute o desmonte do refino e a privatização da Petrobras Distribuidora; e traça um panorama histórico-crítico da área de exploração & produção de petróleo pela companhia, desde a descoberta e disputa com multinacionais pela Bacia de Campos, passando pela descoberta do pré-sal e culminando com os ataques externos aos campos objeto do contrato da cessão onerosa.

 

 

O presidente do SEESP e da FNE, Murilo Pinheiro, participará da atividade de lançamento, ao lado dos organizadores da obra Patrícia Laier e Francisco Gonçalves. Também são presença confirmada Allen Habert, coordenador do Fórum Nacional da Engenharia pela Democracia (EngD); Guilherme Estrella, ex-diretor da Petrobras; Fábio Reis e Marcelus Glaucus, presidentes respectivamente da Febrageo e do Sigesp; e os professores universitários Gilberto Bercovici e José Augusto Fontoura.

 

Foram ainda convidados Rosângela Buzanelli, representante dos empregados no Conselho de Administração da Petrobras; Deyvid Bacelar, coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP); e Adaedson Costa, coordenador da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).

 

Em seu prefácio para a obra, Estrella vaticina: “‘A Petrobras fatiada – prejuízos para a engenharia e soberania nacionais’ propõe um resgate da história recente da Petrobrás como empresa de energia integrada num único sistema industrial. É imperioso que ela recobre a sua atuação como empresa-âncora para a retomada do desenvolvimento industrial, autônomo, com tecnologia crescentemente nacional, desenvolvida junto à universidade brasileira, e com empresas de engenharia brasileiras de capital nacional. E que volte a fomentar a atividade de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação em todas as outras formas de energia abundantes em nosso imenso território nacional, para atender nossa crescente demanda energética na construção de um país mais justo, socialmente igualitário e com níveis de distribuição de renda, riqueza e propriedade muitíssimo mais avançados que a vexaminosa posição que ocupamos, entre os mais desiguais do planeta.”

 

Serviço:

Lançamento

“A Petrobrás fatiada – prejuízos para a engenharia e soberania nacionais”

Quando: Quinta-feira, 1º. de dezembro de 2022

Que horas: 19 horas

Onde: Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (SEESP)

Rua Genebra, 25, Bela Vista – São Paulo/SP

Transmissão no Facebook e Youtube da entidade

 

 

  

Lido 891 vezes

Comentários   

# não tenhoFernando 02-12-2022 12:27
O livro aborda a corrupção sistêmica dos governos petistas que saquearam e deram prejuízos de bilhões. além das delações premiadas e a devolução de parte dos recursos roubados ?? Aborta os prejuízos milionários nos governos Lula e Dilma, e os lucros estrondosos do governo atual ??? E a impunidade do STF com esses criminosos delatados e condenados ?
Responder

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda