GRCS

15/12/2020

Homenagem à atuação dedicada para salvar vidas e pelo bem comum

 

Soraya Misleh / Comunicação SEESP

 

O 11 de dezembro – Dia do Engenheiro – foi celebrado pelo SEESP com a entrega já tradicional do Prêmio Personalidade da Tecnologia àqueles que se destacaram em suas áreas de atuação em 2020, com ousadia, criatividade, inovação e dedicação – desta vez em cerimônia virtual, transmitida online pelo Facebook e Youtube do sindicato, em função da pandemia de Covid-19.

 

Em um ano particularmente desafiador, como não poderia deixar de ser, agraciados deixaram sua marca na luta para salvar vidas e pelo bem comum. Nesta 34ª. edição, são eles: José Carlos de Souza Jr. (categoria Educação), Elcires Pimenta Freire (Saneamento), Raúl González Lima (Saúde), Leopoldo Rideki Yoshioka (Tecnologias emergentes), Milena Braga Romano (Transporte e mobilidade) e José Manoel Teixeira (Valorização profissional).

 

“Nossa homenagem de agradecimento ao trabalho que vocês fizeram durante o ano e produziram em benefício da sociedade, da engenharia e do desenvolvimento do Brasil”, saudou-os Murilo Pinheiro, presidente do sindicato, à abertura, para quem o prêmio revela a importância do protagonismo da categoria.

 

Murilo Pinheiro: agradecimento pelo trabalho em benefício da sociedade

e saudação ao protagonismo da categoria. (Reprodução Youtube)

 

Segundo expressou no ensejo, a contribuição de cada um dos laureados traz “esperança de dias melhores e de contribuirmos cada vez mais a um país mais justo, com oportunidades para todos, que precisamos e almejamos”.

 

 

Os premiados

 

Primeiro a ser agraciado, José Carlos de Souza Jr., em seu discurso, revelou a honra de integrar galeria que conta outras 13 personalidades consagradas na área de educação, “fruto das experiências e escolhas que fizemos”. Reitor e professor do Centro Universitário do Instituto Mauá – que, como frisou, completou 59 anos no Dia do Engenheiro –, ele dedicou o prêmio à comunidade acadêmica. “Transformar a educação” em prol da cidadania, da sociedade, como afirmou, não é resultado de uma personalidade, mas do trabalho coletivo. “Este troféu ficará em lugar de destaque na reitoria”, garantiu, orgulhoso.

 

Professor da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FespSP) e pesquisador, Elcires Pimenta Freire falou da felicidade em ser homenageado pelo SEESP, “histórico defensor da democracia e direitos humanos”, além de “farol” em prol do desenvolvimento científico e tecnológico. “É motivação para continuarmos com muito afinco nossos trabalhos”, salientou. Na sua análise, a escolha de seu nome – com o que ficou “surpreso e comovido” – se deu em primeiro lugar dada a importância do tema: saneamento. E em segundo, pelo trabalho coletivo realizado junto à “quase centenária” FespSP na busca por contribuir ao desenvolvimento de políticas públicas na área socioambiental.

 

“Os milhares de páginas de planos de saneamento foram construídos por centenas de mãos e são assinados quase na totalidade por gestores municipais e pela própria população”, apontou, dizendo que sempre foi bandeira intransigente a universalização dos serviços, o saneamento como um direito – princípio hoje ameaçado e que vamos defender “com unhas e dentes”. E concluiu: “A engenharia não é neutra, nem indiferente ao nosso povo. Temos que definir se seremos profissionais do cataclisma ambiental ou engenheiros com E maiúsculo, crentes no despertar de valores humanistas.”

 

Premiado na categoria Saúde, Raúl González Lima, chefe do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de São Paulo (USP) e coordenador do Projeto Inspire, ventilador pulmonar emergencial, enfatizou que são 20 anos de “maravilhamento” contínuo – compartilhado com gratidão pelos alunos de engenharia – com as inovações realizadas para salvar vidas, como a tecnologia de tomografia por impedância elétrica. “O Brasil hoje é referência nisso.”

 

De acordo com Lima, ao início da pandemia, a diretora da Escola Politécnica da USP, Liedi Bernucci, fez um chamado aos docentes e pesquisadores para que atuassem para ajudar a sociedade. O resultado, com o alinhamento do professor Marcelo Zuffo – agraciado pelo SEESP em 2006 como Personalidade em Inovação Tecnológica – e contribuição de 800 doadores individuais e empresariais, além da participação da Marinha do Brasil, é o Projeto Inspire. A tecnologia que ajuda a salvar vidas, após os devidos testes, foi utilizada em 40 pacientes no Instituto do Coração (Incor). “Esse maravilhamento que gostaria que todo estudante e profissional da engenharia experimentasse com bastante frequência”, pontuou.

 

 

A partir de cima, da esq. p/ a dir., Teixeira (Valorização profissional), Cardoso, jornalista Rita Casaro, que

apresentou os premiados, Freire (Saneamento), Romano (Transporte e mobilidade), Souza Jr. (Educação),

Lima (Saúde), Murilo Pinheiro e Yoshioka (Tecnologias emergentes). (Reprodução Youtube). 

 

Outro docente da USP que atendeu ao chamado, Leopoldo Rideki Yoshioka foi agraciado pela contribuição em Tecnologias emergentes. “Compartilho esse prêmio de excelência com minha família, amigos, colegas e em especial aos queridos alunos e ao Fundo Patrimonial Amigos da Poli, no apoio ao projeto do robô transportador hospitalar”, destacou. Professor-doutor do  Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos, ele afirmou que a inovação foi pensada para proteger aqueles que estão na linha de frente na busca por salvar as vidas dos pacientes com Covid-19. O primeiro protótipo já foi concluído e o segundo está em preparação. “Vamos levar o robô piloto para o Hospital Universitário da USP”, garantiu Yoshioka. Na sua concepção, a pandemia antecipou em uma década a chegada da sociedade digital, o que exige o desenvolvimento de novas capacidades: de adaptação a mudanças, de inovação e de colaborar com os outros engenheiros e profissionais de todas as áreas.

 

Na área de Transporte e Mobilidade, Milena Braga Romano, cofundadora e vice-presidente da startup UBus, que desenvolveu solução pioneira para transporte sob demanda, observou que o ano de 2020 foi “um dos mais difíceis e desafiadores para a história da mobilidade no Brasil”. Garantir inovação, nesse sentido, teve, para ela, o duplo objetivo de diminuir o custo ao empresariado e oferecer transporte coletivo de passageiros diferenciado.

 

Por fim, o diretor do SEESP José Manoel Teixeira expressou sua eterna gratidão e compartilhou o prêmio em Valorização profissional com “todos os engenheiros do sindicato, em especial os de segurança do trabalho”.

 

 

Engenharia para a paz

 

Escolhidos por unanimidade pelo Conselho Tecnológico do sindicato, formado por 250 membros, os homenageados são, nas palavras do seu coordenador, José Roberto Cardoso, “aderentes ao movimento da engenharia para a paz” e inspiração aos estudantes da área nessa direção.

 

Ele explicou que o movimento surgiu em Albuquerque, na Universidade do Novo México, e fundamenta-se nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) constantes da Agenda 2030 das Nações Unidas. “Como engenheiros, temos uma responsabilidade muito grande.”

 

 Cardoso: "Premiados são aderentes ao movimento engenharia para a paz."

(Reprodução Youtube)

 

Entre os exemplos, citou o lítio. Usado, como lembrou, para produzir baterias leves de longa duração a veículos elétricos e equipamentos eletrônicos, tem como maior fornecedor a Bolívia e é extraído por operários em condições subumanas. "Esse é um problema da engenharia. Senão deixaremos de ser agentes da felicidade para sermos um componente do escravagismo”, ponderou. E foi categórico: “Quando fazemos algo para melhorar a qualidade de vida, precisamos pensar o que fazer com aquela extração do minério, se as condições de trabalho são adequadas. Temos que ter consciência disso, da importância de trabalharmos para ser instrumentos da paz. Esse movimento é muito aderente à ação dos premiados, e o presidente do sindicato lidera tudo isso”, finalizou.

 

 

Conheça mais sobre a homenagem e a trajetória dos agraciados em 2020 aqui.

 

 

Confira a solenidade de entrega do Prêmio Personalidade da Tecnologia na íntegra:

 

 

 

 

 

Lido 360 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda