logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

01/02/2023

SEESP e Metalúrgicos apoiam Edmilson e Marcelo para o Conselho da Embraer

Comunicação SEESP

 

Para a representação dos empregados no Conselho de Administração da Embraer, período de 2023 a 2025, o SEESP e o Sindicato dos Metalúrgicos de Botucatu e Região apoiam a Chapa 6, formada por Edmilson Saes e Marcelo Gonçalvez. A eleição nos dias 7 e 8 de fevereiro.

 

Comprometidos com o sucesso da empresa e o bem-estar dos seus trabalhadores, os dois atuarão de forma séria e competente para buscar conquistas aos empregados, aprovação de novos programas e apoio governamental para a companhia continuar prosperando e gerando empregos.

 

Conheça os candidatos:

 

Edmilson2023 01 16 final

Edmilson Saes – Titular

40 anos de Embraer, engenheiro de Desenvolvimento de Produto SJC, diretor do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (SEESP), vice-presidente da Cipa EGM, voluntário do Instituto Embraer.

 

Ex-representante dos empregados no Conselho (2019-2021), Edmilson atuou fortemente para assegurar direitos a todos os empregados e de todos os sites (durante a pandemia), como lay-off e licença remunerada. Representando o SEESP, garantiu a data-base dos engenheiros em maio de 2022, quando foi realizado acordo que elevou o teto de reajuste para R$ 14 mil, demonstrando à empresa que havia muitos profissionais com salários defasados.

 

Trabalhou também pela expansão da Unidade de Botucatu, mantendo investimentos na planta que possibilitaram a fabricação dos segmentos dos jatos comerciais, propiciando ampliação de cerca de 900 empregados para 1.800 atualmente.

 

MarceloBOT 2023 01 16 final

Marcelo de Oliveira Gonçalvez  Suplente

22 anos de Embraer, soldador de produção BOT, diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Botucatu e Região.

 

Juntamente com o Sindicato dos Metalúrgicos BOT, trabalhou fortemente em um acordo que garantiu plano de progressão automática para todos os empregados do site, a volta de avaliação por competência, vale-refeição de R$ 300,00, prioridade na recontratação de demitidos, além de outros benefícios.

 

 

Conquistas conjuntas na negociação coletiva

A parceria entre SEESP e Metalúrgicos BOT, que contou com o fundamental trabalho de Edmilson e Marcelo, obteve resultados importantes também na negociação coletiva. Entre eles: 

 

  • Complementação salarial nos afastamentos previdenciários até 120 dias.
  • Garantia de salário nos 30 dias após retorno das férias.
  • Garantia de salário por até 60 dias no retorno de auxílio-doença.
  • Estabilidade por 21 meses após retorno de doença profissional.
  • Estabilidade por 60 meses após retorno de acidente do trabalho.
  • Garantia de emprego ou salário nos 18 meses anteriores ao direito à aposentadoria.

 

Programa de trabalho é a valorização do empregado

Para a Embraer continuar a ser essa empresa de alta tecnologia com produtos inovadores, são necessários os melhores profissionais em todas as áreas. A responsabilidade de todos, do projeto à fabricação do produto e das áreas de apoio, é enorme, e isso deve ser valorizado pela companhia. A Engenharia (de Projeto, Desenvolvimento, Manufatura, Qualidade, Suporte e Certificação) é o coração da empresa, sendo uma das responsáveis diretas pela nossa competitividade no mercado.

 

A responsabilidade de quem aperta um parafuso para fixar um trem de pouso é enorme, assim como de todos que trabalham na manufatura, nos setores administrativos, na logística e em todas as outras áreas. Isso deve ser valorizado pela empresa.

 

Portanto, reconhecimento é fundamental! E isso se dá por medidas concretas, como o fim do teto no reajuste, que prejudica aqueles que têm mais experiência, gera descontentamento e perda de talentos.

 

Também é preciso garantir aumento real e envolver a todos na discussão de planos de evolução nas carreiras, além de discutir benefícios fundamentais como Plano de Saúde e melhoria na PLR.

 

 

 

 

 

 

 

  

Lido 267 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda