logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 69

08/03/2018

Primeira mulher na direção da Poli-USP assume neste 8 de março

Comunicação SEESP*

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) tem uma nova diretoria. Pela primeira vez. em sua história de 124 anos, será administrada por uma mulher, Liedi Légi Bariani Bernucci, professora do Departamento de Engenharia de Transportes (PTR). Entre 2014 até janeiro deste ano, Bernucci ocupou a vice-diretoria da Poli. Com 59 anos, ela assume o cargo máximo administrativo da Poli, uma instituição com 452 docentes e mais de 8.000 estudantes.

Imagem: Reprodução de vídeo


A homologação da nova diretora será realizada pelo reitor da instituição de ensino, professor Vahan Agopyan, nesta quinta-feira (08/03), no início da reunião do Conselho Técnico-Administrativo (CTA), às 14h, no auditório do Prédio da Administração da Poli, em São Paulo.

Bernucci, junto com o professor do Departamento de Engenharia Química (PQI), Reinaldo Giudici, seu vice, foi eleita nesta quarta-feira (07/03) com 200 votos de 217 votos válidos.

Entre os destaques do programa-base para a gestão da Poli-USP para o período 2018-2022 estão: consolidar e aprimorar a reforma curricular proposta no âmbito da EC-3; ampliar a internacionalização, com oferta de mais cursos em inglês para atrair alunos estrangeiros; melhorar os indicadores dos programas de pós-graduação; ampliar as instituições parceiras no programa de duplo diploma; buscar mais parcerias para execução de pesquisas em cooperação; ter mais iniciativas como as da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), entre outras medidas.

Em matéria publicada pelo jornal a Folha de S.Paulo, ela diz que, apesar das “ofensas costumeiras”, como ela descreve o machismo na universidade, nunca duvidou da sua capacidade. “Sou engenheira e objetiva, acredito nos números. Eles falam. Se na comparação eu estava melhor, não tinha como falar que eu era burra.” Ainda na reportagem, Bernucci cita números importantes sobre a presença feminina no curso da Poli, que, em 1977, era menos de 5% dos alunos da graduação eram mulheres; e hoje corresponde a 20%. “Sei que parece pouco, mas não é. Passou de 5% para 20%. Tenho muito orgulho desse número”, afirmou.

Perfil
A professora Liedi Bernucci se formou na Poli em Engenharia Civil em 1981. Fez mestrado em Engenharia Geotécnica na Poli-USP, concluído em 1987. Parte da pesquisa foi desenvolvida em uma especialização feita no Institut Fuer Grundbau und Bodenmechanik - Eidgenoessische Technische Hochschule Zürich (ETHZ), na Suíça, onde permaneceu de 1984 a 1986 e fez também um doutorado-sanduíche. Tornou-se docente da Poli em 1986. Foi a primeira mulher a ocupar a vice-diretoria da Escola – antes disso, havia chefiado o Departamento de Engenharia de Transportes. Desde 1995, coordena o Laboratório de Tecnologia de Pavimentação (LTP).

* Com informações do site da Poli-USP e do jornal Folha de S.Paulo

>> Confira vídeo lançado pelo Dia Internacional da Mulher, em 2017, com a participação da nova diretora da Poli-USP:

https://www.youtube.com/watch?v=Kuk0RQGUmDA

Lido 2187 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda