GRCS

13/04/2021

PalavraMuriloFOTO PalavraMuriloTITULO

 

Engenharia e infraestrutura ganham destaque na Câmara paulistana

 

Projeto de resolução protocolado no dia 9 de abril institui frente parlamentar na cidade voltada às áreas essenciais ao desenvolvimento. Proposta tem apoio do SEESP.

 

FrenteParlamentarEngenhariaSaoPaulo QuadradoUma excelente iniciativa foi tomada pelo vereador paulistano Eliseu Gabriel (PSB), que protocolou, na sexta-feira (9/4), um projeto de resolução para a criação da Frente Parlamentar da Infraestrutura e Engenharia de São Paulo.  Aguarda-se agora a aprovação da proposta o mais rapidamente possível para que seus trabalhos possam ter início em benefício do desenvolvimento da cidade. Conforme o projeto, a frente parlamentar deverá promover estudos e discussões e propor soluções para a infraestrutura paulistana, visando maior viabilidade econômica da cidade. Nesse sentido, terá entre suas atribuições a busca do aprimoramento da legislação municipal relativa ao tema.


Também estará na agenda de atividades a realização de audiências públicas, seminários e debates a fim de promover a integração entre parlamentares, governo e sociedade civil. Ponto fundamental na idealização da iniciativa, por sinal, é a previsão de participação efetiva das organizações, em especial da nossa categoria, conforme deixa claro o vereador na justificativa do projeto: “Há algumas décadas, crises econômicas que se refletem aqui, muitas vezes criadas por equivocadas decisões de governos federais, têm causado problemas na manutenção e modernização da infraestrutura da cidade. Isso pode ser resolvido, além de decisões do Executivo, a engenharia e os engenheiros são aliados chaves para a solução.”

Como apoiador de primeira hora de uma frente parlamentar com esse objetivo, o SEESP, juntamente com o seu Conselho Tecnológico, coloca-se desde já à disposição para contribuir na busca das soluções que o município precisa.


Tema fundamental a integrar esse debate, na nossa avaliação, será garantir à cidade mão de obra qualificada em número suficiente para atender às demandas de uma megalópole com área de 1.521 km² e 12,33 milhões de habitantes. Nesse sentido, o sindicato tem reivindicado à Prefeitura que amplie consideravelmente o seu quadro de engenheiros e de outros profissionais da área tecnológica. Primeiro passo para essa providência seria convocar os 568 aprovados no concurso feito em 2018, até hoje à espera de serem chamados ao trabalho.


Conforme dados de fevereiro último, a Capital dispõe de apenas 583 engenheiros, entre os quais 129 agrônomos, o que está muito distante do que seria necessário, tendo em vista a magnitude das tarefas a serem cumpridas. A situação, no entanto, fica ainda mais grave quando se observa que desses mais de 300 estão trabalhando com “Abono de Permanência”, o que significa que podem se aposentar a qualquer momento, deixando a Administração em situação ainda mais precária.


Questões fundamentais como essas exigem solução adequada e urgente e certamente estarão na pauta da frente parlamentar ora em processo de criação, que chega como ótimo reforço ao bem-estar dos paulistanos.


Eng. Murilo Pinheiro – Presidente  

Lido 1236 vezes

Comentários   

# Eng. AgrônomoEmilio de Souza Lima 14-04-2021 09:09
A municipalidade vive mais de corrigir erros do que programar ações positivas. Falta mão de obra técnica para projetar o futuro e gente apta a fiscalizar a execução dos contratos. É louvável a criação da FPIE. é necessário que estejamos envolvidos nela, sob pena de perder o que sabiamente foi dito pelo Eng. Civil José A. Moraes.
Responder
# Engenheiro de Segurança do TrabalhoAduile 13-04-2021 20:23
Seria muito importante a convocação dos engenheiros que passaram no concurso de 2018, pois a prefeitura de São Paulo iria ganhar muitos profissionais capacitados.
Responder
# Engenheiro CivilJosé Augusto Moraes 13-04-2021 15:02
O tempo não para. Somos simples passageiros. Hoje somos nós. Amanhã serão outros em nossos lugares.Mas devemos defender as conquistas de nossos antepassados, que nos garantiram até aqui e não devemos deixar que alguns negociem nossos benefícios advindos de muita labuta e coragem.
A considerações.
Responder

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda