GRCS

Canteiro

Avalie este item
(0 votos)

Engenheiros discutem propostas com candidatos

Com a primeira atividade da série realizada em 30 de julho, com o candidato ao Senado pelo PSDB José Serra, o ciclo de debates “A engenharia, o Estado e o País” é organizado desde 1998 pelo SEESP. A se encerrar em setembro próximo, de acordo com a legislação eleitoral, neste ano, receberá os candidatos aos cargos majoritários – senador, governador e presidente – às próximas eleições estaduais e nacionais. “Como tradicionalmente acontece, vamos receber, em datas alternadas, os candidatos de todos os partidos e/ou coligações para que falem sobre seus programas de governo e recebam sugestões da nossa categoria, que muito tem a contribuir para a solução dos problemas urbanos e sociais”, explica o presidente do sindicato, Murilo Celso de Campos Pinheiro.

Ocorreu ainda, em 31 de julho, atividade com a presença do candidato ao Senado pelo PV Carlos Alberto Santos (Kaká). Além disso, dois outros debates estão agendados para agosto: nos dia 8, 15 e 19, respectivamente com os candidatos ao Governo paulista pela Frente de Esquerda PSOL-PSTU, Gilberto Maringoni, pelo PV, Gilberto Natalini, e pelo PHS, Laércio Benko.  As atividades são abertas ao público e acontecem sempre na sede do SEESP, na Rua Genebra, 25, Bela Vista, São Paulo. O ciclo “A engenharia, o Estado e o País” também pode ser acompanhado online aqui.


De casa nova, Rio Claro empossa diretoria

Em 18 de julho, a Delegacia Sindical do SEESP na cidade abriu as portas de sua nova sede com a posse da diretoria da entidade. “Nossa delegacia está à disposição, a casa é nossa, para ser usada por todos”, declarou Francesco Rotolo, presidente empossado da delegacia. A nova sede, que passou por ampla reforma após a aquisição, fica na Rua Dois, 2.727, na Vila Operária.

O evento foi prestigiado por autoridades como a vice-prefeita de Rio Claro, Olga Salomão (PT), também secretária de Planejamento; Sérgio Guilherme, secretário de Manutenção e Paisagismo; e o vereador José Júlio Lopes de Abreu (PP), o Julinho Lopes. Compareceram ainda representantes das demais secretarias e do deputado estadual Aldo Demarchi (DEM). 

O presidente do SEESP, Murilo Celso de Campos Pinheiro, presente à cerimônia, saudou a atuação da diretoria regional e lembrou o avanço representado pela conquistas de sedes próprias no Interior: “Integra o processo de crescimento e fortalecimento da entidade, que hoje representa cerca de 200 mil engenheiros em São Paulo e tem mais de 50 mil associados, contando com 25 delegacias sindicais, sendo 15 com sedes próprias.” E continuou: “Precisamos ter o sindicato com raízes fincadas em cada região do Estado para melhor atender e representar os engenheiros.”

Pinheiro também enfatizou que as parcerias com outras entidades têm contribuído para o fortalecimento da entidade. Ele citou o trabalho conjunto com a Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), dando como exemplo a adesão do SEESP ao projeto “Cresce Brasil”, que acaba de produzir um novo documento, intitulado “Novos desafios”. A publicação será entregue a todos os candidatos a governador, senador e presidente como forma de contribuir com o seu programa de governo.


Campanhas salariais têm acordos fechados

Elektro – Em assembleia no dia 26 de julho, a categoria aprovou a contraproposta da empresa para assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho de 2014. O reajuste salarial será de 7%, correspondente ao Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe) acumulado de 1º de junho de 2013 a 31 de maio de 2014, que foi de 5,36% mais aumento real de 1,56%. Entre outras conquistas, o acordo prevê, ainda, 7,5% de reajuste sobre os vales alimentação e refeição, além de 8% sobre a cesta básica, com redução respectivamente de 1,5% e de 2% na participação dos empregados nesses benefícios.

SPTrans – Os engenheiros que atuam na companhia aprovaram em assembleia, no dia 21 de julho, proposta final da empresa para renovação do Acordo Coletivo de Trabalho 2014. Entre outros itens, será aplicado o rea­juste de 8% aos salários, extensível aos benefícios de caráter econômico, à exceção dos auxílios alimentação e refeição, que serão reajustados em 11%.

Cteep – O Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2014/2015 foi assinado em 23 de julho, na sede do SEESP, em São Paulo. Destacam-se, entre outros itens, reajuste salarial de 7%, correspondente ao Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe) acumulado de 1º de junho de 2013 a 31 de maio de 2014, que foi de 5,36% mais aumento real de 1,56%, extensível aos demais benefícios, à exceção dos vales refeição, alimentação e cesta básica, majorados em 8,5%. Os pagamentos dos salários com os reajustes e as diferenças retroativas a 1º de junho último, data-base da categoria, serão feitos na folha de pagamento deste mês.

Mais nesta categoria: « Maringoni Benefícios »

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda