logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

21/06/2023

Energia solar na cidade de São Paulo é discutida em seminário

Comunicação SEESP

 

A importância da energia solar na conservação do meio ambiente e a necessidade de políticas públicas para ampliar sua geração estiveram em destaque no seminário “O futuro é solar – Cidade de São Paulo”.

 

A atividade, que aconteceu na Câmara Municipal de São Paulo na última sexta-feira (16/6), foi promovida pelo Instituto Envolverde em parceria com a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente (SVMASP) e a Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz (UmaPaz), e apoio do vereador Eliseu Gabriel (PSB).

 

Gabriel compôs o primeiro painel do seminário, juntamente com a coordenadora da UmaPaz, Meire Aparecida Fonseca de Abreu, que debateu legislação e a política solar na cidade. Ele falou sobre o Projeto de Lei (PL) nº 107/2019, de sua autoria, que institui a Política Municipal de Energia Solar.

 

Aprovado em primeira discussão, o PL ainda tramita na Câmara. “Vocês imaginam a dificuldade de votar porque existem muitos interesses envolvidos”, contou o vereador. Em suma, o projeto define a utilização da energia fotovoltaica nas edificações municipais, estimula a geração local e fomenta a capacitação e formação de recursos humanos para atuar em todas as etapas da cadeia produtiva. “É um clamor da sociedade, é uma coisa que tem a ver com a cidade, com o interesse público”, afirmou Eliseu Gabriel.

 

O segundo painel colocou em debate as oportunidades de emprego e renda e contou com as falas de Danielle Johann, da Associação Brasileira de Energia Solar Térmica (Abrasol); Christian Cecchini, da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar); Ana Vitória Wernke, do Iclei Brasil - Governos Locais pela Sustentabilidade; Douglas Messina, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT); Marcela de Oliveira Santos, da São Paulo Parcerias; e Denésio Carvalho, conselheiro do SEESP.

 

Carvalho frisou a assistência que o sindicato presta aos profissionais da área e pontuou as diversas modalidades da engenharia que são envolvidas na produção e geração de energia fotovoltaica. “Temos o trabalho em altura com a Engenharia de Segurança, o engenheiro civil que vai calcular no telhado o peso [das placas]. Falamos também de Engenharia Elétrica [...] Tem muitas oportunidades nesse campo”, exemplificou.

 

Assista ao seminário na íntegra:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lido 243 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Receba o SEESP Notícias *

agenda