Logos

GRCS

30/10/2013

Santo André será beneficiada por PAC da mobilidade urbana

Avalie este item
(0 votos)

Em recente visita a São Paulo, a presidente Dilma Rousseff anunciou investimentos direcionados à mobilidade urbana que contribuirão para melhoria do sistema de transporte público. Ao todo, são R$ 5,4 bilhões para obras na região metropolitana de São Paulo, beneficiando diretamente Santo André. Os recursos serão aplicados na expansão da Linha 2 do Metrô (Vila Prudente-Vila Formosa), expansão da Linha 9 do trem para a Zona Sul, implantação de trem na Linha Zona Leste-Aeroporto de Guarulhos, além da modernização de 20 estações da CPTM. “São Paulo é um dos modelos do País. Não podemos deixar que a essa imagem se associe a ideia de dificuldade de trânsito e de grandes congestionamentos”, destacou.

Satisfeito com o anúncio, o prefeito andreense, Carlos Grana, destacou que a administração municipal trabalha em conjunto com a União para melhorar o fluxo da mobilidade na região do Grande ABC. “Já implementamos o Bilhete Único em Santo André e preparamos vários investimentos nesta área para a melhoria de toda a cidade”, comentou o chefe do Executivo, ao mencionar as intervenções que estão planejadas para melhorar o transporte na cidade, sobretudo com a implementação de corredores exclusivos para ônibus.

Estado
O governador do Estado, Geraldo Alckmin, também revelou as intenções do governo estadual em melhorar a mobilidade na região. Para isso, garantiu investimento pesado na modernização das estações da CPTM regionais. “Vamos reformar as dez estações aqui do ABC. Atualmente, quatro estão em projeto: Mauá, Prefeito Saladino, São Caetano e Utinga. E vamos licitar para reformar a Capuava e ainda reabrir a estação Pirelli”, explicou.

A concessão patrocinada para a prestação dos serviços públicos de transporte de passageiros da Linha 18 - Bronze prevê a implantação de obras e dos sistemas, aquisição dos trens, operação, conservação e manutenção. O valor total previsto para implantação da linha, que contará com 13 estações, é de R$ 3,5 bilhões. Na primeira fase, a Linha terá 14,9 km de extensão, atendendo aos municípios de São Paulo, São Caetano do Sul, Santo André e São Bernardo.


Fonte: Prefeitura Municipal de Santo André




Lido 1646 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp