Logos

GRCS

31/10/2012

Usiminas, de Cubatão, inaugura equipamento

Avalie este item
(1 Votar)

Em meio a um cenário de demanda interna morna, e excesso global de oferta de aço, a Usiminas inaugura nesta quarta-feira (31/10) seu último grande investimento na área siderúrgica - R$ 2,5 bilhões -, em Cubatão, na Baixada Santista. Com o novo equipamento, uma laminadora de chapas de aço, a empresa mira novos mercados no Brasil para ampliar suas vendas e melhorar seus ganhos financeiros. O alvo principal é o setor de extração e transporte de petróleo e gás, além das indústrias naval e de maquinário.

O investimento foi realizado nas instalações da antiga Cosipa (siderúrgica paulista adquirida pela Usiminas em 1993 e depois incorporada). O novo equipamento, chamado de Laminador de Tiras a Quente-LTQ, importado do Japão, vai produzir 2,3 milhões de toneladas por ano. Assim, a empresa vai substituir o atual, já com muito tempo de operação e tecnologia para aplicações menos nobres.

O equipamento, que estará operando à plena capacidade até o fim do primeiro trimestre de 2013, está na fase final de certificação e homologação de produtos, já com algumas vendas comerciais, informou o executivo. O antigo equipamento não será aposentado de vez. "Ficará em "stand by", pois o Brasil, com seus programas de investimento em infraestrutura, poderá ter recuperação da demanda e picos de encomenda", disse Eguren, que assumiu o cargo em janeiro.

A nova linha de Tiras a Quente (LTQ2) é uma das mais avançadas em tecnologia no mundo. Eleva a Usiminas a um novo patamar tecnológico. E vai possibilitar que a empresa ofereça aos clientes uma gama maior de produtos de aço para as mais diversas aplicações. O foco é atender aos fabricantes de tubos de grande diâmetro, peças para o setor automotivo, máquinas e equipamentos industriais e o mercado de construção civil.
 

Imprensa – SEESP
Notícia do jornal Valor Econômico



Lido 2638 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp