Logos

GRCS

27/08/2012

Propostas de expansão e modernização do transporte ferroviário de SP

Avalie este item
(2 votos)

Em seminário sobre “O futuro do sistema de transporte ferroviário no Estado de São Paulo”, realizado no dia 22 de agosto último, pelo SEESP, na Capital Paulista, o secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e o presidente da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), Mário Bandeira, mostraram que a mobilidade de carga e de passageiros no estado está baixa, dispersa e fragmentada, principalmente na RMSP (Região Metropolitana de São Paulo), e apresentaram projetos de expansão e modernização do sistema metroferroviário, com a previsão da retomada dos trens regionais, com três projetos iniciais de Jundiaí, Sorocaba e Santos; concretização do ferroanel e implantação do TAV (Trem de Alta Velocidade) Campinas/São Paulo/Rio de Janeiro.

* Veja aqui as fotos do seminário

Os recursos no setor, segundo os representantes do governo estadual, terão uma tendência crescente, podendo chegar a quase R$ 10 bilhões ao final da administração atual. A extensão da rede metrô+CPTM prevista, que em 2011 era de 328,2 km, é alcançar 633,6 km, em 2020, levando em conta que também neste ano a população da RMSP (Região Metropolitana de São Paulo) estimada será de 20.438.643 (hoje é de 19.867.456).

Veja a seguir a apresentação dos participantes do seminário:

* Jurandir Fernandes, secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos
“O futuro do sistema ferroviário de SP”

* Mário Bandeira, presidente da CPTM
“Projetos de Expansão e Modernização da CPTM”

* Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro, diretor de Planejamento e Projetos
“Futuro das ligações ferroviárias”

 

Rosângela Ribeiro Gil
Imprensa - SEESP



Lido 5156 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp