GRCS

Mostrando itens por marcador: seminário de abertura das campanhas salariais 2016

O SEESP realizou no último dia 27 de abril, no auditório em sua sede, na Capital, o XVI Seminário de Abertura das Campanhas Salariais. O evento, que tem o objetivo abrir um diálogo entre capital e trabalho, inaugurou o processo das negociações coletivas da categoria – atualmente formada por 100 mil trabalhadores, o que representa metade dos profissionais no Estado, a maioria com data-base em 1º de maio.

"O evento mostrou que temos desafios pela frente, no entanto, apontou a possibilidade de garantirmos conquistas legítimas aos engenheiros que buscarão recomposição das perdas inflacionarias, ganhos de produtividade e garantia do piso salarial. Estamos prontos e juntos nessa batalha", diz Murilo Pinheiro em sua coluna semanal No Ponto, no JE na TV.

"O Sindicato dos engenheiros no Estado de São Paulo deu a largada oficial as negociaçoes e mobilizacoes visando a assinatura de acordos e convenções coletivas  que beneficiarão mais e 100 mil profissionais que atuam como empregados em todo o estado de São Paulo", completa.

Ouça o Podcast sobre o assunto:





Ouça outros Podcasts aqui 



Imprensa SEESP
editado por Pedro Henrique Souza Santana

 

 

Na primeira reunião de negociação com o Metrô, realizada no dia 12 de maio último, os representantes do SEESP solicitaram discutir, também, os itens que a companhia havia informado que não seriam tratados. São eles: as cláusulas 27ª (plano de carreira), 70ª (periculosidade), 80ª (plano de saúde dos aposentados) e 81ª (previdência - Metrus). A companhia concordou com a reivindicação do sindicato e, assim, as discussões foram iniciadas referentes aos planos de saúde dos aposentados e de previdência (Metrus). 

A defesa desses temas, realizada pelo sindicato, fundamentou-se em estudos detalhados com base na legislação, em dados de mercado, no site do Metrus - Instituto de Seguridade Social e nos informes atuariais do mercado de planos semelhantes praticados por outras empresas. Já os representantes do Metrus discorreram sobre os critérios que embasaram a formulação completa do Plano de Saúde para os Aposentados. E se comprometeram a dar continuidade à discussão, em datas a serem agendadas. 

O Metrô ouviu as considerações dos engenheiros, discorreu a respeito do tema e informou a inviabilidade econômica da proposta, porém se comprometeu a marcar reunião para continuar as tratativas do mesmo. Quanto ao Metrus, os debates foram intensos e os engenheiros reiteraram suas posições para encontrar uma solução justa que contemple o tempo de contribuição e o respectivo direito ao benefício. 

Os dirigentes do SEESP reafirmam sua disposição de chegar a um acordo que assegure os melhores resultados aos engenheiros. As próximas reuniões de negociações ocorrerão nos dias 17 e 19 de maio (terça e quinta-feira, respectivamente).

 

 

 

Imprensa SEESP

 

 

 

 

 

 

agenda