GRCS

Mostrando itens por marcador: diretoria do seesp

Comunicação SEESP

Desde 1º de janeiro último, está empossada a nova diretoria do SEESP, que exercerá o mandato até 2021. Eleita em abril de 2017, a então chapa única “Trabalho-Integração-Compromisso” obteve mais de 96% dos votos. Murilo Pinheiro foi reeleito para seu quinto mandato como presidente. À época, ele comemorou o resultado como um voto de confiança dos associados. “Recebemos um aval para seguir com os projetos de fortalecimento e crescimento da nossa entidade, com a luta em defesa dos engenheiros e o trabalho em benefício dos filiados”, disse.

Além da executiva, a diretoria é composta por lideranças que vão atuar nas 25 delegacias sindicais espalhadas no Interior. Segundo Murilo, os desafios estão colocados desde já, diante de medidas governamentais que representam ataque a direitos históricos dos trabalhadores e ao movimento sindical. Assim, frisou que os engenheiros paulistas, por meio do SEESP, estão “firmemente engajados na luta contra tais propostas”, como a reforma da Previdência Social, que restringe o direito à aposentadoria, e outras medidas que precarizam as relações de trabalho, como a terceirização irrestrita e a Lei 13.467/2017, que mudou a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Nesse sentido, os esforços do sindicato serão ainda maiores nas campanhas salariais em defesa das reivindicações dos engenheiros nas negociações dos acordos coletivos de trabalho.

Fundado em 1934, o sindicato tem atualmente mais de 60 mil associados e representa aproximadamente 200 mil profissionais em todo o Estado.

São Paulo e Brasil
A diretoria foi eleita empunhando a bandeira pelo desenvolvimento do Estado e do País, o que, na visão do presidente reeleito, “é essencial para que os engenheiros tenham oportunidade de trabalho e protagonismo social”. Também prioridade da diretoria é o intenso trabalho de aproximação à vida sindical dos estudantes e recém-formados, por meio do Núcleo Jovem Engenheiro.

O presidente salienta a importância da unidade nacional da categoria para garantir a valorização dos profissionais, com o respeito à lei do piso salarial (4950-A/66); a retomada das mais de cinco mil obras em todo o território nacional; a defesa da política de conteúdo local, entre outros temas relacionados ao desenvolvimento, à ciência e tecnologia. Outro ponto destacado pela liderança é a excelência no ensino com o fortalecimento do Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), iniciativa pioneira do SEESP que oferece a graduação Engenharia de Inovação, desde 2015.

Como filiado à Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), o SEESP, junto com os demais sindicatos filiados, investe no projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento” e no movimento “Engenharia Unida”.

 

agenda