logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

Canteiro

Avalie este item
(0 votos)

Engenheiros da Prefeitura de São Paulo aprovam novas mobilizações

Em Assembleia Geral Extraordinária na sede do SEESP, na Capital, no dia 11 de março, centenas de engenheiros da Prefeitura de São Paulo aprovaram por unanimidade um novo cronograma de mobilização para pressionar o Executivo municipal a enviar o projeto de lei (PL) da carreira própria para a categoria. A assembleia começou por volta das 13h com a leitura de um abaixo-assinado para pedir que o Sindicato dos Servidores de São Paulo (Sindsep-SP) não interfira nas negociações do PL. Depois, tomaram a palavra os delegados sindicais do SEESP e o assessor da entidade, Carlos Hannickel, que enfatizou a luta dos servidores: “O que nós temos hoje é algo muito significativo e temos sempre que lembrar que chegamos até aqui graças à união de todos vocês. Passamos a ter voz ativa na Câmara.” De acordo com a proposta aprovada, um ato está previsto para dia 25 deste mês. No dia 31, será feita nova assembleia para deliberar sobre indicativo de greve em 1º de abril.

Em 13 de janeiro deste ano foi sancionada a Lei Municipal nº 16.119/2015, que estabeleceu o pagamento por subsídio aos servidores, o que os engenheiros repudiam. A categoria reivindica mudança na Lei Salarial 13.303/02, que permite conceder reajuste de apenas 0,01%, reposição das perdas salariais desde 2007 e carreira própria. Em 2014, conquistou a retirada dos engenheiros e arquitetos do pagamento por subsídio e o envio do PL da carreira própria, formulado com ajuda dos profissionais, para o Executivo.


Jornal do Engenheiro na TV

Produzido pelo SEESP, o JE na TV traz entrevistas, reportagens, notícias e divulga os serviços oferecidos aos associados ao sindicato. Com duração de 30 minutos, vai ao ar pela TV Aberta às segundas-feiras, às 19h30, na Capital, nos canais 9 (NET), 72 (TVA) e 186 (TVA Digital), no mesmo dia e horário. É transmitido, ainda, para mais de 40 municípios paulistas e de outros estados.


Seminário de abertura das campanhas 2015 será em abril

O SEESP realiza em sua sede, na Rua Genebra, 25, 1º andar, na Capital, no dia 8 de abril, às 15h, o tradicional Seminário de Abertura das Campanhas Salariais. Em sua 15ª edição, o evento tem por objetivo sedimentar o caminho do diálogo entre capital e trabalho. A maioria da categoria tem data-base em 1º de maio. Atualmente, 100 mil engenheiros são beneficiados, metade do total de profissionais do Estado. Como é de praxe, em 2015, especialistas trarão análises de conjuntura e serão convidados representantes das empresas. Mais informações e inscrições pelo telefone (11) 3113-2641 ou e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..


Isitec fará atividade sobre inovação no EcoSP

O Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec) promoverá a atividade “Meio ambiente, sustentabilidade e inovação” na manhã do segundo dia do VII Encontro Ambiental de São Paulo (EcoSP), que ocorrerá em 23 e 24 de abril. Ao final das exposições, será aberto debate com o público. 

Promovido pelo SEESP e Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), o evento consolida-se como importante fórum à discussão sobre o tema premente do desenvolvimento sustentável. Carlos Alberto Guimarães Garcez, vice-presidente do sindicato e um dos idealizadores da iniciativa, observa que a engenharia é peça-chave nesse debate. O VII EcoSP será sediado no Novotel São Paulo Center Norte, na Capital. De acordo com os organizadores, mais de 600 inscrições já foram realizadas. Garanta a sua pelo telefone (11) 3113-2616 ou no site www.ecosp.org.br.


Unidade em defesa dos trabalhadores

Em entrevista coletiva no dia 10 de março, dirigentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da Força Sindical, da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), da Intersindical e da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) defenderam a unidade em defesa de bandeiras históricas do movimento sindical brasileiro, entre elas, a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, fim do fator previdenciário e a assinatura, por parte do Brasil, da Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que coíbe a demissão imotivada. Em 2015, novas lutas se fazem necessárias, destacaram os sindicalistas, como a revogação das Medidas Provisórias (MPs) 664 e 665, que alteram a concessão de vários benefícios sociais, como o seguro-desemprego e a pensão por morte, e em defesa da democracia e da legalidade constitucional. A atividade foi realizada na sede do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, na Capital paulista, numa organização conjunta com a Agência Sindical.

Mais nesta categoria: « Maringoni Engenheiro XXI »

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda