logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

Cresce Brasil – Em junho, País poderá testar condições de receber Copa em 2014

Avalie este item
(0 votos)

O Brasil sediará a nona edição da Copa das Confederações da Fifa (Federação Internacional de Futebol Associado), entre 15 e 30 de junho próximo. Será seu primeiro teste de fogo para avaliar o quão está preparado para receber a principal competição global de futebol, a Copa do Mundo, em 2014. Seis das 12 arenas multiuso reformadas ou em construção para esse evento vão receber partidas na disputa deste ano.

Realizadas mediante PPPs (parcerias público-privadas), têm em comum o uso de novas tecnologias, a preocupação com a sustentabilidade, por exemplo com sistemas de reúso de água e coletores solares, eliminação de pontos cegos no campo, cobertura com garantia de conforto termoacústico, entre outros aspectos. Confira informações sobre cada uma.


Estádio Nacional Mané Garrincha – Brasília/DF
A arena que receberá o jogo de abertura entre Brasil e Japão será inaugurada em 18 de maio. A data de entrega seria 21 de abril, aniversário de Brasília, mas foi adiada pelo Governo do Estado. Segundo a assessoria de imprensa, “a mudança da grama de Sergipe, onde foi cultivada em clima seco e quente, para Brasília, onde chovia ininterruptamente havia 14 dias seguidos (desde 2 de abril), poderia causar um dano irreversível ao campo, com a proliferação de fungos”. A arena terá capacidade para 71 mil pessoas e custará aproximadamente R$ 1 bilhão.


Arena Pernambuco – São Lourenço da Mata/PE
Na noite de 22 de maio será a vez desse estádio abrir seus portões. O objetivo, segundo a assessoria de imprensa, será “testar a capacidade dos equipamentos”, inclusive o sistema de iluminação. No jogo entre times estaduais, o público máximo permitido será de 30 mil pessoas, embora o estádio esteja programado para receber 46 mil. O investimento estimado era de R$ 532 milhões, “mas essa quantia será atualizada, já que a entrega se dará com oito meses de antecedência em relação ao prazo final (dezembro de 2013)”. A fachada será revestida com lâmpadas LED, o que permitirá a mudança de cor.


Maracanã – Rio de Janeiro/RJ
O andamento da obra que enfrenta uma série de protestos pôde ser verificado em “jogo-teste” no dia 27 de abril, com a presença da presidente Dilma Rousseff, tendo como público convidado os operários da obra. Com investimento de R$ 859 milhões, a arena terá 78.639 lugares, mas foi aberta com 30% de sua capacidade nessa etapa. Até o fechamento desta edição, não foram enviadas informações oficiais sobre a reforma do estádio que receberá três partidas da Copa das Confederações, incluindo a final. Segundo divulgado pela mídia, a inauguração está prevista para dia 2 de junho. Como consta do site da Odebrecht Infraestrutura, responsável pela obra iniciada em 13 de agosto de 2010, todos os assentos serão retráteis e numerados.


Mineirão – Belo Horizonte/MG
Inaugurado em 21 de dezembro de 2012, o estádio apresentou problemas no primeiro jogo após a reforma. Entre eles, falta d´água e bares fechados, além de filas nas catracas e dificuldades de acesso. A empresa gestora foi multada pelo Governo do Estado em R$ 1 milhão e instada a corrigi-los, o que ou já foi sanado ou vem sendo, segundo informação oficial. Afora isso, a arena está pronta, faltando apenas a colocação de estruturas temporárias para a Copa 2014. A fachada foi mantida, por se tratar de patrimônio histórico tombado, mas todo o interior sofreu adequações. Entre elas, garantia de assentos a todo o público, o que reduziu a capacidade do estádio de 120 mil para 62.160 pessoas. E ainda o rebaixamento do gramado em 3,5 metros. O investimento foi de R$ 665 milhões.


Arena Castelão – Fortaleza/CE
Embora tenha sido inaugurado em 16 de dezembro de 2012, com a presença da presidente Dilma Rousseff e show do cantor Fagner, o estádio será entregue para uso da Fifa em 29 de maio. Entre os problemas divulgados na mídia quando da abertura da arena ao público, falta de sinalização adequada. A resposta oficial é de que internamente essa dificuldade está sanada, com “placas e adesivos bilíngues”. A obra física custou cerca de R$ 486 milhões. A arena tem capacidade de 64 mil pessoas. Grande novidade é a fachada com estrutura chamada “pele de vidro”, que reflete os raios solares, amenizando o calor.


Itaipava Arena Fonte Nova – Salvador/BA
O estádio (foto abaixo), inaugurado em 7 de abril, ainda sofrerá adequações para a Copa 2014, como colocação de assentos e estruturas temporárias. Custou R$ 591,7 milhões e tem capacidade de 50 mil lugares. Entre as inovações divulgadas no site da arena, diminuição da distância dos assentos ao campo e iluminação cenográfica programável. Foram solicitadas informações complementares à assessoria de imprensa, mas até o fechamento desta edição, não haviam sido enviadas.


Por Soraya Misleh

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda