logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

CANTEIRO

Avalie este item
(0 votos)

Batalha por aumento ganha apoio
       Lutando há anos para equiparar seus ganhos ao piso profissional de nove salários mínimos estabelecido por lei, os engenheiros, arquitetos e assistentes agropecuários da Administração Direta do Estado de São Paulo ganharam como aliado o deputado estadual Barros Munhoz (PSDB/SP). O apoio foi firmado em reunião realizada no dia 26 de junho, na Alesp (Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo). O parlamentar concordou com a reivindicação dos engenheiros e se comprometeu a defendê-la.

Programa Engenheiro Completo
       Oferecer ferramentas para que o engenheiro possa se tornar um líder inovador voltado ao cenário atual de mercado é uma das propostas do Programa Engenheiro Completo.
       Realizado pela área de Oportunidades & Desenvolvimento Profissional do SEESP, em parceria com a consultora de desenvolvimento humano Débora Lopes, o curso visa trabalhar habilidades comportamentais e técnicas de liderança com metodologia vivencial que favorece o aprendizado cognitivo. Entre os temas no conteúdo pragmático estão: formação do líder, liderança orientada a projetos, ferramentas do líder, líder Coach, entre outros. Realizado na sede do SEESP, o programa terá duas edições. A primeira nos dias 19 e 26 de julho (dois sábados consecutivos); a segunda nos dias 26 e 29 de agosto, ambas das 9h às 18h. Maiores informações pelo telefone (11) 3113-2669 / 674 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .

Campanhas salariais
      Sabesp – Na última rodada de negociação da campanha salarial 2007/2008, realizada em maio do ano passado, foi definido o pagamento de bônus aos empregados da Sabesp, tendo em vista o bom desempenho da companhia. Embora tenha atingido recorde histórico no lucro líquido, a empresa não liberou o abono e alega seguir orientação do Codec (Conselho de Defesa dos Capitais do Estado), de setembro de 2007, que impõe limites nas negociações.  O SEESP e os demais sindicatos continuam cobrando o cumprimento do acordo, que deveria ter sido honrado em abril último.
      CPTM – Os engenheiros realizaram Assembléia Geral Extraordinária de abertura da campanha salarial 2008 no dia 14 de julho. Na ocasião, foi aprovada a pauta de reivindicações. Destacam-se reajuste salarial correspondente à variação do maior dentre os índices inflacionários (INPC-IBGE, IPC-FIPE e ICV-DIEESE), aumento real de 5%, abono especial de R$ 2.000,00 no mês de assinatura do acordo e PPR (Programa de Participação nos Resultados) para 2008 com previsão de pagamento de até uma folha.
      AES Tietê – Reunidos em assembléias ocorridas nos dias 7 e 8 de julho, os engenheiros da AES Tietê (data-base em 1º de junho) aprovaram a contraproposta da empresa para assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho 2008. A categoria conquistou reajuste salarial de 6,8%, o que dá 0,37% superior ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), o maior indicador inflacionário do período, e correção de 10% da parcela fixa da gratificação de férias. O acordo garantiu também a realização ainda neste ano de reuniões com o SEESP sobre o Plano de Cargos e Salários e critérios e condições de participação no Programa de Bolsa de Estudos, além da formação de uma comissão empresa/sindicato para efetivação até janeiro de 2009 de incremento de 100% na contribuição definida da empresa à Fundação CESP.

SEESP abrigará Congresso de Engenharia de Segurança
      Entre os dias 11 e 13 de setembro próximo, acontecerá na sede da entidade, o 11º Conest e 4º Coniest (Congressos Nacional e Ibero-americano de Engenharia de Segurança do Trabalho). Realizados pela Apaest, Anest, Andest e Aiest (Associações Paulista, Nacional, de Docentes e Ibero-americana de Engenharia de Segurança do Trabalho), o evento traz como tema principal “Construindo o futuro”. Além disso, discutirá as principais formas de eliminar os riscos e garantir melhores condições de trabalho e vida. O congresso abordará questões como o registro, fiscalização, novo currículo mínimo para os cursos, legislação profissional. Maiores informações no site www.apaest.org.br.

Errata – Diferentemente do que foi noticiado na edição 324 do Jornal do Engenheiro, proposta da CET para o acordo coletivo aprovada pelos engenheiros inclui Programa de Participação nos Resultados em 2009 de até R$ 2.100,00 por funcionário.

 

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda