GRCS

Mostrando itens por marcador: Prêmio Personalidade da Tecnologia

Uma grande festa irá marcar a comemoração ao Dia do Engenheiro, nesta quinta-feira (11/12), na Capital paulista. O evento encerrará o ano que foi muito especial para a categoria: os 80 anos da fundação do SEESP e as cinco décadas de existência da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE). Na data, o sindicato homenageia, como faz anualmente desde 1987, os profissionais da área com o prêmio "Personalidade da Tecnologia 2014".

A premiação presta reconhecimento aos profissionais que se destacam pela ousadia e criatividade na execução de seus trabalhos a serviço do desenvolvimento, avanço técnico-científico e bem estar da população. Nesta edição, serão agraciados: Alberto Issamu Honda (categoria Educação); Demi Getschko (categoria Internet); Roberto Pereira D’Araujo (categoria Energia); Luciano Galvão Coutinho (categoria Reindustrialização); Fernando Santos-Reis (categoria Reuso da água); e José Aldo Rebelo Figueiredo (categoria Valorização Profissional). O evento será realizado no Teatro Maksoud Plaza, a partir das 18h30.


Foto: Beatriz Arruda
Prêmio 2 Prêmio Personalidade da Tecnologia homenageia profissionais que se destacaram em suas áreas


Ao mesmo tempo, o sindicato divulga estudo realizado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) que mostra uma expansão de 80% nas contratações de engenheiros, no período de 2003-2013, no Brasil. O resultado é muito superior ao crescimento do emprego geral no País, que foi de 20%, e em São Paulo, de 60%, no mesmo período. Com base em dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a pesquisa mostra que o número de empregados sob contrato regido pela Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) ou estatutários subiu de 51.312 para 92.478. O "Perfil Ocupacional dos profissionais da engenharia com vínculo formal no Estado de São Paulo" demonstra que a evolução do emprego formal na engenharia foi contínua, com maior aceleração em 2007 (8,89%), 2008 (9,65%) e 2010 (8,98%). 

O estudo detalha também a principal área de atuação dos engenheiros: a indústria de transformação, que associada aos serviços industriais responde por 40% dos engenheiros ocupados. Em seguida, vêm serviços (30%) e construção civil (13%). 

Destaque também para os engenheiros de computação que registraram crescimento de 208% neste período. A análise do Dieese demonstra ainda uma maior igualdade de gênero na profissão. As mulheres continuam sendo minoria, mas em 2013 chegaram a 19% dos empregados formais, somando 17.875. Em 2003, eram 7.829 e representavam 15%. Além disso, a remuneração feminina, que correspondia a 75% da masculina, passou a 81%. O crescimento do emprego teve também impacto positivo sobre o salário da categoria, que obteve ganhos reais médios de 17% entre 2003 e 2013, subindo de R$ 7.722,60 para R$ 9.023,80.

Recuperar a indústria nacional
Esses são também os anos de melhor desempenho da economia nacional, quando várias iniciativas defendidas pela FNE foram postas em andamento. "Esse apanhado geral demonstra o acerto em se optar pelo desenvolvimento. É, portanto, o caminho que deve ser mantido, com a necessidade óbvia de aprimoramentos. Por exemplo, é urgente recuperar a indústria nacional para que continuemos a gerar empregos e ampliar a renda dos trabalhadores. Também está claro que precisamos garantir o controle fiscal e da inflação, mas jamais ao preço de paralisar o País. É necessário seguir adiante", declarou Murilo Celso de Campos Pinheiro, presidente do SEESP e da FNE.


 

Imprensa SEESP









PersonalidadeTecnologia1Em comemoração ao Dia do Engenheiro – 11 de dezembro –, o SEESP concede o prêmio Personalidade da Tecnologia 2012 aos profissionais que se destacaram em suas áreas de atuação. A homenagem é feita anualmente desde 1987 àqueles que colocam seu saber e dedicação a serviço do avanço científico e tecnológico, do desenvolvimento nacional e do bem-estar da população brasileira.

Em sua 26ª edição, os agraciados são não só profissionais de grande capacidade, mas também homens de espírito público e compromisso com o interesse coletivo. Indivíduos que já demonstraram ser possível vencer desafios e superar obstáculos com inteligência, criatividade e coragem. São eles: Denise Consonni (Educação em Engenharia), Lair Alberto Soares Krähenbühl (Habitação), Plínio Oswaldo Assmann (Transporte urbano), Silvia Guerra Vieira Lundwall (Inovação), José Roberto Postali Parra (Agricultura) e Murilo Celso de Campos Pinheiro (Valorização profissional). A cerimônia será a partir das 19h30, na sede do SEESP, na Capital paulista.

* O evento terá transmissão ao vivo neste link

Personalidades 2012

Agricultura
José Roberto Postali Parra

ParraEngenheiro agrônomo formado pela Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo) em 1968, é mestre e doutor pela mesma instituição. Pós-doutorado pela Universidade de Illinois, EUA, em 1978, tornou-se livre-docente em 1981, professor associado em 1982 e titular em 1999. Iniciou sua atividade profissional no IAC (Instituto Agronômico de Campinas), atuando no setor de entomologia de 1969 a 1974. Naquele ano, transferiu-se para a Esalq/USP para trabalhar na mesma área, permanecendo até hoje. Bolsista de produtividade em pesquisa – 1A do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), assumiu, a partir de 2007, o cargo de coordenador adjunto da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), na área de ciências da vida. Eleito titular da Academia Brasileira de Ciências em 2000 e da The Academy of Sciences for the Developing World em 2002, recebeu diversas distinções. Com extensa produção científica, reúne 276 trabalhos publicados.

Educação em Engenharia
Denise Consonni

DeniseEngenheira eletricista na modalidade Eletrônica-Telecomunicações, formada em 1978 pela Escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo), obteve os títulos MSc (Master of Science) pelo University College London, RU, em 1980, e PhD (Philosophiæ Doctor) pela University of Leeds, RU, em 1986, ambos em Engenharia de Micro-ondas. Foi professora-doutora do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos e coordenadora das disciplinas de Eletricidade Básica do curso de Engenharia Elétrica da Poli-USP. Pesquisadora do Laboratório de Microeletrônica nessa escola, atuou em pós-graduação na área de Circuitos Integrados de Micro-ondas e Sistemas de Medidas em Micro-ondas.  Atualmente é professora titular nas áreas de Micro-ondas e Circuitos Elétricos da Universidade Federal do ABC. Desde 2010 ocupa o cargo de assessora acadêmica da Pró-reitoria de Graduação nessa instituição. Reúne publicações em livros relativas à educação na área, à produção de conhecimento e tecnologia.

Habitação
Lair Alberto Soares Krähenbühl

LairEngenheiro civil formado pela Escola de Engenharia Mauá em 1974, tem ampla experiência profissional. É diretor técnico da Consurb S.A. desde 1975. É também diretor-coordenador do Núcleo Estratégico Legislativo do Secovi (Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo). Desempenhou inúmeras atividades junto aos governos federal, estadual e municipal. Entre os cargos ocupados, foi secretário Municipal da Habitação de São Paulo de 1993 a início de 1999 e Estadual de 2007 a 2010, além de presidente da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado). Na representação empresarial, foi presidente nacional da Comissão da Indústria Imobiliária da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) por várias gestões. É professor de pós-graduação da Faap (Fundação Armando Álvares Penteado) desde 2000. Autor do livro “Trajetória de um profissional da habitação” (Editora Pini), tem dezenas de artigos publicados. Recebeu uma série de premiações.

Inovação
Silvia Guerra Vieira Lundwall

SilviaEngenheira de Produção pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, é mestre e doutora pela Ecole Centrale Paris. O tema principal de sua pesquisa e trabalho é gestão da inovação tecnológica. Em 1997 criou o Laboratoire Osler, em Paris, desenvolvendo repelentes baseados em evidências médicas. Insect Ecran, a marca francesa desse conjunto de produtos, é proteção padrão do exército francês há mais de dez anos contra insetos e atualmente líder com 30% de participação do mercado. Hoje, é sócia do Laboratório Osler do Brasil, que produz desde 2005 a linha de repelentes de alta eficácia Exposis, recomendados por médicos e adotados por empresas de porte. É também sócia da Tropical Concept, que comercializa a linha de repelentes NoBite há mais de dez anos na Alemanha, Áustria e Suíça, sendo utilizada pelos exércitos desses países. Essas empresas preparam a expansão das atividades para Noruega, Espanha, Canadá e América do Sul.

Transporte Urbano
Plínio Oswaldo Assmann

PlinioEngenheiro mecânico-eletricista graduado pela Escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo) e administrador de empresas. Exerceu diversas atividades públicas e privadas, como secretário Estadual dos Transportes no Governo Mário Covas, diretor-superintendente do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo), presidente da Companhia do Metropolitano de São Paulo durante a construção e implantação da operação da primeira linha de metrô do Brasil e início da segunda, bem como das Indústrias de Papel Simão de São Paulo e da Cosipa (Companhia Siderúrgica Paulista). Esteve à frente ainda do Conselho da Companhia do Metrô do Rio de Janeiro.  Além disso, foi presidente do Instituto de Engenharia, fundador e primeiro presidente da ANTP (Associação Nacional de Transportes Públicos). Atualmente, é consultor em engenharia de transportes.


Valorização Profissional
Murilo Celso de Campos Pinheiro

MuriloEngenheiro eletricista formado em 1978, com especialização em Sistemas de Aterramento, iniciou sua carreira na Cesp (Companhia Energética de São Paulo) em 1980. Após a cisão da empresa, passou a atuar na Cteep (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista), sendo hoje assessor da Presidência, licenciado para a atividade sindical. Presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo desde 2001, vem trabalhando pelo seu aprimoramento, bem como expansão do quadro de associados, que já passam dos 50 mil, capacidade de negociação com as empresas e inserção política e institucional da entidade. No comando da FNE (Federação Nacional dos Engenheiros) desde 2004, idealizou o projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, grande instrumento de mobilização da categoria pelo desenvolvimento nacional sustentável. Na luta pela valorização profissional, liderou a criação da CNTU (Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados), da qual está à frente.

Rosângela Ribeiro Gil
Imprensa – SEESP



Página 2 de 2

agenda