GRCS

Mostrando itens por marcador: 80 anos do SEESP

Por iniciativa do vereador José Police Neto (PSD), foi realizada em 16 de maio, na Câmara Municipal de São Paulo, sessão solene em homenagem aos 80 anos de fundação do SEESP – a se completarem em 21 de setembro próximo. Com a presença de diversas autoridades e personalidades da engenharia, a cerimônia foi presidida pelo vereador Marco Aurélio Cunha (PSD), que destacou a trajetória do sindicato desde sua criação, no ano de 1934, afirmando que “não há instituição que tenha alcançado 80 anos sem ter dependido de cada passo dado”.


Fotos: Beatriz Arruda
SEESP 80 anos na camara de SP interna
Sessão solene na Câmara Municipal de São Paulo em homenagem aos 80 anos do SEESP.
Confira mais fotos do evento aqui


Ainda em sua fala, ele homenageou a categoria representada pela entidade: “Todas as grandes obras, viárias, hidroelétricas passam pelo engenheiro e seu sindicato, que se encontra forte para prosseguir no apoio ao desenvolvimento do País.” Cunha, ao final, entregou uma placa ao presidente do SEESP, Murilo Celso de Campos Pinheiro. Assim o fez também Christian Müller, presidente da Associação dos Engenheiros Brasil-Alemanha (VDI-Brasil), como reconhecimento dessa entidade parceira do sindicato. Além deles, compuseram a mesa o secretário municipal de serviços de São Paulo, Simão Pedro, e os ex-presidentes do SEESP Ubirajara Tannuri Felix, Allen Habert e Antonio Octaviano, o qual falou na solenidade em nome desse conjunto.

Ao final, Murilo Pinheiro enfatizou: “Ser homenageados nessa casa de leis muito nos orgulha. Nosso sindicato tem 25 subsedes, 220 mil representados em todo o Estado e mais de 60 mil associados, 400 diretores e 800 delegados. Desde a Constituinte de 1934, vimos participando ativamente das questões da sociedade, pois entendemos que os engenheiros têm que estar presentes e apresentar propostas ao Estado e ao País.” Apontando a importância dessa participação sobretudo neste ano eleitoral, ele citou nesse contexto o projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, iniciativa da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) que conta com a adesão dos sindicatos a ela filiados, entre os quais o SEESP.  Quanto à função precípua da entidade, de defender seus representados, Pinheiro lembrou uma das lutas em curso, por remuneração justa e valorização dos engenheiros da Prefeitura. Encerrando formalmente o evento, Cunha ressaltou: “Foi uma honra presidir esta sessão solene. Espero estar presente na sessão em homenagem aos 90 anos do SEESP, daqui a dez anos.”


Soraya Misleh
Imprensa - SEESP



 

 

 

O SEESP será homenageado, nesta sexta-feira (16/5), a partir das 19h30, pelos 80 anos de sua fundação – a se completarem em 21 de setembro próximo –, na Câmara Municipal de São Paulo (Viaduto Jacareí, 100, 1º andar, Bela Vista). O evento terá transmissão ao vivo online, neste link.

Como enfatiza o presidente do sindicato, Murilo Celso de Campos Pinheiro, a trajetória da entidade é fortemente marcada pela atuação em prol dos engenheiros, da tecnologia e do desenvolvimento nacional, por isso, observa, há certamente muito a comemorar, mas também a realizar. “A série de conquistas e lutas ao longo de sua história o leva a consolidar-se como entidade-cidadã e em defesa dos direitos de seus representados”, enfatiza.

A homenagem desta sexta-feira é a segunda atividade no ano em comemoração à longa trajetória de lutas do sindicato em defesa da categoria, da tecnologia e do crescimento estadual e nacional. A primeira se deu na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, em 17 de março, quando foi empossada a diretoria da entidade para a gestão 2014-2017, que tem à frente Pinheiro, reconduzido ao cargo. Data tão importante será celebrada com muitas homenagens, eventos e trabalho. Ao mesmo tempo, em ano eleitoral e de Copa do Mundo no País, o SEESP – filiado à FNE e engajado em seu projeto, denominado “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento” – estará envolvido nas principais discussões de interesse da sociedade brasileira.

Também neste ano os esforços do sindicato aumentam para contribuir à formação de mão de obra e, com isso, ao desenvolvimento do País, ressalta Pinheiro, destacando o início dos cursos de graduação no Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), do qual é entidade mantenedora.


 

Imprensa - SEESP











Nesta sexta-feira (16/5), ocorrerá sessão solene na Câmara Municipal de São Paulo em homenagem aos 80 anos do SEESP – a se completarem em 21 de setembro próximo. Iniciativa do vereador José Police Neto (PSD), a cerimônia será realizada no Plenário 1º de Maio (Viaduto Jacareí, 100, 1º andar, Bela Vista, Capital/SP), seguida de coquetel de encerramento.

É a segunda atividade no ano em comemoração à longa trajetória de lutas do sindicato em defesa da categoria, da tecnologia e do desenvolvimento estadual e nacional. A primeira se deu na Assembleia Legislativa de São Paulo, em 17 de março, quando foi empossada a diretoria da entidade para a gestão 2014-2017, que tem à frente Murilo Celso de Campos Pinheiro, reconduzido ao cargo.


História
Fundado em 21 de setembro de 1934, o sindicato está completando 80 anos de existência. Como enfatiza seu presidente, Murilo Celso de Campos Pinheiro, “com uma trajetória marcada pela atuação em prol dos engenheiros, da tecnologia e do desenvolvimento nacional, há certamente muito a comemorar, mas também a realizar”. Ele continua: “A série de conquistas e lutas ao longo de sua história o leva a consolidar-se como entidade-cidadã e em defesa dos direitos de seus representados.”


Leia aqui série de textos sobre a trajetória do SEESP
* Na trajetória do SEESP, o protagonismo na Constituinte
* Campanhas salariais revelam trajetória de conquistas
* Opinião – Oitenta anos do Sindicato dos Engenheiros
* Em cerimônia de posse, homenagem aos 80 anos do SEESP
* Aos 80 anos, um retrospecto dos primeiros passos do SEESP

 

 

Imprensa – SEESP








Depois de uma certa idade a vida de um indivíduo e a de uma instituição se distinguem porque, para o primeiro, começa a decadência biológica inexorável e para a segunda, se ela é relevante, o tempo que passa a fortalece ainda mais.

O sindicato dos Engenheiros de São Paulo com seus 80 anos que se completam é um exemplo de jovialidade potente demonstrada na posse de sua diretoria.

Ao longo de sua história participou de inúmeras campanhas que se confundem com o desenrolar da vida nacional: Constituinte de 1934 (foi criado para isto),  afirmação do papel dos engenheiros na industrialização de São Paulo, luta pela democratização, campanha pelas eleições diretas, participação na Constituinte e influência na elaboração da Constituição de 1988, lutas contra o desemprego dos engenheiros e enfrentamento das privatizações e muito mais.

Atualmente, com o projeto da Federação Nacional dos Engenheiros, Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento, o sindicato tem tido voz ativa em todos os assuntos relacionados ao desenvolvimento econômico e, filiado à CNTU, engrossa o coro dos profissionais universitários.

São quatro os pilares da pujança do sindicato:

1- O próprio projeto Cresce Brasil que dá a todas as ações sindicais um norte de orientação progressista e eficiente;

2- As negociações coletivas com as empresas com resultados palpáveis para os engenheiros. Em 2013 a média dos ganhos reais nos acordos e convenções foi a maior da história do sindicato, que realiza há quase duas décadas o famoso seminário anual de negociação com as empresas;

3- As instalações e os serviços prestados à categoria. O sindicato tem, além de sua sede onde se acolhem as mais diversas manifestações da sociedade paulistana, uma imponente rede de delegacias regionais, com sedes próprias e capacidade de ação local;

4- O ISITEC, Faculdade de Engenharia de Inovação, experiência destinada a ter grande papel na formação de engenheiros e quadros para o desenvolvimento.

A diretoria do sindicato, experimentada e experiente nesses processos, mantém sua unidade e confia na direção do engenheiro Murilo Pinheiro, provado condutor desta forte instituição.


* por João Guilherme Vargas Netto, consultor sindical










A entidade, que completa 80 anos em setembro, será homenageada em cerimônia na Assembleia Legislativa

No dia 17 de março próximo, acontece a solenidade de posse da diretoria do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (SEESP), para o quadriênio 2014-2017, às 20h, na Assembleia Legislativa, em São Paulo. Na ocasião, será realizada homenagem, também, aos 80 anos de existência do sindicato, que serão completados no dia 21 de setembro. A cerimônia deverá ser prestigiada pelos profissionais da categoria e autoridades, como representantes dos três níveis de governo e parlamentares. O evento será seguido de coquetel no mesmo local.

Reconduzido ao cargo de presidente da entidade – em eleição realizada em abril de 2013 –, Murilo Celso de Campos Pinheiro reafirma os compromissos da gestão “Trabalho-Integração-Compromisso” em defesa intransigente dos direitos e interesses legítimos da categoria. “A grande motivação é continuar trabalhando em defesa da nossa categoria, que tem extrema importância para o bem-estar da população e o desenvolvimento nacional, como o respeito ao seu piso profissional previsto na Lei 4.950-A/66, seja no setor público ou nas empresas privadas”, observa Pinheiro.

Sempre integrado ao conjunto do movimento sindical, o SEESP também atua no sentido de colaborar com as lutas coletivas e a unidade das entidades. Portanto, como ressalta o presidente, será mantida a posição, por exemplo, contra o projeto que pretende ampliar a terceirização no País e que, na prática, tira direitos históricos dos trabalhadores; pelo fim do fator previdenciário e pela redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, entre outras bandeiras fundamentais. Reafirma, ainda, que a parceria constante e privilegiada será com a Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) e com a Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), entidades também presididas por Pinheiro.

80 anos de ações em prol do engenheiro

2014 é um ano ainda mais importante para a categoria, como realça Pinheiro, porque no dia 21 de setembro o SEESP comemora 80 anos de fundação. “Temos orgulho de falar que é uma existência focada em ações que tiveram sempre como objetivo melhorar as condições de trabalho e vida dos engenheiros.” Em sua trajetória, o sindicato tem promovido seminários e debates nas áreas de transporte e mobilidade urbana, habitação, energia, saneamento básico e meio ambiente, sempre engajados ao projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, lançado, em 2006, pela FNE. A continuidade do trabalho prossegue, ainda, com investimentos na estrutura de atendimento ao associado e seus familiares.

Entre as conquistas, o sindicato se fortaleceu como representante da categoria nas negociações coletivas, que abrangem mais de 100 mil profissionais em todo o Estado. A ampliação da Bolsa de Empregos, o Plano de Saúde do Engenheiro e o SEESPPrev - o plano de previdência complementar da categoria. O sindicato também tem em sua estrutura o Conselho Tecnológico que, entre outras atribuições, escolhe os agraciados para o prêmio Personalidade da Tecnologia, concedido todos os anos por ocasião do Dia do Engenheiro, comemorado no dia 11 de dezembro.

Um dos pontos fortes de atuação do sindicato é com a atualização na formação do engenheiro, “uma necessidade imperativa, que será estimulada e apoiada”, enfatiza o sindicalista. Um instrumento essencial para tal é o Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), cuja entidade mantenedora é o próprio SEESP, já credenciado pelo Ministério da Educação. “A nossa faculdade será uma excelente opção para cursos de extensão e pós-graduação.”

Outra conquista da gestão diz respeito à estrutura de atendimento aos engenheiros. A sede em São Paulo foi modernizada e foram adquiridos imóveis em Bauru, Campinas, Lins, Presidente Prudente e São José dos Campos, que hoje têm espaços próprios.

Formação e atuação

Murilo Celso de Campos Pinheiro é engenheiro eletricista formado em 1978, com cursos de especialização em Sistemas de Aterramento. Iniciou sua vida profissional na Cesp (Companhia Energética de São Paulo) em 1980. Após a cisão da empresa, passou a atuar na Cteep (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista), na qual exerce o cargo de assessor da Presidência, estando atualmente licenciado para a atividade sindical. Reeleito presidente do SEESP, ao longo de seus três mandatos à frente da entidade (2001-2005, 2006-2009 e 2010-2013), trabalhou pelo seu crescimento em número de associados, que já passam dos 50 mil, na capacidade de negociação com as empresas e na inserção política e institucional do sindicato. Foram aprimorados o sistema de prestação de serviços aos filiados e a estrutura da organização, com a modernização da sede em São Paulo e aquisições e modernização das delegacias sindicais no Interior do Estado.

Sobre o SEESP

Fundado em 21 de setembro de 1934, o Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo conta com uma longa história de luta em defesa dos profissionais e da tecnologia nacional. O SEESP é o representante legal de cerca de 200 mil profissionais em todo o Estado, possui 25 delegacias regionais, 800 delegados sindicais, cerca de 400 diretores e 50 mil associados.

Serviço
Posse nova diretoria SEESP
Data: segunda-feira, dia 17 de março de 2014
Hora: às 20h
Local: Assembleia Legislativa de São Paulo, Plenário Juscelino Kubitschek de Oliveira, Av. Pedro Álvares Cabral, nº 201, São Paulo (SP).
Confirmação de presença: (11) 3113-2610 ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Obs.: A entrada para o evento deverá ocorrer pelo Hall Monumental. O estacionamento da assembleia estará franqueado a todos os participantes da solenidade.

Informações para a imprensa
Rita Casaro
(11) 3113-2651
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Gestão 2014-2017

Diretoria Executiva

Presidente

Murilo Celso de Campos Pinheiro

Vice-Presidentes

Carlos Alberto Guimarães Garcez

Celso Atienza

Henrique Monteiro Alves

João Carlos Gonçalves Bibbo

João Paulo Dutra

Marcos Wanderley Ferreira

Secretários

Fernando Palmezan Neto (1º Secretário)

Antonio Roberto Martins (2º Secretário)

Edílson Reis (3º Secretário)

Tesoureiros

Esdras Magalhães dos Santos Filho (1º Tesoureiro)

Flávio José Albergaria de Oliveira Brízida (2º Tesoureiro)

Álvaro Luiz Dias de Oliveira (3º Tesoureiro)

Diretores

Fernando Palmezan Neto (Diretor - 1º secretário)

Antonio Roberto Martins (Diretor - 2º secretário)

Edilson Reis  (Diretor - 3º secretário)

Conselho Fiscal

Danilo Grimaldi

Jorge Moya Diez

José Manoel Teixeira

Luciano Alberto Gibelli David

Osvaldo Passadore Júnior

Renato Becker

Representantes na FNE

Allen Habert

Antonio Carlos Therezo Mattos

Maria Célia Ribeiro Sapucahy

Ubirajara Tannuri Felix

Diretores Adjuntos

Affonso Neto

Álvaro Martins

Antonio Augusto Kalvan

Balmes Vega Garcia

Dalton Edson Messa

Emerson Sampieri Burneiko

Emiliano Stanislau Affonso Neto

Feres Mohamad Amin

Geraldo Hernandes Domingues

Henrique Di Santoro Junior

Jorge Joel de Faria Souza

José Antonio Marques Almeida

José Roberto Santana

Jurij Solski

Leonídio Francisco Ribeiro Filho

Milson César Pagliarini

Nelson Correa Granja

Nelson Luiz Stabile

Ricardo Gomes Goulart

Simão Marum Filho

Yoshihide Uemura

Presidentes das delegacias sindicais

Nelson Martins da Costa (Alta Mogiana)

José Maria Morandini Paoliello (Araçatuba)

Mario Luiz Donato (Araraquara)

Newton Guenaga Filho (Baixada Santista)

Luiz Antônio Moreira Salata (Barretos)

Luiz Roberto Pagani (Bauru)

Nivaldo José Cruz (Botucatu)

Luiz Carlos de Souza (Campinas)

Marcos M. de Andrade Cason (Franca)

Silvana Guarnieri (Grande ABC)

José Luiz Pardal (Guaratinguetá)

Roberto Benedito Requena Juvele (Jacareí)

Luiz Antonio Pellegrini Bandini (Jundiaí)

Juliano Munhoz Beltani (Lins)

Luiz Fernando Napoleone (Marília)

Mário Edison Picchi Gallego (Mogi das Cruzes)

André Sierra Filho (Pindamonhangaba)

Walter Antônio Becari (Piracicaba)

Manoel Carlos de Moraes Guerra (Presidente Prudente)

Francesco Rotolo (Rio Claro)

Miguel Guzzardi Filho (São Carlos)

Amaury Hernandes (São José do Rio Preto)

Odair Bucci (São José dos Campos)

Ricardo José Coelho Lessa (Sorocaba)

Breno Botelho Ferraz Amaral Gurgel (Taubaté)

No dia 17 de março próximo, acontece a solenidade de posse da diretoria do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (SEESP), para o quadriênio 2014-2017, às 20h, na Assembleia Legislativa, em São Paulo. Na ocasião, será realizada homenagem, também, aos 80 anos de existência do sindicato, que serão completados no dia 21 de setembro. A cerimônia deverá ser prestigiada pelos profissionais da categoria e autoridades, como representantes dos três níveis de governo e parlamentares. O evento será seguido de coquetel no mesmo local.

Reconduzido ao cargo de presidente da entidade – em eleição realizada em abril de 2013 –, Murilo Celso de Campos Pinheiro reafirma os compromissos da gestão “Trabalho-Integração-Compromisso” em defesa intransigente dos direitos e interesses legítimos da categoria. “A grande motivação é continuar trabalhando em defesa da nossa categoria, que tem extrema importância para o bem-estar da população e o desenvolvimento nacional, como o respeito ao seu piso profissional previsto na Lei 4.950-A/66, seja no setor público ou nas empresas privadas”, observa Pinheiro.

Sempre integrado ao conjunto do movimento sindical, o SEESP também atua no sentido de colaborar com as lutas coletivas e a unidade das entidades. Portanto, como ressalta o presidente, será mantida a posição, por exemplo, contra o projeto que pretende ampliar a terceirização no País e que, na prática, tira direitos históricos dos trabalhadores; pelo fim do fator previdenciário e pela redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, entre outras bandeiras fundamentais. Reafirma, ainda, que a parceria constante e privilegiada será com a Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) e com a Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), entidades também presididas por Pinheiro.

80 anos de ações em prol do engenheiro
2014 é um ano ainda mais importante para a categoria, como realça Pinheiro, porque no dia 21 de setembro o SEESP comemora 80 anos de fundação. “Temos orgulho de falar que é uma existência focada em ações que tiveram sempre como objetivo melhorar as condições de trabalho e vida dos engenheiros.” Em sua trajetória, o sindicato tem promovido seminários e debates nas áreas de transporte e mobilidade urbana, habitação, energia, saneamento básico e meio ambiente, sempre engajados ao projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, lançado, em 2006, pela FNE. A continuidade do trabalho prossegue, ainda, com investimentos na estrutura de atendimento ao associado e seus familiares.

Entre as conquistas, o sindicato se fortaleceu como representante da categoria nas negociações coletivas, que abrangem mais de 100 mil profissionais em todo o Estado. A ampliação da Bolsa de Empregos, o Plano de Saúde do Engenheiro e o SEESPPrev - o plano de previdência complementar da categoria. O sindicato também tem em sua estrutura o Conselho Tecnológico que, entre outras atribuições, escolhe os agraciados para o prêmio Personalidade da Tecnologia, concedido todos os anos por ocasião do Dia do Engenheiro, comemorado no dia 11 de dezembro.

Um dos pontos fortes de atuação do sindicato é com a atualização na formação do engenheiro, “uma necessidade imperativa, que será estimulada e apoiada”, enfatiza o sindicalista. Um instrumento essencial para tal é o Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), cuja entidade mantenedora é o próprio SEESP, já credenciado pelo Ministério da Educação. “A nossa faculdade será uma excelente opção para cursos de extensão e pós-graduação.”

Outra conquista da gestão diz respeito à estrutura de atendimento aos engenheiros. A sede em São Paulo foi modernizada e foram adquiridos imóveis em Bauru, Campinas, Lins, Presidente Prudente e São José dos Campos, que hoje têm espaços próprios.

Formação e atuação
Murilo Celso de Campos Pinheiro é engenheiro eletricista formado em 1978, com cursos de especialização em Sistemas de Aterramento. Iniciou sua vida profissional na Cesp (Companhia Energética de São Paulo) em 1980. Após a cisão da empresa, passou a atuar na Cteep (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista), na qual exerce o cargo de assessor da Presidência, estando atualmente licenciado para a atividade sindical. Reeleito presidente do SEESP, ao longo de seus três mandatos à frente da entidade (2001-2005, 2006-2009 e 2010-2013), trabalhou pelo seu crescimento em número de associados, que já passam dos 50 mil, na capacidade de negociação com as empresas e na inserção política e institucional do sindicato. Foram aprimorados o sistema de prestação de serviços aos filiados e a estrutura da organização, com a modernização da sede em São Paulo e aquisições e modernização das delegacias sindicais no Interior do Estado.

Sobre o SEESP
Fundado em 21 de setembro de 1934, o Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo conta com uma longa história de luta em defesa dos profissionais e da tecnologia nacional. O SEESP é o representante legal de cerca de 200 mil profissionais em todo o Estado, possui 25 delegacias regionais, 800 delegados sindicais, cerca de 400 diretores e 50 mil associados.



Imprensa - SEESP










 

Página 2 de 2

agenda