GRCS

06/02/2014

Minas Gerais proíbe o uso de amianto

Juntamente com São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Pernambuco, Minas Gerais conseguiu, depois de anos de luta, a proibição da produção, comércio, transporte e exportação do amianto. O produto está proibido em 66 países.

As empresas que fabricam o amianto no estado serão obrigadas a realizar medições periódicas de concentração de poeira no ar em suas fábricas. Cada medição não poderá ultrapassar o intervalo de seis meses. Tais regras foram impostas pela da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Os perigos do amianto já são de conhecimento de muitas autoridades e discutido no mundo tudo, mas o assunto está longe de ser resolvido de maneira simples. Quem mais sofre com isso são trabalhadores de minas de extração do mineral e também os que manipulam a fibra que é usada em aproximadamente 3.000 produtos, entre eles: telhas, caixas d'água, pastilhas e lonas para freios etc.

Responsável pela morte de 107 mil trabalhadores e trabalhadoras por ano, o Brasil ainda é um dos maiores produtores, consumidores e exportadores de amianto do mundo.


 

Fonte: Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e dos Ambientes de Trabalho (Diesat)









Lido 2185 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda